Embarcacao de porte medio

INFO
STADISTICS
RECORDS
Title of test:
Embarcacao de porte medio

Description:
QUESTIONARIO

Author:
AVATAR

Creation Date:
27/09/2017

Category:
Others
Click 'LIKE' to follow the bests test of daypo at facebook
Last comments:
No comments about this test.
Make a comment?
Login at daypo to comment the test.
Content:
quais sao os Tipos de operações anfíbias Assalto anfíbio Demonstração anfíbia roubo anfíbio teatro anfíbio.
quais sao os Tipos de operações anfíbias Incursão anfíbia Retirada anfíbia roubo anfíbio teatro anfíbio.
Compreende o desembarque de uma força que deverá se estabelecer num litoral controlado pelo inimigo Assalto anfíbio Retirada anfíbia Demonstração anfíbia Incursão anfíbia.
Conquistar uma área que permita lançar uma companhia terrestre e apoiá-lo ou apoiar uma campanha já em desenvolvimento Assalto anfíbio Incursão anfíbia Demonstração anfíbia Retirada anfíbia.
Conquistar um local para estabelecimento de base avançada naval, aérea ou logística Assalto anfíbio Incursão anfíbia Demonstração anfíbia Retirada anfíbia.
Penetração ou ocupação temporária de um litoral por força, tropas ou grupos especiais, feita com rapidez e retirada bem planejada Assalto anfíbio Incursão anfíbia Demonstração anfíbia Retirada anfíbia.
quais são os propósitos da incursão anfíbia Infligir perda ou avaria ao inimigo Capturar ou evacuar pessoal ou material Criar uma diversão tática manter oculto .
quais são os outros tipos de operações anfíbias ribeirinhas praia-praia praia a praia banho no chuveiro conta como dia de mar .
quais são os outros tipos de operações anfíbias logística administrativa praia a praia dias de mar é água salgada.
Área marítima destinada aos navios de guerra destacados para o apoio do desembarque. Área de Apoio Naval (AANav) Área de Apoio de Praia (AApP) Área de Cobertura Anti-Submarino Área de Desembarque (AD) Área de Espera (AE) Área de Reunião (AR).
Área preparada pelo destacamento de praia, oferecendo facilidades para o desembarque da tropa e do material, evacuação de feridos, aprisionamento de inimigos e captura de material Área de Apoio Naval (AANav) Área de Apoio de Praia (AApP) Área de Cobertura Anti-Submarino Área de Desembarque (AD) Área de Espera (AE) Área de Reunião (AR).
Área onde se reúnem as embarcações de desembarque, antes de serem chamadas para o contrabordo dos navios transporte, a fim de dar início ao recebimento de material e pessoal Área de Apoio Naval (AANav) Área de Apoio de Praia (AApP) Área de Cobertura Anti-Submarino Área de Desembarque (AD) Área de Espera (AE) Área de Reunião (AR).
Área onde embarcações de desembarque e viaturas anfíbias se reúnem para formar uma vaga, depois de serem carregadas e antes de se dirigirem para linha de partida Área de Apoio Naval (AANav) Área de Apoio de Praia (AApP) Área de Cobertura Anti-Submarino Área de Desembarque (AD) Área de Espera (AE) Área de Reunião (AR).
Área normalmente definida na diretiva inicial, dando as áreas a serem capturadas pela Força-Tarefa anfíbia Área do Objetivo Briefing Cabeça de Praia Cabeça de Apoio Carga Prescrita Carregamento.
Área numa costa hostil que, quando capturada e conservada, assegura o desembarque contínuo de tropa e material Área do Objetivo Briefing Cabeça de Praia Cabeça de Apoio Carga Prescrita Carregamento.
Praia depois de tomada do inimigo Área do Objetivo Briefing Cabeça de Praia Cabeça de Apoio Carga Prescrita Carregamento.
Tipos e quantidades de suprimentos que serão usados pelos combatentes individualmente pelas viaturas disponíveis Área do Objetivo Briefing Cabeça de Praia Cabeça de Apoio Carga Prescrita Carregamento.
Oficial do Corpo da Armada, nomeado pela Diretiva Inicial, para comandar a Força-tarefa Anfíbia Comandante da Força-Tarefa Anfíbia (ComForTarAnf) Comandante da Força de Desembarque (ComForDbq) Comandante da Unidade de Embarcações de Assalto (ComUnEmbAs) Comandante de Vaga (CV).
Oficial designado para verificar o posicionamento correto das Eds nas áreas de espera e de reunião Comandante da Força-Tarefa Anfíbia (ComForTarAnf) Comandante da Força de Desembarque (ComForDbq) Comandante da Unidade de Embarcações de Assalto (ComUnEmbAs) Comandante de Vaga (CV).
Oficial, Suboficial ou Sargento designado para comandar um grupo de embarcações de desembarque. Comandante da Força-Tarefa Anfíbia (ComForTarAnf) Comandante da Força de Desembarque (ComForDbq) Comandante da Unidade de Embarcações de Assalto (ComUnEmbAs) Comandante de Vaga (CV).
Navio, embarcações de desembarque ou viaturas anfíbias carregada com itens críticos de suprimentos, localizadas nas proximidades do navio de controle Depósito Flutuante Descarga Geral Descarga Inicial Descarga Seletiva Destacamento de Praia (DP).
Descarga de unidades e materiais dos navios, tomando-se como prioridade a rapidez, sem considerar a classe ou tipo da carga. Depósito Flutuante Descarga Geral Descarga Inicial Descarga Seletiva Destacamento de Praia (DP).
Descarga de caráter, predominantemente tático Depósito Flutuante Descarga Geral Descarga Inicial Descarga Seletiva Destacamento de Praia (DP).
Descarga de itens específicos, de maneira controlada Depósito Flutuante Descarga Geral Descarga Inicial Descarga Seletiva Destacamento de Praia (DP).
Ato de arriar na água as embarcações de desembarque e viaturas anfíbias Desova Diagrama de Desembarque Diagrama do Navio Diretiva Inicial Dia “D” Embarque.
Representação gráfica que mostra uma praia de desembarque com as posições determinadas de cada embarcação Desova Diagrama de Desembarque Diagrama do Navio Diretiva Inicial Dia “D” Embarque.
Representação gráfica que mostra um navio com as estações de transbordo, escotilhas, paus de cargas para alinhamento das embarcações de desembarque Desova Diagrama de Desembarque Diagrama do Navio Diretiva Inicial Dia “D” Embarque.
Norma baixada pelo comandante do teatro de operações (T.O.) ou autoridade competente, dando início aos preparativos para uma operação anfíbia. Desova Diagrama de Desembarque Diagrama do Navio Diretiva Inicial Dia “D” Embarque.
Dia predeterminado para a realização anfíbia Desova Diagrama de Desembarque Diagrama do Navio Diretiva Inicial Dia “D” Embarque.
Pessoal especialmente treinado para orientar por meios de sinais, os helicópteros na zona de desembarque. Equipe Precussora Equipe de Reparo (ER) Estações de Transbordo Fase de Assalto Fase de Embarque Fase de Ensaio.
Local no navio transporte onde se localiza a rede de transbordo Equipe Precussora Equipe de Reparo (ER) Estações de Transbordo Fase de Assalto Fase de Embarque Fase de Ensaio.
Período em que a operação anfíbia em planejamento é ensaiada. Esta fase ocorre durante a travessia Equipe Precussora Equipe de Reparo (ER) Estações de Transbordo Fase de Assalto Fase de Embarque Fase de Ensaio.
Período compreendido entre o recebimento da diretiva inicial e o início do embarque Fase do Planejamento Fase da Travessia Força de Desembarque (ForDbq) Força-Tarefa Anfíbia (ForTarAnf) Força Anfíbia de Fuzileiros (FAF) .
Período em que ocorre a movimentação dos componentes da força tarefa anfíbia do ponto de embarque para a área do objetivo, podendo parar para fazer ensaio. Fase do Planejamento Fase da Travessia Força de Desembarque (ForDbq) Força-Tarefa Anfíbia (ForTarAnf) Força Anfíbia de Fuzileiros (FAF) .
Tropas aéreas e terrestres incumbidas de realizar o assalto anfíbio Fase do Planejamento Fase da Travessia Força de Desembarque (ForDbq) Força-Tarefa Anfíbia (ForTarAnf) Força Anfíbia de Fuzileiros (FAF) .
Constituída por forças navais e força de desembarque, com objetivo de executar uma operação anfíbia Fase do Planejamento Fase da Travessia Força de Desembarque (ForDbq) Força-Tarefa Anfíbia (ForTarAnf) Força Anfíbia de Fuzileiros (FAF) .
OM pertencentes à força de apoio da Marinha, responsável pelas EDVM. Grupo de Embarcações Grupo Tat.Log Hora “H” Incursão Anfíbia Linha de Partida Linha de Transferência Local de Desembarque.
Grupo tático logístico, organizado com o pessoal da força de desembarque, que leva conhecimento ao grupo de controle, das necessidades observadas no movimento navio-para-terra, da força de desembarque Grupo de Embarcações Grupo Tat.Log Hora “H” Incursão Anfíbia Linha de Partida Linha de Transferência Local de Desembarque.
Linha demarcada no início da raia das embarcações Grupo de Embarcações Grupo Tat.Log Hora “H” Incursão Anfíbia Linha de Partida Linha de Transferência Local de Desembarque.
Linha demarcada, na direção do mar, além da linha de arrebentação, onde ocorre a transferência de pessoal e material das embarcações de desembarque para as viaturas anfíbias Grupo de Embarcações Grupo Tat.Log Hora “H” Incursão Anfíbia Linha de Partida Linha de Transferência Local de Desembarque.
Área determinada, dentro da zona de desembarque, compreendendo pontos de desembarque para helicópteros Grupo de Embarcações Grupo Tat.Log Hora “H” Incursão Anfíbia Linha de Partida Linha de Transferência Local de Desembarque.
Designação dada à praia onde deve desembarcar um GDB Praia Numerada Programa de Aproximação Programa de Assalto Programa de Transbordo.
Documento que indica, para cada vaga programada, a hora de partida da área de reunião, da linha de partida e de outros pontos de controle e a hora de chegada à praia Praia Numerada Programa de Aproximação Programa de Assalto Programa de Transbordo.
Documento que prescreve as estações de transbordo e a ordem de chegada das embarcações nas estações de transbordo Praia Numerada Programa de Aproximação Programa de Assalto Programa de Transbordo.
Documento que prescreve a formação, composição e horário de chegada das vagas e depósitos flutuantes no navio de controle principal (NCP) Praia Numerada Programa de Aproximação Programa de Assalto Programa de Transbordo.
Conjunto de Eds e viaturas anfíbias que transportam tropas que devem desembarcar simultaneamente Vaga de Embarcações Vaga à Pedido Vaga Programada Vaga não Programada.
Conjunto de Eds e viaturas anfíbias carregadas com elementos das forças de desembarque, cuja necessidade, em terra é prevista, porém, sem exatidão do momento e o local de desembarque Vaga de Embarcações Vaga à Pedido Vaga Programada Vaga não Programada.
Conjunto de Eds, viaturas anfíbias e helicóptero, conduzindo elementos da Força de Desembarque, com momento e local de desembarque predeterminado Vaga de Embarcações Vaga à Pedido Vaga Programada Vaga não Programada.
Conjunto de Eds ou viaturas anfíbias formadas, de acordo com necessidades imprevistas, isto é, de última hora. Vaga de Embarcações Vaga à Pedido Vaga Programada Vaga não Programada.
É o documento preparado conjuntamente pelo comandante do navio e oficial da tropa, que mostra a sequencia do transbordo de tropa e material de um navio programa de Embarcações programa de Pedido programa de Programação programa de transbordo.
são capazes de alagar o convés doca, de modo a permitir as embarcações e viaturas anfíbias deslocarem-se, flutuando, para fora do navio, através da comporta de ré Navio Aeródromo de Helicóptero em Assalto Navio de Desembarque-Doca (NDD) Navio de Desembarque de Carros de Combate (NDCC) Transporte de Tropas de Assalto (TrTA) Força de minagem e varredura.
O navio tem por missão, transportar tropas, suprimentos e equipamentos em uma operação anfíbia e desembarcá-los nas áreas de assalto por navio de embarcações de desembarque própria ou trazida à área de desembarque por outros navios Navio Aeródromo de Helicóptero em Assalto Navio de Desembarque-Doca (NDD) Navio de Desembarque de Carros de Combate (NDCC) Transporte de Tropas de Assalto (TrTA) Força de minagem e varredura.
SEQUÊNCIA DOS EVENTOS NO MOVIMENTO NAVIO-PARA-TERRA ConForTarAnf desembarca a força desembarque, desova as embarcações de desembarque testa a fonia Orbitação das embarcações de desembarque na área de espera Oficial de controle de transbordo chama as embarcações de desembarque, de acordo com o programa de aproximação; Comandante de vaga organiza taticamente a sua vaga; Após cruzar a linha de partida, o comandante da vaga orienta-se pelos sinais de grade.
correlacione os deveres Ir para praia, juntamente com sua faxina, na primeira ou antes da primeira ou antes da primeira vaga Dar ciente da ordem de missão recebida na folha de registro de movimentação de ED, com o supervisor de serviço Dirigir-se para a área de reunião após o carregamento Manter em seu poder a segunda via da folha de registro de movimentação de ED, já assinada pelo supervisor; Auxiliar a carga e descarga das embarcações na praia.
correlacione os deveres Auxiliar a carga e descarga das embarcações na praia Interpretar os sinais de mão transmitidos pelos CV; Orientar os patrões da Eds de sua vaga, na raia de embarcações, por meios de sinais de mãos Assinar a primeira parte Check List e deixá-la com o supervisor de serviço; Orientar o tráfego para os pedestres.
correlacione os deveres Orientar o tráfego para os pedestres Retornar à área de espera por fora da raia da embarcação Só se comunicar pelo canal 2, entre a área de reunião e a praia; Proceder ao Check List de regresso, segunda parte.(Lista de checagem) Se comunicar pelo canal 1, quando retornando para área de espera Só se comunicar pelo canal 3, quando necessitar de salvamento.
SINAIS DE GRADE DD S D C A R T EE E.
CORRELACIONE DE ACORDO COM AS BATIDAS DO SINO PARA MAQUINAS ADIANTE DEVAGAR ATRAS DEVAGAR ATRAS MEIA FORCA ATRAS TODA FORCA.
Report abuse Terms of use
We use cookies to personalize your experience. If you continue browsing you will be accepting its use. More information.