Jamam 01

INFO
STADISTICS
RECORDS
Title of test:
Jamam 01

Description:
JAMAM 01

Author:
JAMAM
(Other tests from this author)

Creation Date:
04/01/2018

Category:
Others
Click 'LIKE' to follow the bests test of daypo at facebook
Last comments
No comments about this test.
Content:
TP 2016 Q45 - As classes de auditoria variam de acordo com o tratamento que se dá ao objeto da auditoria. Uma das classificações dos trabalhos de auditoria se refere à forma de intervenção, que pode ser interna ou externa. A partir do entendimento dos objetivos de cada uma dessas classes de trabalho de auditoria, (A) o trabalho do auditor é dirigido para assegurar que o sistema contábil e de controle operacional funcionem eficientemente, tanto na auditoria interna quanto na externa. (B) os escopos do trabalho da auditoria interna e da auditoria externa são definidos por normas que regem os trabalhos de auditoria. (C) os trabalhos de auditoria interna e de auditoria externa são realizados, em geral, por métodos idênticos. (D) a auditoria interna realiza um trabalho com processo analítico, enquanto a auditoria externa executa um trabalho sintético. (E) as bases sobre as quais os exames de auditoria interna e de auditoria externa se assentam são diferentes.
TP 2016 Q46 - A NBC TA 705 trata da responsabilidade do auditor de emitir um relatório apropriado nas circunstâncias em que, ao formar uma opinião sobre as demonstrações contábeis, conclui que é necessário emitir uma opinião modificada sobre essas demonstrações contábeis. De acordo com essa norma, constitui elemento que conduz à emissão de opinião com ressalva a (A) impossibilidade de obtenção de evidência de auditoria apropriada e suficiente devido a uma limitação imposta pela administração depois da aceitação do trabalho pelo auditor (B) conclusão de que os possíveis efeitos de distorções não detectadas, se houver, sobre as demonstrações contábeis, poderiam ser relevantes e generalizados, independentemente da obtenção de evidência de auditoria apropriada e suficiente sobre as incertezas. (C) não obtenção de evidência de auditoria apropriada e suficiente para o auditor suportar sua opinião, mas capaz de levá-lo à conclusão de que os possíveis efeitos de distorções não detectadas, se houver, sobre as demonstrações contábeis, poderiam ser relevantes e generalizados. (D) não obtenção de evidência apropriada e suficiente de auditoria para o auditor suportar sua opinião, mas capaz de levá-lo à conclusão de que os possíveis efeitos de distorções não detectadas, se houver, sobre as demonstrações contábeis poderiam ser relevantes, mas não generalizados. (E) obtenção de evidência de auditoria apropriada e suficiente, e conclusão de que as distorções, individualmente ou em conjunto, são relevantes e generalizadas para as demonstrações contábeis.
TP 2016 Q47 - No âmbito da administração pública, considera-se que a finalidade básica da auditoria é comprovar a legalidade e a legitimidade dos atos e fatos administrativos e avaliar os resultados alcançados. Porém, em decorrência de peculiaridades, alguns procedimentos específicos de auditoria podem ser requeridos. Considere-se um contexto em que o objetivo da auditoria é avaliar ações gerenciais e procedimentos relacionados aos programas de governo, com a finalidade de emitir uma opinião sobre a gestão quanto aos aspectos da eficiência, eficácia e economicidade, procurando auxiliar a administração na gerência e nos resultados. Nesse caso, recomenda-se uma auditoria (A) de acompanhamento da gestão (B) de avaliação da gestão (C) descentralizada (D) especial (E) operacional.
TP 2016 Q48 - Uma equipe de auditores estava discutindo as diretrizes para implantação da auditoria interna em uma organização. Um dos pontos da discussão foi em qual documento deve estar definida a posição da atividade de auditoria interna dentro da organização, que inclui diretrizes como a natureza da relação funcional do executivo chefe de auditoria com o conselho, o acesso a registros relevantes ao desempenho do trabalho de auditoria e o escopo das atividades de auditoria interna. De acordo com as Normas Internacionais de Auditoria Interna, essas diretrizes devem constar no(a) (A) código de ética (B) estatuto da organização (C) estatuto de auditoria interna (D) manual de normas e procedimentos padrão (E) plano de trabalho da auditoria interna.
TP 2016 Q49 - Uma entidade da administração pública indireta avaliou as opções de prestação de serviços de assistência médica a seus colaboradores. A opção considerada inicialmente seria a de criar um departamento para gerir as contribuições recebidas e o acesso aos profissionais e estabelecimentos de saúde. Porém, a essa medida estão associados alguns riscos de grande probabilidade e médio impacto. Assim, a entidade considerou a opção de contratar um plano de saúde para gerir o acesso dos seus colaboradores aos profissionais e estabelecimentos de saúde. Essa opção considerada constitui uma resposta aos riscos identificados referente a (A) aceitar os riscos (B) compartilhar os riscos (C) evitar os riscos (D) gerenciar os riscos (E) reduzir os riscos.
TP 2016 Q50 - As Normas Internacionais de Auditoria Interna, emitidas pelo The Institute of Internal Auditors, orientam que o executivo chefe de auditoria deve desenvolver e manter um programa de avaliação da qualidade e da melhoria que compreenda todos os aspectos da atividade de auditoria interna. Dentre as disposições das normas acerca da avaliação da qualidade da auditoria interna, identifica-se que (A) todos os membros de uma equipe de avaliação devem possuir todas as competências para a realização do trabalho. (B) uma avaliação externa pode ser uma autoavaliação com validação externa independente. (C) a definição da qualificação e independência do avaliador externo pelo executivo chefe de auditoria prejudica a avaliação. (D) o programa de avaliação da qualidade e melhoria tem foco em avaliações externas. (E) as avaliações externas devem ser realizadas anualmente.
TP 2016 Q51 - Durante um trabalho de auditoria, um auditor detectou indícios de incompatibilidade de alguns dados que estavam sendo examinados a partir de duas fontes diferentes da organização. Nessa situação, o auditor deverá executar uma técnica de auditoria que possa verificar a consistência mútua entre diferentes amostras de evidências. Essa técnica é denominada (A) análise documental (B) confirmação externa (C) correlação das informações (D) exame dos registros (E) rastreamento.
TP 2016 Q52 - A evidência de auditoria compreende as informações utilizadas pelo auditor para chegar às conclusões em que se fundamenta a sua opinião. Um dos tipos de evidência refere-se à continuidade da entidade auditada. Para fins de avaliação de evidência de auditoria, uma indicação, de caráter operacional, de que a continuidade da entidade pode estar em risco, é a seguinte: (A) a incapacidade de obter financiamentos para desenvolvimento de novos negócios. (B) a perda de licença, mercado importante ou financiador estratégico. (C) as contingências ou processos legais pendentes contra a entidade que resultem em obrigações de impactos relevantes. (D) o descumprimento de exigências de capital mínimo ou de outras exigências regulamentares. (E) os prejuízos operacionais substanciais de forma continuada.
TP 2016 Q53 - A natureza e a extensão das atividades de planejamento de auditoria variam conforme o porte e a complexidade da entidade auditada. Um fator a ser considerado é que a fase do planejamento (A) constitui um processo sem influência na determinação dos testes substantivos. (B) deve ser realizada antes da avaliação dos controles internos. (C) se estende até a conclusão do trabalho de auditoria. (D) corresponde a um processo que é concluído com o início dos procedimentos da auditoria. (E) tem foco primordial na avaliação de riscos.
TP 2016 Q54 - Um elemento que deve ser considerado tanto no planejamento quanto na execução dos procedimentos da auditoria é a materialidade, mas esta constitui um elemento subjetivo, concebido a partir de julgamento profissional. Para exercer esse julgamento, alguns referenciais devem ser considerados. Há vários fatores que podem afetar a identificação de um referencial para determinar a materialidade para as demonstrações contábeis.<b>O seguinte fator NÃO afeta tal identificação</b>: (A) conclusões de trabalhos de auditoria anteriores. (B) elementos das demonstrações contábeis. (C) estrutura de financiamento da entidade. (D) ambiente econômico em que atua. (E) fase do ciclo de vida da entidade.
TP 2016 Q55 - Testes de controle são procedimentos de auditoria planejados para avaliar a efetividade operacional dos controles na prevenção ou na detecção e na correção de distorções relevantes no nível de afirmações. Um procedimento relacionado à detecção de distorções é a (A) segregação de funções (B) normatização interna (C) definição de alçadas (D) conciliação de contas (E) autorização para custódia.
TP 2016 Q56 - A Estrutura Integrada de Controle Interno proposta pelo Committee of Sponsoring Organizations of the Treadway Commission (COSO) apresenta três categorias de objetivos, o que permite às organizações concentrarem-se em diferentes aspectos do controle interno. Os objetivos relacionados à eficácia e à eficiência das operações da entidade, inclusive as metas de desempenho e a salvaguarda de perdas de ativos, referem-se à categoria (A) de avaliação (B) de divulgação (C) de conformidade (D) estratégica (E) operacional.
TP 2016 Q57 - Na implementação de um sistema de controle interno, um dos primeiros elementos a ser considerado deve ser a avaliação do ambiente de controle. A forma pela qual a administração de uma entidade atribui alçadas e responsabilidades é uma das características do ambiente de controle. Desse modo, a atribuição de alçada e responsabilidade (A) deve ser deslocada para o nível de autoridade mais alto para trazer o processo decisório ao pessoal da linha de frente. (B) inclui até que ponto pessoas e equipes estão autorizadas e são incentivadas a solucionar problemas, bem como os limites dessa autoridade. (C) não deve ser adotada quando a entidade visa a tornar-se mais orientada ao mercado e concentrada na qualidade. (D) necessita de enxugamento da estrutura organizacional para sua adoção. (E) requer menos monitoramento em decorrência das responsabilidades individuais.
TP 2016 Q58 - A Cia. Alfa atua no ramo de varejo e lançou uma campanha de marketing com o objetivo de incrementar as vendas no segmento de bombons e chocolates finos, de alto padrão, que foram iniciadas no mês de janeiro. Nesse novo segmento de vendas, a Cia. Alfa elaborou um orçamento com metas de vendas para alcançar o lucro pretendido com o segmento. As atividades de controle mais adequadas para acompanhar o comportamento dos objetivos e metas orçados para esse novo segmento de vendas da Cia. Alfa são: (A) administração funcional direta e processamento da informação (B) indicadores de desempenho e segregação de funções (C) indicadores de desempenho e processamento da informação (D) revisões da alta direção e administração funcional direta (E) revisões da alta direção e processamento da informação.
TP 2016 Q59 - A Lei Sarbanes-Oxley (SOX) é um tipo de lei de responsabilidade fiscal que regulamenta os padrões de governança corporativa para algumas organizações empresariais, promovendo (A) criação de códigos de ética em todas as empresas da economia brasileira e mundial. (B) disputa interna nas empresas de capital 100% brasileiro, com consequente desestabilização das normas empresariais. (C) privatizações em larga escala e perda do foco principal, que seria o acesso a novos mercados. (D) redução do nível de atividade econômica nos países e demissão em massa em empresas de capital fechado. (E) reforma dos níveis de prestação de contas e de transparência de empresas que têm ações negociadas nas bolsas de valores dos EUA.
TP 2016 Q60 - Os agentes de governança devem zelar pela viabilidade econômico-financeira das organizações, reduzir as externalidades negativas de seus negócios e suas operações e aumentar as positivas, levando em consideração, no seu modelo de negócios, os diversos capitais (financeiro, manufaturado, intelectual, humano, social, ambiental, reputacional, etc.) no curto, médio e longo prazos. O texto acima trata de um dos princípios básicos da governança corporativa, que é o da (A) equidade (B) transparência (C) prestação de contas (D) responsabilidade corporativa (E) valorização dos acionistas majoritários.
TP 2016 Q61 - Um auditor está analisando contratos efetuados por uma empresa submetida a regime especial de licitação. Na ocasião, verifica que várias aquisições foram submetidas ao regime de dispensa do procedimento licitatório. Avaliando o conteúdo das aquisições de bens e a contratação de serviços, chancela os atos que foram baseados, de acordo com o Decreto no 2.745/1998, em (A) contratação de remanescentes de obra, mesmo que majorado o preço. (B) contratação de instituições financeiras com programas de desenvolvimento da qualidade de vida dos idosos. (C) aquisição de peças e sobressalentes para o equipamento a que se destinam, de forma a manter a garantia técnica vigente do mesmo. (D) aquisição de hortifrutigranjeiros para abastecimento dos navios petroleiros atracados para serem reparados em estaleiros. (E) compra de materiais de determinadas marcas, conhecidas por sua idoneidade.
TP 2016 Q62 - A Lei Geral de Licitações e Contratos (Lei no 8.666/1993) possui um rol bastante extenso de normas que conduzem a atuação do gestor público. No caso de acompanhamento da execução do contrato, nos termos da referida Lei, deve o contratado, durante operíodo de duração de obra, (A) visitar mensalmente o local onde as obras estão sendo realizadas. (B) realizar reuniões diárias na obra com representantes da Administração. (C) manter preposto na obra, que seja aceito pela administração. (D) apresentar responsável contábil no local da obra. (E) contratar pessoas da comunidade local para a execução de serviços para a obra.
TP 2016 Q63 - No campo dos contratos administrativos, existem várias cláusulas que são peculiares à atividade estatal. Uma delas está vinculada ao poder de fiscalizar a correta execução do contrato. Tal cláusula, como outras, é denominada (A) potestativa (B) exorbitante (C) perfeita (D) pessoal (E) instrumental.
TP 2016 Q64 - A licitação é inexigível, nos termos do Decreto no 2.745/1998, para a celebração de contratos que objetivem a soma de esforços entre empresas para gerenciamento conjunto de empreendimentos, compreendendo, entre outros, o planejamento, a administração e os serviços de procura, mediante o estabelecimento de preços “meta” e “teto”, para efeito de bônus e penalidades, em função dos preços, dos prazos e do desempenho verificado. Nos termos do Decreto no 2.745/1998, tais contratos são denominados (A) aliança (B) conexão (C) continência (D) estratégia (E) ocasião.
TP 2016 Q65 - Um Estado realiza a contratação de uma obra que, para ser realizada, exigirá a intervenção na propriedade privada, vez que inúmeros terrenos particulares deverão ser utilizados no empreendimento. Caso o Estado não se desincumba dessas intervenções, estará caracterizada a existência de (A) fato da administração (B) circunstância prevista (C) ato do principado (D) evento real (E) cláusula frustrada.
TP 2016 Q66 - Foi realizado um contrato com a administração pública que, tempos depois, foi rescindido sem culpa do contratado. Nos termos da Lei no 8.666/1993, o contratado (A) será penalizado por inexecução. (B) terá sua inscrição registrada em cadastro de inadimplentes. (C) terá direito à devolução de garantia. (D) será impossibilitado de novas licitações. (E) deixará de perceber quaisquer valores vinculados ao contrato.
TP 2016 Q67 - Quanto ao cadastro de fornecedores, um dos pontos aos quais o gestor de logística deve estar atento refere-se à manutenção de uma quantidade equilibrada e suficiente de fornecedores para todos os materiais utilizados, evitando, assim, o registro daqueles que não irão contribuir com o abastecimento da empresa. Nesse sentido, é importante uma análise de alguns fatores relacionados ao fornecedor antes de sua inclusão nesse cadastro, como, por exemplo, a análise econômica financeira. Esse procedimento consiste em (A) analisar a existência de prioridades para cadastramento de fornecedores da região ou do estado, ou prioridades para empresas de pequeno a médio porte. (B) analisar o ato constitutivo, verificando seu objetivo, capital e composição acionária. (C) analisar balanços, referências bancárias e cartas de crédito. (D) analisar atestados de capacidade técnica e relação de equipamentos que a empresa possui. (E) analisar as certidões positivas de cartório, certidões negativas e inscrições fiscais de âmbito federal, municipal e estadual.
TP 2016 Q68 - A categoria do Incoterms (International Commercial Terms / Termos Internacionais de Comércio) em que o vendedor contrata o transporte, sem assumir riscos por perdas ou danos às mercadorias ou custos adicionais decorrentes de eventos ocorridos após o embarque e despacho, é a categoria (A) A de Available (B) F de Free (C) C de Cost ou Carriage (D) D de Delivery (E) E de Ex.
TP 2016 Q69 - A atividade de recebimento intermedeia as tarefas de compras e pagamento ao fornecedor. Por isso, trata-se de uma atividade de grande importância no processo logístico de uma organização. Nesse sentido, uma das principais responsabilidades dessa atividade é (A) utilizar o espaço nas três dimensões, da maneira mais eficiente possível. (B) proceder à conferência visual, verificando condições de embalagem quanto a possíveis avarias na carga transportada e, se for o caso, apontando as ressalvas de praxe nos respectivos documentos. (C) analisar atestados de capacidade técnica e a relação de equipamentos, visando a verificar a tradição comercial da empresa em análise. (D) avaliar a intenção de consumo, objetivando fazer previsões e levando em consideração a evolução histórica da demanda. (E) realizar a contagem periódica dos materiais existentes para efeito de comparação com os estoques registrados e contabilizados em controle da empresa, a fim de comprovar sua existência e exatidão.
TP 2016 Q70 - Uma operação do sistema de distribuição em que os produtos são recebidos, selecionados e encaminhados para outro veículo precisa de grande exatidão quanto ao tempo de entrada e saída dos produtos. Esse procedimento tem como um dos resultados a redução do investimento em estoques, com a otimização da utilização dos recursos de armazém. Essa operação é denominada (A) Cross docking (B) Just in time (C) WMS (D) Kanban (E) Picking.
LQ 2015 Q21 - Um analista de gestão de pessoas precisava elaborar uma representação visual da estrutura da organização onde ele atua. Desse modo, o analista precisava elaborar um (A) organograma (B) layout em células (C) plano estratégico (D) plano de negócios (E) orçamento de caixa.
LQ 2015 Q22 - Na modelagem de processos de negócio, por meio de diagrama de fluxo, há o uso de elementos gráficos para que a modelagem seja realizada de maneira padronizada. Nessa notação, há aquela simbolizada por um círculo e que demarca quando algo acontece durante o processo e apresenta uma causa ou um impacto no fluxo. O círculo é a representação de um(a) (A) Pool (B) Evento (C) Gateway (D) Objeto de dados (E) Atividade.
LQ 2015 Q23 - Um administrador foi contratado para desenvolver as atividades voltadas para atrair, desenvolver e manter uma força de trabalho eficaz dentro de uma organização. Essas atividades referem-se ao desenvolvimento da administração de (A) operações (B) conhecimento (C) recursos humanos (D) cadeia de suprimentos (E) ciclo de vida do produto.
LQ 2015 Q24 - O departamento de vendas de uma empresa está reavaliando o número de vendedores que se reportam a um mesmo supervisor de vendas, em uma dada região, de forma a garantir a capacidade desse supervisor de acompanhar e de dar suporte adequado para o melhor desempenho de cada vendedor nos diferentes produtos. Essa reavaliação proposta envolve o conceito de (A) licenciamento (B) descongelamento (C) círculo da qualidade (D) unidade de comando (E) amplitude de controle.
LQ 2015 Q25 - Após um acidente ocorrido em uma de suas fábricas, uma organização teve de utilizar um plano para lidar com a situação, especialmente porque tal situação caracterizou um acidente de trabalho com a necessidade de medidas corretivas, orientadoras e informativas às famílias das vítimas e à mídia. A situação descrita requer o uso do plano de (A) contingência (B) integração (C) prateleira (D) negócio (E) metas.
LQ 2015 Q26 - Uma organização decidiu desenvolver um projeto de trabalho para cada indivíduo. Tal projeto combina uma série de tarefas em um trabalho novo e mais amplo para oferecer aos funcionários variedade de oportunidades e desafios. Essa prática é denominada (A) ação afirmativa (B) ampliação do cargo (C) avaliação de desempenho (D) apreensão da comunicação (E) análise do campo de forças.
LQ 2015 Q27 - Um funcionário de uma empresa procurou o departamento de pessoal para informar que se encontra altamente insatisfeito. Ele alegou, principalmente, não serem atendidos pela organização os fatores higiênicos, segundo a teoria de Hertzberg. Nesse sentido, o fator que o funcionário indica refere-se à(ao) (A) realização pessoal (B) responsabilidade condizente com a tarefa (C) oportunidade de crescimento (D) remuneração adequada ao mercado (E) reconhecimento dos pares.
LQ 2015 Q28 - A motivação também pode ser resultado das escolhas, pelas quais as pessoas selecionam comportamentos para gerenciar necessidades, equidade e expectativas. Quando há motivação pelo gerenciamento de expectativas, é comum que a pessoa (A) decida sair do emprego no curto prazo. (B) mude os resultados para si e para seus pares. (C) mude os insumos que fornece para a organização. (D) busque ser tratado com justiça frente aos demais colegas. (E) equilibre a relação entre esforço, desempenho e valor dos resultados para si.
LQ 2015 Q29 - Um gerente tem apresentado em seu comportamento cotidiano uma tendência à busca por aquisição de poder e manipulação de outras pessoas para obtenção de benefícios e ganhos pessoais, visando à sua ascensão na organização. O gerente em questão vem apresentando uma característica de liderança denominada (A) maquiavelismo (B) individualismo (C) biculturalismo (D) autoritarismo (E) coletivismo.
LQ 2015 Q30 - Uma jovem, recém-contratada para o cargo de supervisão, demonstrou ser uma líder que trabalha principalmente voltada para satisfazer as necessidades e metas dos subordinados, assim como para cumprir a missão maior da organização. No caso descrito, a jovem é uma líder (A) moral (B) cultural (C) servidora (D) carismática (E) transformacional.
LQ 2015 Q31 - No processo de estabelecimento de metas para a mensuração do desempenho nas organizações é fundamental que as metas apresentem algumas características que garantam sua efetividade. NÃO garante a efetividade de uma meta ser: (A) específica, clara e mensurável (B) realista, em termos de prazo de execução (C) atrelada a recompensas materiais e imateriais (D) desafiadora, mas realista em termos de volume (E) estabelecida para cada detalhe do desempenho.
LQ 2015 Q32 - Uma importante contribuição da teoria geral da administração foi a definição das funções da administração. Dentre essas funções, destaca-se aquela referente à atribuição de tarefas, agrupamentos de tarefas em departamentos e alocação de recursos para os departamentos. Essa função com tais características é denominada (A) direção (B) controle (C) comando (D) organização (E) planejamento.
LQ 2015 Q33 - Na gestão do desempenho organizacional, o comportamento das equipes de trabalho é um elemento central, motivo pelo qual há que se desenvolver equipes de alto desempenho nas organizações. Uma equipe de alto desempenho é caracterizada como aquela que é (A) criada fora da organização formal para assumir um projeto de importância ou criatividade especial. (B) formada por um grupo de diversos departamentos funcionais que se encontram com uma equipe para resolver problemas mútuos. (C) composta de 5 a 12 funcionários horistas do mesmo departamento, que se reúnem para discutir meios para melhorar a qualidade, eficiência e o ambiente de trabalho. (D) estabelecida com 5 a 20 trabalhadores com múltiplas classificações, que se revezam nas tarefas para produzir um produto, sendo dirigida por um líder escolhido entre os pares. (E) sustentada em valores adaptativos e compartilhados para orientar decisões e para encorajar funcionários a se apropriarem tanto dos resultados finais quanto da cultura organizacional.
LQ 2015 Q34 - No desempenho organizacional, é fundamental o desenho de indicadores sustentados em critérios claros e amplamente aceitos. Dentre eles, destacam-se aqueles relacionados à conformidade, a critérios e a padrões de qualidade para a realização de processos, atividades e projetos na busca de sua melhor execução. Indicadores dessa natureza estão relacionados ao critério de (A) eficácia (B) eficiência (C) efetividade (D) excelência (E) economicidade.
LQ 2015 Q35 - Os gerentes podem desempenhar diferentes papéis nas organizações. Dentre esses papéis, destaca-se aquele no qual o gerente inicia projetos de melhoria, identifica novas ideias e delega a responsabilidade pela ideia aos outros. A descrição indica que o gerente desempenha o papel de (A) Gestor de Distúrbios (B) Empreendedor (C) Disseminador (D) Porta-voz (E) Monitor.
LQ 2015 Q36 - Um profissional analisou a viabilidade econômico-financeira de um projeto de investimento em negócio habitual da empresa onde trabalha e encontrou um Valor Presente Líquido (VPL) maior que zero. Tal projeto exige um investimento inicial que se espera ser suficiente para gerar à empresa apenas fluxos de caixa líquidos positivos ao longo dos próximos cinco anos, vida útil do projeto. Sabendo-se que TIR = Taxa Interna de Retorno do projeto; CMPC = Custo Médio Ponderado de Capital da empresa; e Payback = tempo de retorno exato, nominal ou descontado, do capital investido no projeto, verifica-se que esse projeto apresenta (A) TIR > CMPC; e Payback menor que a vida útil do projeto (B) TIR > CMPC; e Payback maior que a vida útil do projeto (C) TIR < CMPC; e Payback igual à vida útil do projeto (D) TIR < CMPC; e Payback menor que a vida útil do projeto (E) TIR < CMPC; e Payback maior que a vida útil do projeto.
LQ 2015 Q37 - Um profissional de uma empresa precisa decidir em qual de dois projetos mutuamente excludentes, X ou Y, deve ser investido o valor orçado de R$ 1 milhão. Os fluxos de caixa líquidos futuros previstos a serem gerados para a empresa pelos dois projetos são todos diferentes entre si e sempre positivos. Ao calcular a Taxa Interna de Retorno (TIR) de cada projeto, encontrou-se TIR de X > TIR de Y. Sabendo-se que VPL significa Valor Presente Líquido do projeto e Payback significa tempo de retorno exato, nominal ou descontado, do capital investido no projeto, o profissional concluiu corretamente que (A) VPL X > VPL Y, logo, deve escolher o projeto X. (B) Payback X > Payback Y, logo, deve escolher o projeto Y. (C) VPL de cada projeto deve ser calculado para se tomar a decisão. (D) VPL Y > VPL X, logo, deve escolher o projeto Y. (E) Payback Y > Payback X, logo, deve escolher o projeto X.
LQ 2015 Q38 - O orçamento empresarial é subdivido em duas partes: o orçamento operacional e o orçamento financeiro. Um item que compõe o orçamento financeiro de uma empresa é a projeção de (A) vendas (B) despesas (C) caixa (D) produção (E) mão de obra.
LQ 2015 Q39 - Pode-se considerar que o orçamento de uma empresa é uma expressão quantitativa de um plano de ação futuro da administração empresarial para um período específico. Um risco que as empresas correm ao construir um orçamento empresarial e o seguirem fielmente é (A) coordenar os esforços de diferentes áreas corporativas. (B) estabelecer um compromisso formal com os objetivos estratégicos. (C) possibilitar a aferição do desempenho empresarial. (D) negligenciar opções de investimento imprevistas. (E) definir as responsabilidades dos executivos.
LQ 2015 Q40 - O gerenciamento logístico inclui o projeto e a administração de sistemas para controlar o fluxo de materiais, os estoques em processo e os produtos acabados, com o objetivo de fortalecer a estratégia das unidades de negócios da empresa. O objetivo central da logística é (A) atingir um nível desejado de serviço ao cliente a qualquer custo. (B) atingir um nível desejado de serviço ao cliente ao menor custo possível. (C) superar um nível desejado de serviço ao cliente com custos medianos. (D) superar um nível desejado de serviço ao cliente a qualquer custo. (E) superar um nível desejado de serviço ao cliente ao menor custo possível.
LQ 2015 Q41 - A responsabilidade operacional da logística está diretamente relacionada com a disponibilidade de matérias-primas, produtos semiacabados e estoques de produtos acabados. Tal disponibilidade deve dar-se, de maneira geral, no(a) (A) cliente de grande porte (B) local onde são requisitados (C) depósito terceirizado (D) local de transporte (E) fábrica intermediária.
LQ 2015 Q42 - Um projeto bem sucedido é aquele que, dentre outros fatores, produziu (A) apenas as entregas planejadas e foi executado dentro do orçamento aprovado. (B) apenas as entregas planejadas e foi executado além do orçamento aprovado. (C) apenas as entregas planejadas e foi executado fora do cronograma aprovado. (D) além das entregas planejadas e foi executado além do orçamento aprovado. (E) além das entregas planejadas e foi executado fora do cronograma aprovado.
LQ 2015 Q43 - O gerenciamento de projetos aborda o balanceamento de restrições conflitantes do projeto, que NÃO inclui o fator (A) custos (B) escopo (C) tempo (D) qualidade (E) relatório.
LQ 2015 Q44 - As empresas costumam utilizar um procedimento contendo três etapas para elaborar uma previsão de vendas. A ordem sequencial correta dessas etapas é: (A) projeção setorial; projeção macroeconômica; previsão de vendas da empresa (B) projeção setorial; previsão de vendas da empresa; projeção macroeconômica (C) previsão de vendas da empresa; projeção setorial; projeção macroeconômica (D) projeção macroeconômica; projeção setorial; previsão de vendas da empresa (E) projeção macroeconômica; previsão de vendas da empresa; projeção setorial.
LQ 2015 Q45 - A avaliação global das forças, fraquezas, oportunidades e ameaças de um negócio é denominada análise SWOT. Um negócio maduro apresenta (A) muitas grandes oportunidades e poucas ameaças importantes (B) grandes oportunidades e ameaças importantes (C) grandes oportunidades e nenhuma ameaça (D) poucas oportunidades e poucas ameaças (E) poucas oportunidades e muitas ameaças.
LQ 2015 Q46 - Segmentação de mercado é um esforço para aumentar a precisão do marketing da empresa. A segmentação na qual os compradores são divididos em diferentes grupos, com base em seu estilo de vida, sua personalidade e seus valores, é conhecida como (A) geográfica (B) demográfica (C) psicográfica (D) geodemográfica (E) multiatributo.
LQ 2015 Q47 - A Constituição Federal, em várias normas, estabelece, como garantia, que o direito fundamental para ter plena realização no mundo jurídico deve sofrer definição legal. Nesse caso, deve-se obediência ao princípio da(o) (A) promessa legal (B) escolha legal (C) reserva legal (D) estabelecimento legal (E) reconhecimento legal.
LQ 2015 Q48 - Sr. X é gerente de compras da empresa W&W S.A. e pretende impor compatibilidade de especificações técnicas e de desempenho e, no caso, as condições de manutenção, assistência técnica e garantia oferecidas. De acordo com a lei geral de licitações, o gerente pretende realizar o denominado princípio da (A) identificação (B) padronização (C) sofisticação (D) tecnificação (E) precificação.
LQ 2015 Q49 - Sr. W deseja atuar ativamente no exame das compras públicas. Ele é informado de que uma norma da lei de licitações permite que qualquer licitante possa comunicar ao Tribunal de Contas irregularidades no procedimento licitatório. Nesse caso, estar-se-ia aplicando o denominado princípio da (A) publicidade (B) economicidade (C) sanção (D) materialização (E) fiscalização.
LQ 2015 Q50 - No Brasil, por influência norte-americana, houve a introdução de determinada forma de controle da constitucionalidade das leis, que permanece até hoje no texto constitucional. Trata-se do denominado controle (A) judicial (B) normativo (C) político (D) contencioso (E) administrativo.
LQ 2015 Q51 - O processo de administração estratégica é um conjunto sequencial de análises e escolhas que pode aumentar a probabilidade de uma empresa escolher uma boa estratégia. Quais são as três primeiras etapas sequenciais desse processo de elaboração das estratégias? (A) Definição da missão, da visão e dos objetivos (B) Escolha da estratégia, dos objetivos e das metas (C) Realização de análise externa, interna e integrada (D) Implementação da estratégia, do plano de ação e do controle (E) Análise dos concorrentes, da vantagem competitiva e de suas fontes.
LQ 2015 Q52 - Um estudo recente demonstrou que em termos internacionais, em 2014, o Brasil caiu três posições em relação a 2013, ocupando o 54o lugar no ranking geral composto por 60 países. [...] O relatório indica que a posição do país, dentre outros fatores, está sendo impactada pelo aumento significativo de preços e pela baixa participação do Brasil no comércio internacional. [...] O tamanho da economia doméstica, a atração de investimentos diretos e o emprego são dados de destaque para a realização de investimentos no Brasil. Neste sentido, frente a outros países, o Brasil tem demonstrado ser menos atrativo para a realização de investimentos, segundo os empresários pesquisados. Em termos de administração estratégica, o texto aborda uma questão relacionada à(ao) (A) federação descentralizada (B) competência central ou essencial (C) diversificação relacionada vinculada (D) cenário competitivo contemporâneo (E) acordo ou cláusula standstill.
LQ 2015 Q53 - Um Diretor-Geral decidiu desenvolver as estratégias da organização considerando as premissas da Visão Baseada em Recursos (VBR). No contexto da Visão Baseada em Recursos, considere as afirmativas abaixo. I - As empresas são formadas por um conjunto de recursos e capacidades organizacionais. II - As diferenças entre as empresas são fruto das diferenças entre os recursos que possuem. III - Os recursos e capacidades detidos pela empresa ou seus concorrentes podem ser facilmente comprados no mercado. Está correto APENAS o que se afirma em (A) I (B) II (C) III (D) I e II (E) I e III.
LQ 2015 Q54 - Considere que na indústria de alimentos e bebidas, as empresas WW, XZ e YX dominam o desenvolvimento tecnológico, a fabricação e a comercialização de flavorizantes e enzimas para fabricação de alimentos especiais. Isso permite às empresas imporem preços e condições aos inúmeros fabricantes de alimentos e bebidas ao redor do mundo que dependem desses insumos. Nesse caso, a competitividade na indústria é afetada principalmente devido à(ao) (A) capacidade de barganha dos compradores (B) ameaça de novos entrantes (C) existência de produtos substitutos (D) presença de economias de escala (E) poder de negociação dos fornecedores.
LQ 2015 Q55 - Uma empresa de serviços de limpeza, na construção de estratégias de administração de marketing focada no cliente, está desenvolvendo um processo de dividir o mercado em grupos distintos de compradores que, com diferentes necessidades, características ou comportamentos, poderiam exigir produtos ou programas de marketing específicos. Esse processo implica realizar a(o) (A) segmentação de mercado (B) definição do mercado-alvo (C) diferenciação (D) precificação (E) posicionamento.
LQ 2015 Q56 - Uma atividade que exige bastante tempo e dedicação é a definição de metas nos programas de bônus e participação nos resultados para altos executivos e gerentes de nível médio. Um dos desafios desse processo é desenvolver metas que sejam ao mesmo tempo desafiadoras, viáveis e que promovam o alinhamento entre os interesses desses gestores e o dos acionistas. Qual abordagem reconhece esse problema de alinhamento e busca tratá-lo por meio de políticas de redução de comportamento oportunista dos gestores? (A) Análise SWOT (B) Teoria da Agência (C) Modelo das Cinco Forças (D) Visão Baseada em Recursos (E) Economias Crescentes de Escala.
LQ 2015 Q57 - O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou sem restrições a proposta de criação de uma aliança estratégica entre o grupo francês de serviços para a indústria petrolífera Technip e a norteamericana FMC Technologies. A nova empresa (Forsys Subsea) será controlada igualitariamente entre as duas empresas e tem como propósito fornecer serviços voltados para a otimização da integração entre os sistemas submarinos de produção e processamento. Visto que a aliança implica o fornecimento de serviços de consultoria que não são oferecidos atualmente nem pelas requerentes, nem por seus concorrentes no mercado, a operação proposta não levanta maiores preocupações, em termos concorrenciais, nos mercados ora envolvidos, disse o Cade. O caso descrito envolve uma aliança estratégica do tipo (A) fusão (B) aquisição (C) joint venture (D) integração vertical (E) diferenciação de produto.
LQ 2015 Q58 - Uma empresa está desenvolvendo um novo projeto de marketing e pretende iniciá-lo, adequadamente, pela primeira etapa que é prevista e indicada como fundamental para o processo de criação de valor para os clientes e a construção de relacionamentos. Essa primeira etapa envolve (A) gerar lucros e customer equity. (B) construir relacionamentos lucrativos e deixar os fornecedores encantados. (C) desenvolver um programa de marketing integrado. (D) elaborar uma estratégia de marketing orientada para o meio ambiente. (E) entender o mercado, bem como as necessidades e desejos do cliente.
LQ 2015 Q59 - Uma empresa de fabricação de móveis de escritório precisa encontrar parceiros dispostos a iniciar a atuação neste mercado, por meio de promover, vender e distribuir seus produtos aos compradores finais, garantindo o padrão de qualidade e confiabilidade de seus produtos, bem como a política de preços estabelecida. A situação descrita envolve a busca de parceiros denominados (A) governantes (B) concorrentes (C) fornecedores (D) intermediários (E) agente financeiro.
LQ 2015 Q60 - As ações da Cielo lideravam a alta do Ibovespa na tarde desta terça-feira, chegando a 5,83%, na máxima do dia. Esta semana, a companhia confirmou que existem negociações em curso com a BB Elo Cartões. Segundo a coluna do Lauro Jardim, da Veja, a Cielo pagará 9 bilhões de reais ao Banco do Brasil pelo direito de assumir a retaguarda, prover serviços e cuidar da parte operacional de toda sua área de cartões de crédito. Em nota enviada à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a Cielo explicou que a iniciativa está alinhada com o planejamento estratégico da companhia “que busca criação de valor para o acionista por meio do crescimento, da diversificação de receita em negócios relacionados a pagamentos.” Caso a operação descrita se confirme, poderá ser considerado um exemplo de aliança estratégica do tipo (A) vertical (B) unilateral (C) horizontal (D) penetração (E) desintermediação.
BR 2014 Q26 - Uma entidade tem $ 320.000 de ativo total ao final de um exercício, no qual obteve lucro de $ 25.000. Se essa entidade tem 55% de participação do capital de terceiros, o seu patrimônio líquido ao final do exercício é (A) $ 25.000,00 (B) $ 119.000,00 (C) $ 144.000,00 (D) $ 176.000,00 (E) $ 295.000,00.
BR 2014 Q27 - De acordo com as normas de Contabilidade vigentes no Brasil, um terreno adquirido por uma entidade e mantido para valorização é classificado no Balanço Patrimonial como (A) investimento (B) ativo circulante (C) ativo imobilizado (D) ativo realizável a longo prazo (E) ativo não circulante mantido para venda.
BR 2014 Q28 - Na nomenclatura de Contabilidade de Custos, uma das classificações, que leva em conta a relação entre o valor total de um custo e o volume de atividade em uma unidade de tempo, segrega os custos e as despesas em fixos ou variáveis. Considerando-se os conceitos de custos e despesas fixas e variáveis, um exemplo de custo variável é (A) aluguel (B) conta telefônica da fábrica (C) mão de obra indireta (D) material direto (E) propaganda.
BR 2014 Q30 - Atualmente existe um consenso, no ambiente empresarial, de que o diferencial da empresa está intimamente ligado ao elemento humano, um fator crítico de sucesso. As organizações procuram estabelecer estratégias que evidenciem sua preocupação com o desenvolvimento de seu pessoal, o reconhecimento relativo ao seu desempenho, dentre outras. As estratégias de recursos humanos e as estratégias da organização, de maneira geral, devem estar correlacionadas. Isso ocorre porque a área de recursos humanos deve (A) estabelecer as diretrizes e a estrutura da organização, para que os empregados possam estabelecer seus planos de desenvolvimento profissional. (B) estruturar primeiramente as estratégias da sua área para que, posteriormente, as estratégias organizacionais sejam estabelecidas. (C) estabelecer as metas e os objetivos para o planejamento estratégico organizacional, em função dos recursos humanos disponíveis. (D) atuar como parceira estratégica da organização, encontrando meios consistentes para contribuir com o seu sucesso. (E) indicar equipes das diversas áreas da empresa para que estas possam implantar as estratégias por ela definidas.
BR 2014 Q31 - Um dirigente de uma empresa está preocupado com seu papel na empresa e com os resultados apresentados, que têm piorado bastante nos últimos meses. Isso tem feito com que ele se questione a respeito de seu estilo de liderança. Para resolver esse problema e melhorar o desempenho de sua organização, ele contratou um consultor que o orientou a adotar um estilo de liderança apoiador, cujas características são: (A) ter preocupação com o bem-estar de seus subordinados, sendo aberto e acessível a eles, tratando-os como iguais. (B) enfatizar a obediência às regras, às metas de desempenho e padrões de comportamento conforme estabelecido. (C) encorajar as discussões em grupo, não consultando os subordinados para tomar as decisões, porém permitindo que os subordinados deem suas sugestões e opiniões. (D) fixar as diretrizes para os subordinados sem a participação destes, providenciando as técnicas e orientação para a execução das tarefas. (E) dar liberdade completa aos subordinados para as decisões do grupo ou mesmo individuais, com a participação mínima do líder.
BR 2014 Q32 - Uma empresa do setor agroindustrial, visando a aumentar a produtividade de seus empregados, resolveu adotar alguns programas institucionais para melhorar a sua relação com eles. Um dos programas utilizados pela empresa, para atingir esse objetivo, foi o programa “Reuniões com a Presidência e Direção”, em que o presidente e a direção da empresa respondiam a perguntas feitas diretamente pelos funcionários. Esse tipo de programa tem como objetivo, na relação da empresa com seus empregados, estabelecer a (A) demissão voluntária (B) avaliação de desempenho (C) competição entre os empregados (D) estrutura de poder (E) comunicação ascendente.
BR 2014 Q33 - Uma empresa que atua prestando assessoria a outras empresas constatou que precisava fazer a gestão de desempenho de seus empregados tendo em vista que era necessário que estes estivessem bem treinados nas atividades realizadas e que se capacitassem cada vez mais para acompanhar os planos de expansão da empresa. Assim, decidiu iniciar um programa de avaliação dos empregados. Para que possa surtir os efeitos positivos esperados pela organização, é necessário que esse programa (A) seja elaborado pelos próprios empregados que definirão quais os critérios e parâmetros pelos quais serão avaliados. (B) tenha seus critérios e parâmetros conhecidos somente pelos superiores hierárquicos porque a avaliação de desempenho é confidencial. (C) realize a avaliação pontualmente quando houver alguma reclamação em relação ao desempenho do empregado. (D) contemple apenas os aspectos técnicos referentes às atividades realizadas pelos empregados. (E) esteja alinhado aos objetivos e metas, ao direcionamento estratégico, missão e princípios existentes na empresa.
BR 2014 Q34 - Uma empresa de projetos tem várias atividades que são compartilhadas por diversas áreas nas quais as equipes dos projetos utilizam as mesmas pessoas que pertencem aos setores funcionais. Isso significa que muitos dos serviços, atividades ou funções são compartilhados por diferentes áreas. Embora essa estrutura exija um nível de confiança mútua, ela possibilita maior versatilidade e otimização dos recursos humanos. A estrutura organizacional utilizada por essa empresa, considerando-se as características apresentadas, é a (A) funcional (B) departamental (C) matricial (D) linear - staff (E) divisional.
BR 2014 Q35 - Uma empresa do setor de tecnologia está buscando um profissional que esteja atualizado com as novas tendências do e-commerce e que conheça bem as melhores práticas em tecnologia estratégica aplicada a esse tipo de negócio. O profissional a ser recrutado deverá, nos últimos três anos, ter trabalhado em empresas que prestam serviços no setor de comércio eletrônico, fazendo assessoria. Assim, a empresa, para atingir seu objetivo, deverá utilizar o recrutamento (A) externo, que possibilita a entrada de novas formas de pensar na organização, permitindo ampliar as competências já existentes. (B) misto, que possibilita o aproveitamento das competências existentes na empresa, sendo um tipo de recrutamento mais rápido. (C) via headhunter, que preenche a vaga existente com base no perfil dos colaboradores da própria empresa, efetuando o treinamento do profissional de acordo com a necessidade. (D) interno, que, embora tenha um custo maior do que os demais tipos de recrutamento, possibilita a motivação dos colaboradores. (E) eRecruitment, que utiliza a intranet e possibilita que todas as áreas da empresa tomem conhecimento da vaga, motivando os colaboradores da empresa, já que não divulga a vaga existente ao público externo.
BR 2014 Q36 - Uma empresa do setor automotivo está estruturando um plano de benefícios para seus empregados, visando a estimular o maior comprometimento no desempenho de suas funções e aumentando, assim, a produtividade. Os benefícios se caracterizam do seguinte modo: (A) constituem-se em meios pelos quais os empregados possam satisfazer as suas necessidades pessoais, e são estritamente de natureza legal. (B) podem ser classificados como legais ou espontâneos e representam uma forma de remuneração indireta. (C) abrangem os fatores assistenciais, visando a prover aos empregados condições de lazer, higiene mental e qualidade de vida. (D) visam a aumentar a rotatividade de pessoal e o absenteísmo, que são fatores fundamentais na produtividade da empresa. (E) devem ser totalmente financiados pela empresa, já que passam a fazer parte da remuneração direta do empregado.
BR 2014 Q37 - Uma empresa do setor de serviços pretende adotar algumas práticas gerenciais visando à motivação de seus empregados. Uma boa prática para motivar os empregados é (A) ter horário de trabalho fixo, estabelecido pelos superiores hierárquicos, porque isso faz com que o empregado saiba exatamente o horário de seu expediente. (B) propor novos desafios nas atividades realizadas pelos empregados, porque isso demonstra a confiança da empresa em sua capacidade. (C) definir equipes de trabalho, considerando os aspectos técnicos e ignorando os aspectos das afinidades, porque, dessa forma, os empregados sabem que todos são igualmente capazes. (D) mudar constantemente prioridades, porque isso estimula o empregado a estar sempre atento às novas formas de trabalho. (E) estabelecer atividades rotineiras, porque estas proporcionam maior segurança aos empregados.
BR 2014 Q38 - No cenário econômico atual, as organizações precisam ter diferenciais em relação aos seus concorrentes. Para que os diferenciais competitivos sejam desenvolvidos, as organizações procuram desenvolver suas competências essenciais ao negócio. As competências essenciais constituem-se no(a) (A) processo educacional de curto prazo, aplicado de maneira sistemática e organizada para que os empregados possam executar as atividades que exigem especialização. (B) conjunto de conhecimentos, habilidades, tecnologias, sistemas físicos, gerenciais e valores que geram um diferencial competitivo para as organizações. (C) novo modelo de seleção de pessoal que visa a identificar os melhores profissionais no mercado, dentro do seu setor de atuação para desenvolver práticas de gestão mais eficientes. (D) intensificação da eficiência administrativa, estabelecendo-se princípios e funções específicos, visando à padronização de procedimentos nos moldes do setor de atuação. (E) formação de talentos que se ocupa da especialização e do aperfeiçoamento dos procedimentos, sem considerar os aspectos psicossociais, conforme a abordagem mecanicista.
BR 2014 Q39 - O ambiente organizacional exige que as empresas aprendam rapidamente e que esse processo seja contínuo, de tal forma que a empresa possa desenvolver e reforçar a sua capacidade de desenvolver seu próprio futuro. Existem alguns componentes básicos que caracterizam as organizações de aprendizagem dentre os quais se encontra o(a) (A) sistema fechado (B) trabalho individualizado (C) concepção burocrática (D) abordagem mecanicista (E) visão partilhada construída pela equipe.
BR 2014 Q40 - Dois alunos do curso de Administração estavam conversando sobre os aspectos da cultura organizacional da instituição de ensino na qual estudam. O primeiro disse que a cultura organizacional consiste no conjunto de valores e crenças compartilhados entre o nível estratégico da organização e afirmou que os empregados dos demais níveis organizacionais, por estarem em posição de subordinação, não apresentam aspectos culturais para serem compartilhados na empresa. O segundo aluno explicou que a cultura organizacional abrange, além das normas formais, um conjunto de regras implícitas, que vinculam as atitudes tomadas pelos indivíduos na organização e que essa cultura envolve também um conjunto de pressupostos psicossociais. De acordo com o exposto acima, a análise da conversa entre os dois alunos permite afirmar que (A) ambos os alunos estão corretos em suas explicações sobre a cultura organizacional. (B) ambos os alunos estão errados em suas explicações sobre a cultura organizacional. (C) somente o primeiro aluno está correto na sua afirmação sobre o que constitui a cultura organizacional. (D) somente o segundo aluno está correto em sua explicação sobre os elementos que constituem a cultura organizacional. (E) somente o segundo aluno está errado em sua explicação sobre os elementos que constituem a cultura organizacional.
BR 2014 Q41 - Uma empresa está organizando as informações para iniciar seu planejamento estratégico para os próximos cinco anos. O consultor que orienta a organização nesse processo estabeleceu alguns elementos fundamentais que devem ser identificados para a elaboração do planejamento estratégico. Na primeira reunião com a equipe da empresa, o consultor solicitou que fossem identificadas as ameaças de novos entrantes. Essas ameaças consistem no(a) (A) estabelecimento do teto de preços imposto no mercado que limita o potencial do setor, havendo maior competição por clientes, em função do número maior de empresas. (B) domínio no mercado de poucas empresas fornecedoras que competem por diferenciação de seus produtos e de sua qualidade, provocando o aumento da competição por clientes. (C) grau de competitividade do mercado que é avaliado com base na capacidade de as empresas entrarem no mesmo mercado e concorrerem por clientes. (D) desempenho das empresas de um setor através da elevação dos preços ou da redução da qualidade, ocasionando um aumento na concorrência. (E) capacidade de os clientes forçarem os preços para baixo, exigindo melhor qualidade e jogando os concorrentes uns contra os outros, ameaçando a competitividade da empresa.
BR 2014 Q42 - O ambiente organizacional constitui-se de vários elementos em função das relações estabelecidas pela empresa com o ambiente em que atua. Dessa forma, pode-se subdividir esse ambiente, sob uma perspectiva mais geral, em três partes distintas, quais sejam: (A) a estrutura organizacional, que representa os níveis hierárquicos existentes na organização; os recursos humanos, que se constituem na força de trabalho que executa as atividades operacionais; e a tecnologia que a empresa utiliza nos seus processos produtivos e em seus sistemas gerenciais. (B) os níveis hierárquicos, que definem o poder decisório e o grau de autonomia dos empregados; o corpo gerencial, que é quem executa o plano estratégico da empresa, atuando como elemento motivador da força de trabalho; e a tecnologia, que representa o maquinário e equipamentos utilizados pela empresa em seus processos produtivos. (C) o ambiente interno, que inclui os fatores que sofrem um controle mais interno e direto da organização; o ambiente das tarefas, que se constitui nos fatores que interagem diretamente com a organização; e o ambiente externo, que inclui os fatores que podem influenciar as decisões estratégicas da organização. (D) os fornecedores, que representam os insumos do processo produtivo da organização; os clientes que adquirem as saídas do processamento realizado, estabelecendo a relação da empresa com o mercado; e os concorrentes que representam o ambiente macroeconômico no qual a empresa atua. (E) a dimensão social, que representa o mercado no qual a empresa opera; a dimensão tecnológica, que abrange os métodos de trabalho e maquinário e equipamentos utilizados pela empresa em seus processos produtivos; e a dimensão legal, que é o fator de restrição para a operação da empresa.
BR 2014 Q43 - Uma empresa do setor de energia, que deseja ampliar a sua participação no mercado, precisa identificar suas forças, fraquezas, oportunidades, ameaças e concorrentes que existem e que se constituem em desafios que deverão ser aproveitados ou enfrentados pela empresa, em função de seu objetivo. Um desses tipos de desafios está adequadamente descrito da seguinte forma: (A) as oportunidades são elementos do microambiente no qual a empresa atua e se refere às suas competências. (B) as forças se referem ao mercado e aos seus atores, que se constituem em elementos que pressionam a empresa. (C) as ameaças são os aspectos externos negativos que podem pôr em risco a vantagem competitiva da empresa. (D) as fraquezas se referem às empresas que atuam no mesmo setor e mercado, mas que não são concorrentes dessa empresa do setor de energia. (E) os concorrentes são as empresas dos diversos setores da economia que apresentam as melhores práticas do mercado.
BR 2014 Q44 - Uma empresa do setor de alimentação oferece ao mercado diversos produtos, porém tem observado que, nos últimos anos, o consumidor tem alterado seu padrão de consumo, buscando adotar uma postura mais consciente, em relação aos produtos que adquire, agregando à dieta alimentos mais saudáveis e incluindo produtos com menor conteúdo de gorduras e calorias. Para aproveitar essa oportunidade e conseguir maior fatia de mercado, a empresa decidiu segmentar o mercado. Essa segmentação de mercado tem como objetivo (A) reduzir o número de produtos ofertados ao mercado, restringindo o público-alvo, visando a aumentar o preço dos produtos. (B) identificar as características principais dos produtos comercializados pela empresa para limitar sua atuação no mercado. (C) classificar os tipos de produtos que são produzidos pela empresa para determinar a missão e os objetivos da organização que são divulgados no mercado. (D) subdividir o mercado maior em grupos menores, chamados de segmentos, que se tornam os mercados-alvo. (E) dar subsídios para que, após essa segmentação, seja feita uma pesquisa de mercado visando à identificação do público-alvo dos produtos ofertados pela empresa.
BR 2014 Q45 - Uma empresa, preocupada em conquistar maior fatia de mercado, contratou um consultor para elaborar sua estratégia de marketing. Ele disse que seria necessário elaborar um plano de ação para que a empresa pudesse alcançar o sucesso desejado. Ele também orientou a organização no que se relaciona à necessidade de compreender o ambiente mercadológico em que a empresa está inserida. Nessa orientação, o consultor explicou a necessidade de utilizar um conjunto de ferramentas para que a empresa possa alcançar seus objetivos de marketing. Constitui-se uma ferramenta de marketing (A) 2 C – Competência e Competitividade (B) 3 M – Mercado, Marca e Mix de Marketing (C) 4 P – Produto, Preço, Promoção e Praça (D) 5 S – Strategy, Sales, Support, Strengths e Supply (E) 5W2H – What, Why, Where, When, Who, How e How much.
BR 2014 Q46 - O setor de serviços hoje tem grande representatividade no mercado de trabalho e também na economia de muitos países. O processo de produção de um serviço é caracterizado como aberto porque tem um alto grau de interação com os clientes. Além disso, ele apresenta algumas características que o diferenciam de produto. Constitui-se em característica do serviço a seguinte propriedade: (A) intangibilidade, que é a padronização de processos na prestação de serviços de tal forma que o cliente possa perceber a uniformização no seu atendimento. (B) inseparabilidade, que é a mensuração do desempenho com pesquisa com clientes e utilização de canais de sugestões e reclamações, unindo a empresa e o cliente. (C) variabilidade, que é a utilização de ferramental, para mostrar a seus clientes que seus serviços são de qualidade, acrescentando evidências físicas a suas ofertas abstratas. (D) personalização, uma vez que os funcionários que prestam os serviços se mostram satisfeitos no atendimento aos clientes, possibilitando a continuidade no pós-venda. (E) perecibilidade, uma vez que não podem ser armazenados para venda ou uso posterior.
BR 2014 Q47 - Uma empresa do setor automobilístico pretende aumentar a sua participação no mercado, em 10% nos próximos 5 anos e, para isso, fez um levantamento referente aos principais problemas existentes na relação da empresa com os seus clientes. Para ajudar nesse processo, a empresa implantou um CRM cujo objetivo primordial é (A) fazer uma análise do poder de compra do cliente e do crescimento do mercado consumidor. (B) estabelecer a correlação de causa e efeito relativa a reclamações dos clientes. (C) melhorar os processos relativos à área comercial, desde a fase do planejamento de vendas. (D) intensificar a comercialização dos produtos da empresa através do comércio eletrônico. (E) buscar a satisfação total do cliente visando à antecipação de suas necessidades e desejos.
BR 2014 Q48 - Uma empresa do setor industrial quer melhorar sua imagem no mercado e, para isso, estabeleceu algumas diretrizes que visam a mostrar aos seus clientes e ao público, em geral, seu compromisso com a sociedade e com a preservação do planeta. Para que a empresa possa mostrar ao público seu compromisso com a responsabilidade social, ela deverá adotar, dentre outras, a seguinte ação: (A) utilizar recursos não renováveis em detrimento dos recursos renováveis em seu processo produtivo. (B) respeitar a diversidade humana e cultural dos colaboradores somente no país em que deseja melhorar sua imagem. (C) desconsiderar a inserção das comunidades locais nas atividades da empresa, preservando a sua cultura. (D) promover princípios do trabalho decente e da não discriminação em suas operações e nas relações com os públicos de interesse. (E) admitir, no seu corpo de funcionários, menores que estejam em situação de risco, para que possam sustentar-se.
BR 2014 Q49 - As empresas adotam várias práticas corporativas que buscam melhorar o relacionamento com seus empregados, o aumento da sua eficiência e a competitividade, dentre outros objetivos. Uma dessas práticas, especificamente, tem como objetivo estimular o ambiente interno da organização, promovendo maior comprometimento de todos e o fortalecimento dos laços internos. Essa prática é o(a) (A) Responsabilidade social (B) Governança corporativa (C) Gerenciamento de qualidade (D) Geração de valor (E) Endomarketing.
BR 2014 Q50 - Um profissional recém-contratado para a área de materiais de uma empresa do setor industrial mecânico, tem como primeira atividade estabelecer a classificação dos materiais existentes na empresa. Ele sabe que existem várias formas de classificação de materiais e que esta deve ser feita de acordo com a similaridade das características dos produtos. Estão classificados adequadamente os seguintes materiais: (A) Produtos acabados — são os materiais que não devem existir em estoque e para os quais não existem critérios de ressuprimento automático. (B) Materiais de importância operacional — são os materiais imprescindíveis ao funcionamento da empresa. (C) Materiais de estoque — são materiais de demanda imprevisível para os quais não são definidos parâmetros para o ressuprimento automático. (D) Materiais de não estoque — são materiais que estão sendo processados ao longo do processo produtivo da empresa. (E) Materiais críticos — são os materiais que poderão ser recondicionados, fabricados internamente ou comprados.
BR 2014 Q51 - As empresas de diferentes portes se utilizam de sistemas de informações gerenciais (SIG), com o objetivo de melhorar a qualidade de suas decisões. Um SIG é um(a) (A) sistema que tem como objetivo gerar informações para a resolução dos problemas organizacionais e a preparação da empresa para aumentar a sua competitividade no mercado. (B) sistema operacional que tem como objetivo centralizar as informações no nível institucional da organização. (C) sistema formado pelas informações do mercado e aquelas de natureza comercial da empresa, visando a decisões que assegurem a variabilidade da eficiência da empresa. (D) ferramenta gerencial, com base na tecnologia da informação, que permite a empresa controlar as variáveis do mercado no seu processo decisório. (E) plataforma tecnológica que propicia a extração de relatórios para acompanhar o processo produtivo e as vendas da empresa.
BR 2014 Q52 - Uma empresa do setor de varejo quer executar o seu plano de vendas, que foi elaborado com base no planejamento realizado pelo diretor de vendas. Para a elaboração desse plano de vendas, foi necessário avaliar o potencial de mercado, que é (A) a capacidade do mercado, de determinada área geográfica ou de um ramo de atividade, em absorver um determinado produto ou serviço. (B) a divisão do mercado em grupos de clientes com necessidades e preferências semelhantes, permitindo determinar o volume de vendas. (C) o recolhimento de informações a respeito do mercado em que a empresa atua, dos concorrentes e dos fornecedores. (D) um processo de análise e identificação de grupos de clientes com necessidades e preferências homogêneas. (E) uma análise microeconômica referente à lealdade à marca, que fixa o mercado em que a empresa atuará.
BR 2014 Q53 - Uma empresa que atua no mercado varejista implementou um sistema de gestão da qualidade visando à melhoria de seus processos. Para verificar se as rotinas desse sistema foram efetivamente implementadas e estão sendo realizadas segundo as políticas definidas, a empresa adotou uma ferramenta de gestão que é baseada na criação de equipes que farão a verificação in loco dos registros das atividades efetuadas referentes aos diversos processos da organização, segundo parâmetros estabelecidos previamente. Nesse contexto, a ferramenta de gestão utilizada pela empresa para atingir seu objetivo é a(o) (A) auditoria interna (B) sistema de comunicação interna (C) diagrama de Ishikawa (D) brainstorming (E) diagrama de causa e efeito.
BR 2014 Q54 - Uma empresa do setor de tecnologia da informação tem muitos clientes e está em franca expansão de seus negócios. Buscando otimizar seus recursos, decidiu operar segundo os princípios do gerenciamento de projetos, considerando cada um de seus contratos como um projeto. Um projeto caracteriza-se por ser um (A) evento de conclusão de cada etapa de um conjunto de atividades. (B) evento temporário com um objetivo predeterminado e bem definido. (C) conjunto de processos, documentos e regras para o desenvolvimento do trabalho. (D) conjunto de tarefas rotineiras de operação normal da empresa. (E) conjunto de documentos, protótipos e intangíveis relacionados a uma atividade.
BR 2014 Q64 - Um profissional realizou a análise de viabilidade econômico-financeira de um projeto de investimento que apresenta fluxo de caixa inicial negativo e todos os demais fluxos de caixa, futuros, positivos. Ele encontrou os seguintes resultados: Taxa Interna de Retorno (TIR) = 25% a.a.; Taxa Interna de Retorno Modificada (MTIR) = 17% a.a. Os resultados encontrados foram diferentes, porque ele (A) acertou ao considerar uma taxa de desconto igual em ambos os cálculos. (B) aplicou a MTIR quando não poderia tê-lo feito. (C) errou na conta efetuada, pois TIR = MTIR para esse tipo de fluxo. (D) usou um custo de capital diferente em cada um dos cálculos. (E) utilizou uma taxa de reinvestimento menor que a TIR.
BR 2014 Q65 - Na análise de demonstrações financeiras, cálculos como o do EBIT (LAJI ou LAJIR em português), do EBITDA (LAJIDA em português) e do NOPAT (LOLAI em português) são realizados com o intuito de conhecer, de forma mais aprofundada, a situação econômico-financeira de uma empresa. Dessa forma, o EBITDA poderá ser (A) impactado pelos impostos sobre vendas (B) impactado pelas despesas de juros (C) impactado pela amortização (D) menor que o NOPAT (E) menor que o EBIT.
BR 2014 Q67 - O grau de alavancagem total (GAT), com o qual uma empresa atua em seu mercado, é influenciado por determinadas estruturas de custos. Para encontrar o GAT de uma empresa, a relação entre o Grau de Alavancagem Operacional (GAO) e o Grau de Alavancagem Financeira (GAF) é (A) aditiva, referindo-se à estrutura financeira da empresa. (B) aditiva, mostrando o aumento do risco total para a empresa. (C) aditiva, evidenciando a elevação dos custos fixos da empresa. (D) multiplicativa, retratando a variação do lucro líquido da empresa. (E) multiplicativa, apresentando uma medida de risco para a empresa.
BR 2014 Q68 - No âmbito empresarial, umas das principais saídas resultantes do processo de orçamento empresarial são os planos orçamentários gerados. O plano que, por regra, direciona a construção dos demais planos e um exemplo de setor onde as empresas integrantes fugirão a essa regra são, respectivamente, (A) plano de custos indiretos de produção; setor de varejo (B) plano de vendas; setor de petróleo (C) plano de mão de obra direta; setor governamental (D) plano de materiais; setor de construção (E) plano de despesas comerciais; setor de mineração.
BR 2014 Q69 - A abordagem orçamentária beyond budgeting é relativamente recente e vai de encontro à abordagem orçamentária tradicional das empresas. Uma característica marcante da abordagem beyond budgeting é (A) apresentar metas inflexíveis. (B) relacionar remuneração de executivos com atingimento de metas. (C) gerar confiança no provimento de recursos quando necessários. (D) desestimular equipes a assumirem riscos. (E) possuir um processo decisório centralizado.
BR 2014 Q70 - As empresas, ao captarem recursos financeiros de terceiros, obrigam-se a respeitar o sistema de amortização financeiro contratado. Sob condições de prazo, taxa de juros e valor emprestado iguais, os sistemas Francês, SAC, Misto e Americano apresentam uma característica comum. Essa característica é a seguinte: (A) a amortização aumenta na mesma velocidade. (B) a primeira parcela contém o mesmo valor de juros. (C) as prestações são constantes. (D) as prestações são decrescentes. (E) o saldo devedor reduz na mesma velocidade.
PB 2014.2 Q21 - As organizações, buscando maior competitividade, compreenderam que os seus empregados, de maneira geral, são os elementos principais na conquista de novos mercados, de novos clientes e na expansão do negócio quando são bem geridos. Assim, vários são os mecanismos que as organizações passaram a utilizar com o objetivo de desenvolver seus empregados, adotando estratégias que os tornem mais produtivos. O processo de elaboração das estratégias para os recursos humanos (RH) das empresas exige que alguns requisitos básicos sejam atendidos. Fazem parte de tais requisitos que a(s) (A) estratégia seja elaborada pela área de RH e que a implantação fique a cargo do nível operacional, aumentando, assim, a produtividade. (B) área de RH aja com a colaboração de todos os empregados, e que as estratégias de recursos humanos estejam diretamente ligadas à estratégia corporativa. (C) responsabilidade pela elaboração e implantação das estratégias seja dos empregados operacionais, porque o objetivo é aumentar a sua capacitação. (D) estratégias sejam focadas na produção, porque o nível tático da empresa é que atua diretamente na execução das atividades. (E) estratégias sejam individualizadas, tendo em vista que cada ser humano é único e não se pode dar a ele um tratamento padronizado.
PB 2014.2 Q22 - O ambiente empresarial, de maneira geral, está cada vez mais competitivo, em função das constantes mudanças, sejam elas no ambiente macroeconômico, nas relações de trabalho, nas relações sociais ou mesmo na complexidade do ser humano. As empresas compreenderam que empregados pressionados, insatisfeitos ou desestimulados têm queda na sua produtividade, afetando significativamente o seu desempenho. Nos últimos anos, visando a promover a motivação e a produtividade dos empregados, as empresas têm implantado práticas que promovem a Qualidade de Vida no Trabalho (QVT). Os programas de QVT apresentam visões diferentes, de acordo com a cultura e objetivos das empresas. Uma das visões a respeito de QVT existente no mundo organizacional é (A) paternalista – cumpre as regras legais e outras que existem relativas às obrigações da empresa, com o objetivo de que o empregado perceba o comprometimento da empresa. (B) legalista – implementa práticas de trabalho com o objetivo de fazer com que o empregado se perceba como indivíduo e se sinta prestigiado em seu ambiente laboral. (C) estratégica – os programas implantados e as práticas institucionais são atrelados ao planejamento institucional e aos resultados desejados pela organização. (D) estrutural – as práticas implantadas têm o suporte das gerências existentes na empresa e são definidas pelas diferentes áreas da organização, atendendo às particularidades da área. (E) individualista – as práticas existentes na empresa são individualizadas e particularizadas de acordo com o perfil interpessoal do empregado, possibilitando o seu reconhecimento como indivíduo.
PB 2014.2 Q23 - As empresas lidam diariamente com diversas pessoas: empregados, clientes, fornecedores e diversos atores que, de alguma forma, mantêm contato com a empresa. Alguns desses atores têm maior interação com a empresa, como é o caso dos empregados. Em algumas ocasiões esse relacionamento passa por situações difíceis que interferem no desempenho do empregado, o que afeta também o desempenho da organização. Quando algum dos empregados passa por situações que afetam seu desempenho, o gestor deve (A) agir com defensividade e resistência, porque problemas pessoais não podem afetar o desempenho profissional. (B) procurar as razões pessoais dos problemas que estão interferindo no desempenho do empregado e atuar diretamente para eliminá-los. (C) ser tolerante com o empregado e tratá-lo de forma diferenciada, porque todos, em algum momento, também passarão por problemas. (D) fazer o empregado identificar o problema e, juntos, desenvolverem um plano de ação para corrigi-lo. (E) permitir que o empregado solucione os problemas no tempo que achar adequado, sem pressioná-lo e sem estabelecer prazo para isso.
PB 2014.2 Q24 - Um gestor de uma grande empresa atua em uma área em que existem muitos funcionários e muitas atividades diferentes que se integram para a produção do produto final. Na organização das atividades a serem realizadas com o objetivo de conseguir um bom desempenho para a sua área e manter um fluxo de comunicação e de produção eficientes, este gestor formará várias equipes que se integram. Para conseguir formar boas equipes e atingir os seus objetivos, o gestor deverá considerar que cada equipe (A) deverá ser monodisciplinar, porque isto trará uma diversidade de conhecimentos, possibilitando a integração das diferentes equipes. (B) será constituída livremente pelos funcionários, e cada um escolherá em qual equipe deseja trabalhar. (C) precisará ter sinergia, e seus membros integrarão seus conhecimentos e suas habilidades, para atingir os propósitos organizacionais. (D) possibilitará que cada membro, individualmente, estabeleça seus objetivos e metas, gerando, assim, o comprometimento de toda a equipe. (E) compartilhará a visão da organização, que se reflete nos objetivos e valores pessoais na busca pelos resultados individualizados.
PB 2014.2 Q25 - Um diretor de uma empresa que atua por projetos tem encontrado algumas dificuldades no relacionamento com suas equipes. Para resolver o problema e conseguir que os projetos sob sua responsabilidade fossem realizados dentro do tempo acordado e com a qualidade necessária, que é um dos diferenciais de sua empresa, contratou um consultor. O diagnóstico do consultor é que lhe falta liderança, fato identificado nas entrevistas realizadas com os seus funcionários. O diretor indagou, então, do consultor, quais seriam os tipos de liderança e as principais características de cada um deles, para que ele pudesse adequar-se ao estilo que considerasse mais apropriado ao seu perfil e ao seu trabalho. No estilo de liderança (A) democrática, as diretrizes, as formas de execução e as tarefas de cada um são debatidas e decididas pelo grupo, com o apoio e estímulo do líder. (B) autocrática, as formas de execução e as tarefas de cada um são decididas exclusivamente pelo grupo, sem a participação do líder. (C) liberal, o líder fixa as diretrizes, as formas de execução das tarefas e as atribuições de cada um no grupo. (D) participativa, o indivíduo está ligado ao líder como um meio de satisfazer suas necessidades ou de proteger seus interesses. (E) carismática, o líder informa sobre as decisões tomadas relativas às diretrizes estabelecidas e escuta atentamente as opiniões do grupo.
PB 2014.2 Q26 - Uma empresa do setor hospitalar está estruturando um sistema de avaliação de desempenho para que possa estimular os empregados e providenciar as ações necessárias de acordo com as evidências obtidas através da avaliação. Para que um sistema de avaliação de desempenho contribua positivamente para a melhoria do desempenho organizacional, é necessário que (A) a avaliação seja realizada pelo departamento de recursos humanos, que é o responsável pela admissão e demissão dos empregados. (B) o método utilizado seja o de autoavaliação, que possibilita a avaliação de 180º na organização. (C) o formulário utilizado seja informatizado, para que possibilite a divulgação dos resultados na organização através da intranet. (D) os resultados da avaliação sejam utilizados para a demissão de empregados com desempenho abaixo do esperado. (E) um trabalho de conscientização na organização seja realizado, pois a implantação desse processo requer técnica, treinamento e preparação.
PB 2014.2 Q27 - O mundo organizacional, apesar de utilizar vários recursos materiais para a conquista de maior competitividade no mercado, depende, em grande parte, das pessoas, para atingir suas metas e cumprir sua missão. Com essa constatação, as organizações passaram a se ocupar mais com o desenvolvimento de seus empregados, buscando maior eficiência, produtividade e competitividade. A própria nomenclatura acompanhou a mudança: com uma concepção fundamentada em uma visão mais complexa, passou-se de recursos humanos para parceria. Na visão de parceria, os empregados de uma empresa passam a (A) investir seu tempo, sua dedicação, sua responsabilidade e seu comprometimento, na organização, com expectativa de retornos profissionais e pessoais. (B) dedicar seu tempo às atividades da empresa, melhorando seu desempenho isoladamente, na expectativa de recompensas monetárias. (C) aumentar seu grau de especialização nas atividades que executam em seus cargos, com a expectativa de se manterem na empresa. (D) ter maior dependência da chefia direta, que é a responsável pela definição do seu desenvolvimento dentro da organização. (E) ter suas atividades determinadas por normas e regras que devem ser seguidas indiscriminadamente.
PB 2014.2 Q28 - Dois empreendedores estavam conversando sobre algumas questões relativas à gestão de suas empresas. Um deles estava explicando ao outro que a remuneração do empregado consistia em seu salário mais a carga tributária referente ao salário, que compõe o custo total do empregado para a empresa. A explicação do empreendedor relativa à remuneração dos empregados está <b>ERRADA<\b>, porque a (A) carga tributária relativa aos salários pagos pelas empresas não compõe o custo do empregado para a empresa. (B) remuneração do empregado consiste somente no salário que lhe é pago, já que o pagamento dos tributos é uma obrigação legal da empresa. (C) remuneração do empregado se refere somente aos benefícios que a empresa lhe concede voluntariamente. (D) remuneração do empregado inclui o salário e benefícios agregados que a empresa dá em reconhecimento ao seu valor como empregado. (E) remuneração do empregado se refere à participação nos lucros da empresa e independe do salário recebido pelo empregado.
PB 2014.2 Q29 - Uma empresa do setor alimentício está elaborando um plano para seus empregados com o objetivo de motivá-los. O plano será direcionado para o nível gerencial da empresa, e a prática empresarial que poderá contribuir para a motivação dos empregados é (A) estabelecer como parâmetro para os salários que serão pagos aos empregados a média de mercado no setor. (B) delegar responsabilidades aos empregados, enfatizando, na gestão, a comunicação transparente. (C) centralizar as decisões no nível estratégico, delegando ao nível gerencial a execução das atividades. (D) incentivar a permanência dos empregados nos mesmos cargos ao longo do tempo, porque isso melhora o seu desempenho. (E) contratar pessoas de fora da organização para ocupar os cargos mais altos da hierarquia.
PB 2014.2 Q30 - Algumas empresas têm aspectos culturais que possibilitam o incentivo ao aprendizado organizacional; outras dificultam esse aprendizado. Constitui-se em um aspecto dominante na empresa que facilita o aprendizado organizacional (A) o fluxo de informações top-down. (B) a visão voltada essencialmente para a obtenção de lucro. (C) a competição individualizada. (D) as atividades voltadas com ênfase para a resolução de problemas. (E) as experiências compartilhadas na busca pela melhoria.
PB 2014.2 Q31 - Ao longo do tempo, o capital intelectual conquistou um papel de destaque no desenvolvimento das organizações. As empresas mais modernas e bem sucedidas, com o objetivo de desenvolver seus empregados, fazem uso de diferentes práticas, objetivando permitir que o empregado (A) adote uma concepção racionalista de seu desempenho, com foco nas atividades técnicas e operacionais. (B) amplie a sua visão, focando na carreira e nos cargos que poderão ser ocupados por ele a médio e a longo prazos. (C) tenha foco no presente e nos objetivos de curto prazo, centralizando suas ações no âmbito da empresa. (D) tenha uma visão focada essencialmente nas suas atividades atuais, visando ao seu desempenho individual. (E) desempenhe suas atividades com base nos princípios da divisão do trabalho e da unidade de comando.
PB 2014.2 Q32 - Uma empresa do setor de energia está passando por uma reestruturação para que possa tornar-se mais competitiva e ágil em relação às demandas do mercado em que atua. O consultor que está conduzindo esse processo identificou alguns elementos que dificultam as mudanças. Esses elementos compõem a cultura organizacional. A cultura organizacional é composta por três níveis: (A) a estrutura organizacional, o porte da empresa e o setor em que atua. (B) o porte da empresa, o mercado em que atua e o seu público-alvo. (C) os membros da organização, o mercado em que a empresa atua e o seu público-alvo. (D) os membros da organização, os valores compartilhados e os seus clientes. (E) os artefatos, os valores compartilhados e os pressupostos básicos.
PB 2014.2 Q33 - A Tabela foi elaborada por um instituto de pesquisa, a pedido de uma rede de lojas de conveniência estabelecida em postos de gasolina em um país da América do Sul. O objetivo da pesquisa foi relacionar a participação das mulheres na população economicamente ativa (PEA) com as despesas da família em alimentação. Com base nos dados apurados, a direção da rede deverá (A) ampliar o mix de produtos com carnes, legumes e outros alimentos perecíveis. (B) aumentar a oferta de produtos congelados, como massas e salgados pré-assados. (C) diminuir o preço dos produtos, especialmente bebidas alcoólicas e refrigerantes. (D) investir em propagandas institucionais, em redes nacionais de rádio e televisão. (E) promover a venda casada de produtos de perfumaria e higiene pessoal.
PB 2014.2 Q34 - No mercado competitivo atual, é difícil alcançar a liderança (regional ou global) sem constituir alianças com empresas locais ou multinacionais. Qual das afirmativas abaixo NÃO descreve as características ou estruturas dessas alianças estratégicas? (A) Alianças bem gerenciadas permitem obter um impacto menor nas vendas, em função do custo maior de suas operações em mercados diversos. (B) Ao atuar em mercados internacionais, as organizações buscam parceiros que possam complementar suas forças e compensar suas fraquezas. (C) Muitas alianças estratégicas referem-se à área de marketing no desenvolvimento, na promoção, na logística e no preço dos produtos. (D) O ato de fazer negócios com outro país pode exigir o licenciamento de produtos e a formação de uma joint-venture com uma empresa local. (E) Para manter prósperas suas alianças, as corporações começaram a desenvolver estruturas organizacionais de apoio.
PB 2014.2 Q35 - Na reunião do planejamento estratégico para o próximo ano, a diretoria apresentou o Quadro ao lado, que separa os grupos de clientes da organização em relação à lucratividade potencial e à fidelidade projetada. A estratégia correta a ser adotada para o seu respectivo grupo é (A) abrir mão da relação comercial com os clientes do grupo 1. (B) aumentar a lucratividade nas relações com o grupo 4. (C) dar prêmios valiosos para os clientes do grupo 1. (D) fazer contínuos investimentos para encantar os clientes do grupo 3. (E) não investir nada no tipo de cliente do grupo 2.
PB 2014.2 Q36 - Em uma palestra para executivos brasileiros, um renomado consultor internacional descreveu as seguintes características, ao abordar a maneira como uma grande corporação é administrada atualmente: 1. A empresa tem diversos negócios isolados, ou um conjunto de negócios relacionados, que podem ser planejados separadamente. 2. Cada negócio tem seu próprio grupo de concorrentes. 3. A empresa tem um gerente responsável pelo planejamento estratégico e pelo desempenho de cada área, a quem cabe o controle da maioria dos fatores que afetam os lucros. Essas características referem-se às (A) fases do ciclo de vida dos produtos (B) forças e fraquezas competitivas (C) oportunidades e ameaças organizacionais (D) perspectivas estratégicas corporativas (E) unidades estratégicas de negócios.
PB 2014.2 Q37 - Uma indústria que adotou, no último ano, um sistema de distribuição por multicanais percebe que vem perdendo o controle dos processos mercadológicos, principalmente em relação à exposição dos seus produtos nas gôndolas dos canais e ao volume baixo de vendas dos seus intermediários. Ela pode precaver-se dessa desvantagem utilizando ferramentas de (A) comunicação interna (B) marketing direto (C) distribuição própria (D) promoção nos pontos de vendas (E) relações públicas.
PB 2014.2 Q38 - Além de atrair e reter os consumidores, uma boa gestão pode aumentar a participação das compras, no curto prazo, em cada uma de suas categorias de produto. Uma ação para aumentar essa participação do cliente é (A) ampliar o número de pontos de vendas e reforçar o apoio aos diversos intermediários nos canais. (B) aumentar os investimentos em propaganda institucional, fortalecendo a imagem da organização. (C) estabelecer descontos nas compras à vista nos produtos mais vendidos em cada categoria. (D) promover para os clientes em potencial a combinação de ofertas entre produtos que se complementam. (E) treinar a equipe para realizar vendas incrementais com o intuito de negociar mais produtos com os atuais clientes.
PB 2014.2 Q39 - A estratégia organizacional deve levar em conta as tendências e forças que mudam o cenário competitivo, de tempos em tempos. Nesse sentido, os gestores devem analisar os fatores que compõem o cenário competitivo atual. Nesse contexto, qual dos fatores identificados está INCORRETO? (A) As ações de marketing também se tornaram um elemento importante na estratégia das organizações sem fins lucrativos. (B) As empresas sofrem pressões para assumir uma responsabilidade maior pelos impactos ambientais e sociais de suas ações. (C) Em um mundo cada vez menor, muitas empresas estão conectadas globalmente com seus clientes e parceiros de negócios. (D) Empresas de todos os tipos estão evitando o mercado internacional para não esbarrarem com a concorrência global. (E) Os avanços nas áreas das telecomunicações, da informação e outras tecnologias criam novas maneiras de aprender sobre os clientes e de rastreá-los.
PB 2014.2 Q40 - João Pedro participa de um processo seletivo para uma empresa do setor energético. Ele pesquisa informações no site da organização para se preparar para sua entrevista de emprego. Lá, João Pedro lê alguns componentes da estratégia dessa empresa, entre os quais os valores organizacionais, que incluem o(a) (A) respeito pelos colegas de trabalho e a ética nas relações com os clientes. (B) objetivo de ser referência no setor energético daqui a cinco anos. (C) missão de movimentar as empresas e os lares das famílias. (D) economia, a política, a regulação do setor e os aspectos ambientais. (E) clima organizacional, o departamento de pessoal e o setor de recursos humanos.
PB 2014.2 Q41 - Um analista foi designado para calcular o valor presente de um determinado fluxo futuro de caixa mensal positivo constante gerado por um ativo de uma empresa. Por ser ainda pouco experiente, o analista não estava seguro quanto ao prazo de geração de caixa desse ativo e resolveu considerar um prazo infinito de meses. Considerando que a empresa possui uma taxa de desconto mensal (custo de capital) maior que zero, o analista encontrará um valor presente para o ativo igual (A) a zero (B) a infinito (C) ao valor do primeiro fluxo de caixa (D) a soma dos valores de todos os fluxos (E) ao valor de qualquer um dos fluxos dividido pela taxa.
PB 2014.2 Q44 - Uma empresa de grande porte, que atua sob o regime de tributação com base no lucro real, está elaborando seu orçamento de longo prazo, e os gestores envolvidos nesse processo estão debatendo a importância estratégica do custo de capital para a empresa. Nesse contexto, endividar-se (A) pode ser bom para o custo de capital. (B) reduz a alavancagem operacional. (C) mantém a alavancagem operacional. (D) reduz a alavancagem financeira. (E) mantém a alavancagem financeira.
PB 2014.2 Q45 - O orçamento empresarial pode ser entendido como a expressão quantitativa de um plano de ação futuro da administração para um determinado período. O processo de orçamento empresarial pode utilizar-se de algumas abordagens, como, por exemplo, a “Beyond Budgeting”, que possui algumas características marcantes. Uma dessas características é (A) apresentar metas fixas para os gestores. (B) apresentar um processo decisório centralizado. (C) desestimular as equipes a assumirem riscos. (D) ser semelhante ao orçamento tradicional. (E) prover os recursos quando forem necessários.
PB 2014.2 Q46 - Alguns ativos e passivos circulantes do Balanço Patrimonial de uma empresa possuem características específicas que os identificam como sendo contas patrimoniais operacionais. O capital de giro operacional líquido de uma empresa não costuma ser constante, podendo variar, por exemplo, mensalmente. Quanto à variação mensal do capital de giro operacional líquido, sendo não nula, no mês em análise, ela sempre (A) implicará novos financiamentos. (B) implicará novos investimentos. (C) impactará o caixa da empresa. (D) resultará em um valor positivo. (E) resultará em um valor negativo.
PB 2014.2 Q51 - Uma empresa possui um novo produto para o qual o mercado tem tamanho limitado. Além disso, grande parte dos consumidores conhece o produto e está disposta a pagar um preço alto por ele, e a concorrência potencial não é significativa. Limitado a trabalhar apenas com as variáveis preço e promoção, o gerente de marketing dessa empresa deve lançar o novo produto utilizando a estratégia de (A) diversificação (B) skimming lento (C) penetração rápida (D) integração vertical (E) desenvolvimento de retorno.
PB 2014.2 Q52 - Os consumidores sabem que devem esperar variações na prestação de serviços de um prestador para o outro. Até mesmo por parte do mesmo prestador há variações nas prestações de serviços, afinal, uma das características dos serviços é a heterogeneidade. A diferença entre os níveis de serviço desejado pelo consumidor e aquele que ele considera adequado é denominada (A) intangibilidade (B) expectativa ideal (C) zona de tolerância (D) promessa explícita (E) intensificador transitório .
PB 2014.2 Q53 - O gerente de uma empresa deseja definir qual o número ótimo de vendedores para um determinado território cuja previsão anual de vendas é da ordem de R$ 3.000.000,00. Dados da empresa mostram que a produtividade mínima desejável por vendedor é de R$ 200.000,00, e o turnover anual de vendedores na empresa é de 20%. Utilizando o método do potencial de vendas, o número ótimo de vendedores para a empresa é (A) 12 (B) 13 (C) 15 (D) 18 (E) 21.
PB 2014.2 Q54 - Frente a mercados cada vez mais globalizados, empresas locais encontram desafios significativos. Considere o caso de uma empresa local que contava com proteção governamental e passa a atuar em um mercado mais liberalizado como consequência de um acordo de integração econômica. Com as reformas realizadas no país e a abertura do mercado, essa empresa percebe que seus métodos produtivos são ineficientes, e seus produtos, ultrapassados, seus ativos competitivos são adequados somente à realidade anterior do mercado doméstico. Assim, a pressão para globalizar suas atividades elevou-se consideravelmente. Levando em conta as estratégias competitivas para empresas locais, a empresa apresentada é classificada como (A) dodger (B) heater (C) extensora (D) defensora (E) contendora.
PB 2014.2 Q55 - O gerente de marketing queria testar os produtos de consumo da empresa no mercado. Para tanto, ofereceu o produto a um grupo determinado de consumidores. Uma semana depois, ofereceu o produto novamente a um preço pouco mais baixo que o normal. Repetiu o mesmo procedimento por mais cinco semanas e registrou quantos clientes selecionaram novamente o produto da empresa e o nível de satisfação desses clientes. Esse método de teste de produto de consumo no mercado é denominado (A) pesquisa ininterrupta (B) mercado-teste simulado (C) mercado-teste controlado (D) simulação role playing selling (E) pesquisa de onda de vendas.
PB 2014.2 Q61 - No planejamento agregado da produção, os gestores da área de operações de uma empresa fabril desenvolvem planos de médio prazo sobre como produzirão seus produtos. O planejamento agregado, entendido como um processo, geralmente apresenta como primeira atividade (A) desenvolver esquemas de recursos alternativos. (B) escolher o melhor plano de produção. (C) prever vendas para cada produto. (D) totalizar as previsões em uma demanda agregada. (E) transformar a demanda agregada em recursos produtivos.
PB 2014.2 Q62 - A maioria dos métodos utilizados para o planejamento da produção considera a demanda como sendo fixa. No entanto, a cada período, o plano gerado é revisto para incorporar as informações de mercado mais recentes. As opções existentes para mudar os níveis de produção implicam custos relevantes, sendo o mais difícil de ser estimado o custo de (A) atraso de entregas (B) demissão de pessoal (C) horas extras (D) contratação de pessoal (E) subcontratações.
PB 2014.2 Q63 - Os fabricantes japoneses ajudaram a desmitificar a crença na existência da relação entre busca da qualidade e baixa produtividade. Eles mostraram ao mundo que, se o setor de produção faz certo da primeira vez e produz produtos e serviços sem defeitos, os desperdícios são (A) eliminados, e aumentam-se os custos. (B) eliminados, e reduzem-se os custos. (C) inexistentes, e mantêm-se os custos. (D) reduzidos, e aumentam-se os custos. (E) reduzidos, e mantêm-se os custos.
PB 2014.2 Q64 - A comunicação entre as partes de uma cadeia de suprimentos é de grande relevância; no entanto, certos tipos de informação podem gerar impactos em toda uma cadeia, gerando o conhecido “Efeito Chicote”. NÃO constitui uma causa desse efeito o(a) (A) alto custo de colocação do pedido (B) agrupamento de pedidos (C) racionamento de produtos (D) estabilidade de preços (E) previsão da demanda de longo prazo.
PB 2014.2 Q65 - Os gerentes de operações, quando adotam o planejamento das necessidades de materiais – MRP, fazem-no, dentre outros motivos, buscando melhorar o serviço ao cliente e reduzir investimentos em estoques. O sistema MRP apresenta entradas e saídas, e uma de suas saídas principais é o(a) (A) arquivo estrutura analítica do produto (B) arquivo lista de materiais (C) arquivo situação do estoque (D) programa mestre de produção (E) programação de pedidos.
LQ 2014.1 Q21 - Em termos históricos, a evolução dos conceitos de gestão de pessoas é um reflexo das transformações social, política e econômica de nosso país ao longo do último século. A esse respeito, pode-se afirmar que, em um determinado período, ocorreu a valorização das atividades de treinamento e desenvolvimento, dos cargos, dos salários e dos benefícios, uma vez que a mão de obra qualificada se mostrou escassa, em função do “milagre brasileiro” e do consequente avanço econômico e crescimento das organizações. Essa afirmação descreve os conceitos de gestão de pessoas valorizados no período compreendido de (A) 1890 a 1930 (B) 1930 a 1950 (C) 1950 a 1964 (D) 1964 a 1978 (E) 1980 a 1990.
LQ 2014.1 Q22 - A valorização do conhecimento como forma de vantagem competitiva das organizações fez com que o planejamento da gestão de pessoas modificasse seu foco das estratégias de controle para as estratégias de comprometimento. Essa mudança se instaura do seguinte modo: (A) a estrutura organizacional passou de totalmente hierarquizada e baseada na separação entre pensamento e ação para estruturas mais achatadas que unem o fazer e o pensar, como forma de empowerment. (B) a organização do trabalho mudou do trabalho enriquecido e desafiador para o trabalho especializado, monótono e repetitivo. (C) o sistema de controle mudou a ênfase de controle implícito da equipe para a ênfase nos controles explícitos do trabalho. (D) as carreiras que eram flexíveis e diferentes passaram a ser rígidas e especializadas. (E) as relações com sindicatos passaram do diálogo e da busca de convergência de interesses para o confronto baseado na divergência de interesses.
LQ 2014.1 Q23 - Uma empresa iniciou o cadastramento de parceiros para prover a todos os seus funcionários o benefício de acesso à academia de ginástica e clube de lazer. Considerando-se tal situação, essa empresa tem por objetivo prover benefício do tipo (A) assistencial (B) legal (C) mandatório (D) recreativo (E) supletivo.
LQ 2014.1 Q24 - As políticas de gestão de pessoas são fundamentais para guiar o desenvolvimento das atividades pelos colaboradores da organização. Nesse sentido, devem ser respeitados os seguintes conceitos e características nas práticas de gestão de pessoas, EXCETO: (A) clareza e simplicidade na definição e no entendimento das políticas, de forma a serem redigidas de modo inteligível a todos. (B) congruência na aplicação da política, de forma que cada nível e área recebam tratamento diferenciado em função de cada julgamento das situações. (C) estabilidade com um suficiente grau de permanência para evitar alterações muito grandes e seguidas. (D) flexibilidade como uma possibilidade de aceitar correções e adaptações sem perder a essência básica. (E) generalidade como a possibilidade de aplicação global e compreensiva para toda a organização.
LQ 2014.1 Q25 - As organizações desenvolvem políticas de gestão de pessoas que sejam adequadas a sua filosofia, cultura e necessidades. A respeito da política de remuneração, sua função essencial é estabelecer critérios de (A) admissão quanto a competências cognitivas, experiência e potencial de desenvolvimento. (B) auditoria permanente sobre aplicação e adequação das políticas e normas de gestão de pessoas junto à força de trabalho. (C) incentivo e participação nos lucros e resultados, alinhados às competências e ao desempenho. (D) planejamento, alocação e movimentação interna de pessoas, considerando o plano de carreiras e oportunidades futuras. (E) preparação, atualização e aperfeiçoamento da força de trabalho para o desenvolvimento de tarefas e atribuições.
LQ 2014.1 Q26 - O desenvolvimento do plano de carreira é fundamental na gestão de pessoas, pois visa a possibilitar crescimento dentro da estrutura organizacional. Para garantir o desenvolvimento do plano de carreira, é uma norma frequente entre algumas organizações (A) manter plano anual de capacitação com, no mínimo, 40 horas, para todos os colaboradores. (B) implementar ações de integração, como visitas técnicas, de novos colaboradores. (C) realizar avaliação de desempenho, no final do ano, incluindo autoavaliação. (D) admitir pessoas com escolaridade mínima de 2o grau. (E) promover, anualmente, no mínimo, 10% do quadro funcional.
LQ 2014.1 Q28 - No desenho de planos de cargos e salários, a correta definição de alguns conceitos mostra-se fundamental para seu pleno desenvolvimento, de forma a evitar erros e inadequações. Qual é a definição correta para o conceito de cargo? (A) É a posição que um assume em relação aos demais na estrutura de cargos, em consequência da avaliação ou classificação. (B) É a sequência ou disposição hierárquica estabelecida. (C) É o conjunto de atividades que cada indivíduo executa na organização, sendo singular, já que existe apenas um para cada pessoa na empresa. (D) É o conjunto de funções assemelhadas ou complementares, executadas por um ou mais indivíduos na organização, sendo plural, pois pode haver uma ou mais pessoas que o ocupem na mesma empresa. (E) Consiste nas exigências necessárias a que os indivíduos devem atender para o desempenho das atividades.
LQ 2014.1 Q29 - A realização das atividades de treinamento e desenvolvimento são parte fundamental da gestão de pessoas. Dentre as suas finalidades NÃO se encontra o objetivo de (A) aperfeiçoar a formação profissional das pessoas para que adquiram maior conhecimento em sua área de atuação. (B) contribuir para atrair e reter os profissionais talentosos. (C) estimular a competitividade entre superiores e subordinados, em função de futuras promoções para novos cargos mais desafiadores. (D) oferecer às pessoas desenvolvimento de competências, preparando-as para assumir novos cargos. (E) permitir ao colaborador a especialização em sua função, visando a otimizar resultados.
LQ 2014.1 Q30 - A avaliação de desempenho é um processo dinâmico, cuja implementação necessita de projeto detalhado em etapas sequenciais. A literatura indica algumas etapas visando à implementação da avaliação de desempenho, dentre as quais se destacam as seguintes: P – aplicação dos instrumentos e realização de entrevistas e reuniões; Q – criação de programa de sensibilização, elaboração de cursos, manuais e instrumentos; R – definição de objetivos e integração da gestão do desempenho no planejamento estratégico; S – manutenção (anual, semestral) e acompanhamento dos resultados; T – sensibilização e capacitação de avaliadores e avaliados (todo corpo funcional); U – tratamento dos dados e preparação de relatórios sobre o desempenho organizacional. A sequência apropriada de etapas, visando à adequada implementação da avaliação de desempenho, é: (A) P, Q, R, S, T, U (B) Q, T, P, R, S, U (C) R, Q, T, P, U, S (D) T, R, S, P, U, Q (E) U, P, R, S, Q, T.
LQ 2014.1 Q31 - A construção de um plano de remuneração deve levar em consideração critérios e aspectos que permitam atender e conciliar, simultaneamente, as necessidades das pessoas e das organizações. Qual dos aspectos a seguir NÃO permite esse atendimento e essa conciliação? (A) Criação de equilíbrio interno e externo, tanto em cargos do mesmo nível como em cargos comparados em outras organizações. (B) Composição por remuneração fixa, em partes fixas ou totalmente variáveis. (C) Valorização do desempenho ou do tempo de trabalho na organização. (D) Decisão sobre remuneração abaixo, na média ou acima do mercado, com base em pesquisas salariais. (E) Manutenção da descentralização nas decisões salariais, mesmo em organizações com baixa maturidade.
LQ 2014.1 Q32 - Uma empresa está trabalhando no desenvolvimento de programas de treinamento e desenvolvimento. Para tal, precisa decidir se deve convocar seus instrutores, ou se deve contratar professores considerando que estes desempenham funções diferentes. Das funções essenciais de um instrutor, uma delas é (A) desenvolver o processo de ensino-aprendizagem, com foco em competências e mudanças de comportamento nos treinandos. (B) elaborar seus próprios planejamentos didáticos, por meio de planos de aula, apostilas e demais materiais, de acordo com sua conveniência. (C) desenvolver cursos e materiais didáticos independentemente de novas tecnologias educacionais. (D) estabelecer uma relação vertical com o grupo, valorizando as titulações acadêmicas. (E) propiciar e estimular um ambiente formal de sala de aula.
LQ 2014.1 Q33 - Considere-se o layout da imagem apresentada. Esse layout é do tipo (A) envolvente (B) panorâmico (C) em corredor (D) em espaço aberto (E) estação de trabalho.
LQ 2014.1 Q34 - Aos administradores são atribuídos diferentes papéis, quando se considera o desenvolvimento da Teoria Geral da Administração. Dentre esses papéis, há aquele no qual são atribuídos ao administrador o desenvolvimento e a manutenção de uma teia de relações e contatos com o exterior. Esse papel permite o intercâmbio de informações, o acompanhamento e a construção de coalizões e alianças. Esse papel que foi descrito é definido como (A) elemento de ligação (B) empreendedor (C) líder (D) símbolo (E) solucionador de conflitos.
LQ 2014.1 Q35 - Um gerente precisa analisar uma situação inadequada de relacionamento no ambiente de trabalho, de forma a lidar com uma doença desenvolvida por um dos funcionários, em função de uma situação mal gerenciada. O relatório apresenta a seguinte descrição: um funcionário do setor de vendas mostra-se com frequentes debilidades física e psicológica, implicando ausências frequentes e reações desmesuradas a estímulos provocados em situações de maior pressão. Mostra-se menos capaz de suportar a sobrecarga crescente, apesar de seus esforços, o que contribui para o agravamento do quadro de rompimento com o equilíbrio biopsicossocial e de queda de produtividade. A descrição aponta para a doença conhecida como (A) alcoolismo e drogadição (B) depressão (C) dort / LER (D) estresse ou distress (E) síndrome de burnout.
LQ 2014.1 Q36 - Os funcionários do setor de informática realizavam, voluntariamente, cerca de 8 horas de treinamento em internet para pessoas idosas da comunidade onde a empresa estava inserida. Ao perceber os benefícios de tal atividade, a empresa decidiu dar uma gratificação simbólica a tais funcionários. A partir de então, eles começaram a desinteressar-se pelas atividades, deixando de considerá-las divertidas ou engrandecedoras. Qual teoria contemporânea de motivação explica o recente desinteresse? (A) Teoria da aprendizagem social (B) Teoria da avaliação cognitiva (C) Teoria da equidade (D) Teoria do estabelecimento de objetivos (E) Teoria do reforço.
LQ 2014.1 Q37 - O Diretor de Recursos Humanos, ao aprender sobre as diferentes teorias motivacionais clássicas e contemporâneas, descobriu que é possível definir um conjunto de orientações e ações que devem ser utilizadas no sentido de motivar os funcionários da empresa. Nessas circunstâncias, sua equipe listou várias ações, dentre as quais a seguinte orientação ou ação NÃO é adequada para a motivação desses funcionários: (A) compreender que os funcionários têm necessidades diferentes. (B) permitir participação dos funcionários somente em decisões que não os afetem. (C) reconhecer as diferenças individuais. (D) utilizar objetivos e feedback. (E) vincular as recompensas ao desempenho.
LQ 2014.1 Q38 - Maria é dona de um restaurante e procura adotar diferentes estilos de liderança em função do nível de prontidão de seus funcionários. Recentemente, ela teve de dar orientações claras e específicas para o funcionário do caixa, que, embora estivesse motivado, apresentava certa incapacidade para realizar sua tarefa. Ao mesmo tempo, ela teve de ser apoiadora e participativa com dois garçons que sempre foram bastante capazes, porém estavam desmotivados. Qual teoria explica a liderança de Maria? (A) Teoria Comportamental (B) Modelo Contingencial de Fiedler (C) Teoria da Liderança Situacional (D) Teoria do Caminho (E) Teoria dos Traços.
LQ 2014.1 Q39 - A teoria geral da administração, por um lado, define as funções do administrador (planejar, organizar, dirigir e controlar) e, por outro, apresenta as áreas funcionais de atuação dos administradores (operações, marketing, finanças e recursos humanos). A qual combinação função-área se refere o exemplo de um administrador que atue na definição dos parâmetros de produção agregada e do layout das instalações? (A) direção – recursos humanos (B) planejamento – operações (C) organização – marketing (D) planejamento – finanças (E) direção – operações.
LQ 2014.1 Q40 - As ações de medicina ocupacional visam à adaptação do empregado à sua função e à prevenção de qualquer dano à saúde. Dentre essas ações, destaca-se aquela voltada à organização e à avaliação de dados de morbidade e mortalidade, investigando todas as possíveis relações com as atividades profissionais da organização. A situação descrita está relacionada ao desenvolvimento de ações de (A) atendimento de emergência (B) estatística médica (C) exames periódicos (D) programas de reabilitação (E) treinamento dos empregados.
LQ 2014.1 Q41 - Dado que o índice de preços IGP-M medido pela FGV apresentou os valores de 1301,8952 e 1339,0302 para os meses de janeiro e abril de 2014, respectivamente, qual a inflação acumulada (aproximada) refletida nesse período pelo IGP-M? (A) 0,124% (B) 0,713% (C) 0,95% (D) 2,554% (E) 2,852%.
LQ 2014.1 Q43 - Uma empresa de consultoria, especializada em projetos de implantação de sistemas de pequeno porte, está iniciando sua operação e, por prestar um serviço de complexidade intelectual, está com dificuldade em definir os preços de suas propostas a serem entregues nos processos de prospecção de projetos. Isso ocorre porque serviços baseados em capital intelectual ou em tecnologia tendem a exigir preços mais específicos, sendo difícil especificar todos os componentes do preço. Considerando-se essa situação, a indicação adequada a esse contexto é os gestores dessa empresa aplicarem (A) orçamentos cruzados (B) as 5 forças de Porter (C) modelo de precificação de Gordon (D) diagnóstico sistêmico (E) método Price-Cap (método preço-teto).
LQ 2014.1 Q47 - Considerando os princípios básicos da análise de investimentos, um projeto deve ser analisado, econômica e financeiramente, a uma determinada taxa de juros. O valor dessa taxa deve ser igual ao da taxa (A) de financiamento de mercado de curto prazo (B) de financiamento de mercado de longo prazo (C) de aplicação de recursos da empresa (custo de oportunidade) (D) Selic (E) cambial do dia.
LQ 2014.1 Q49 - Uma gerente do Departamento de Recursos Humanos da empresa X S/A é concitada a convencer os empregados da empresa a realizar trabalhos aos sábados e aos domingos, bem como a estabelecer o período entre essas duas jornadas. Nesse contexto, nos termos da Consolidação das Leis do Trabalho, essa empresa deve respeitar a seguinte determinação: (A) havendo necessidade especial, os empregados poderão trabalhar sem intervalo por período máximo de três dias. (B) nos sábados, por determinação da Lei, a remuneração será arbitrada pelo empregador. (C) entre duas jornadas de trabalho, haverá um período mínimo de onze horas consecutivas para descanso. (D) será assegurado a todo empregado um descanso semanal de 24 (vinte e quatro) horas consecutivas, o qual será no domingo. (E) nos dias de feriados nacionais não haverá trabalho em qualquer área.
LQ 2014.1 Q50 - Na medida em que não se permite o uso de algemas de forma indiscriminada, somente admitindo-se a sua utilização em casos excepcionais, está sendo efetivada a proteção contra o(a) (A) direito de crença (B) livre locomoção (C) liberdade de manifestação (D) tratamento desumano (E) inviolabilidade do domicílio.
LQ 2014.1 Q51 - Na medida em que é editada uma lei, regularmente votada pelo Congresso Nacional, a qual protege as pessoas com certo grau de deficiência física, ofertando oportunidades de inserção no mercado de trabalho, está sendo realizado o princípio da (A) cidadania (B) organização (C) proteção (D) democracia (E) república.
LQ 2014.1 Q52 - A possibilidade da quebra do sigilo das comunicações pessoais é possível, segundo a Constituição, por força de autorização judicial. No campo desse tema, a regra geral de proibição de acesso às comunicações, está-se protegendo o direito à (A) liberdade (B) culpabilidade (C) competência (D) igualdade (E) intimidade.
LQ 2014.1 Q53 - Beto é gerente da empresa Mai Ltda. e pretende realizar diversas aquisições de material. Para isso, usa os critérios que apreendeu ao estudar o rito licitatório utilizado pelo Estado, com o fito de buscar o melhor preço. Assim, busca adquirir, de início, bens de pequeno valor, também utilizando o critério da Lei de licitações. Nesse caso, em observância à Lei de licitações a modalidade aplicável seria o(a) (A) convite (B) leilão (C) concurso (D) concorrência (E) tomada de preços.
LQ 2014.1 Q54 - A União verifica que está ocorrendo falta de gás e gasolina no mercado, motivada por crise instaurada no Oriente Médio a qual impede a exportação desses bens para fornecimento a indústrias e pessoas no Brasil. Diante dessa circunstância, pode contratar livremente com os fornecedores. De acordo com a Lei de licitações, essa dispensa é motivada por intervenção (A) na propriedade privada (B) no domínio econômico (C) nos preços administrados (D) nas indústrias nacionais (E) internacional mercantil.
LQ 2014.1 Q55 - Dentre os documentos específicos de regularidade fiscal e trabalhista, a Lei de licitações exige certidão específica de regularização perante o (A) Fundo Programa de Integração Social (Fundo PIS) (B) Fundo Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Fundo PASEP) (C) Fundo de Previdência Público (FPP) (D) Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) (E) Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza (FCEP).
LQ 2014.1 Q56 - A ameaça de entrada de uma empresa em uma indústria depende de suas barreiras de entrada, combinadas à reação dos concorrentes em atuação. Uma fonte principal de barreira de entrada, que se refere aos declínios nos custos unitários de um produto à medida que o volume absoluto por período aumenta, é conhecida como (A) acesso aos canais de distribuição (B) diferenciação de produto (C) necessidade de capital (D) economias de escala (E) custos de mudança.
LQ 2014.1 Q57 - As barreiras de saída e de entrada são conceitualmente distintas, no entanto seu nível de interação é um conhecimento importante para a análise de uma indústria. O melhor caso, no que concerne aos lucros da indústria, é aquele em que as barreiras de entrada são (A) altas, mas as de saída são baixas. (B) altas, assim como as de saída. (C) baixas, mas as de saída são altas. (D) baixas, assim como as de saída. (E) baixas, mas as de saída são intransponíveis.
LQ 2014.1 Q58 - Uma empresa que planeja entrar em um novo mercado está definindo sua abordagem estratégica para os seus primeiros quinze anos de atuação. Seu alvo está no âmbito de toda a sua indústria, e ela busca como vantagem a unicidade observada pelo cliente. A estratégia genérica apropriada para essa empresa é a conhecida como (A) diferenciação (B) liderança no custo total (C) enfoque em diferenciação (D) enfoque em baixo custo (E) meio-termo.
LQ 2014.1 Q59 - Uma empresa constitui uma reunião de atividades executadas com o objetivo de projetar seu produto, produzi-lo, comercializá-lo, entregá-lo e sustentá-lo. Essas atividades podem ser representadas utilizando-se de uma cadeia de valores, que as divide em atividades primárias e atividades de apoio. Um exemplo de atividade primária é (A) aquisição (B) desenvolvimento de tecnologia (C) gerência de recursos humanos (D) infraestrutura da empresa (E) logística externa.
LQ 2014.1 Q60 - O termo SWOT resulta da junção das iniciais das palavras inglesas Strengths (forças), Weaknesses (fraquezas), Opportunities (oportunidades) e Threats (ameaças). Para uma empresa que opera um estacionamento particular no centro de uma cidade, o aumento da fiscalização do poder público contra o estacionamento irregular será considerado um(a) (A) fator interno (B) ameaça (C) força (D) fraqueza (E) oportunidade.
LQ 2014.1 Q61 - Ao ler o plano estratégico de uma empresa, um investidor deparou com a seguinte frase: “Ser uma das cinco maiores empresas integradas de energia do mundo e a preferida pelos nossos públicos de interesse”. Tal declaração retrata, referente a essa empresa, seu(sua) (A) valor (B) princípio ético (C) visão (D) missão (E) razão de existir.
LQ 2014.1 Q62 - Governança Corporativa é um sistema que possui alguns princípios básicos. Existe um princípio caracterizado por defender tratamento justo a todos os sócios bem como às demais partes interessadas, sendo inaceitáveis atitudes ou políticas discriminatórias. Esse princípio é conhecido como (A) accountability (B) equidade (C) prestação de contas (D) responsabilidade corporativa (E) transparência.
LQ 2014.1 Q63 - Em vez de enfatizarem a fabricação e a venda, as empresas estão passando a se enxergar como parte de uma sequência de criação e entrega de valor. Esse processo consiste em três etapas: 1) selecionar o valor; 2) fornecer o valor; 3) comunicar o valor. Na etapa 1, a equipe de marketing deve (A) desenvolver o produto, sendo parte do marketing tático. (B) determinar o preço, sendo parte do marketing estratégico. (C) promover vendas, sendo parte do marketing tático. (D) segmentar o mercado, sendo parte do marketing estratégico. (E) selecionar o mercado-alvo, sendo parte do marketing tático.
LQ 2014.1 Q64 - Os sistemas de informações que atendem às necessidades do nível operacional da organização e são utilizados pelos profissionais da empresa em todos os níveis de execução são conhecidos como sistemas (A) de automação (B) de apoio à decisão (C) especialistas (D) gerenciais (E) transacionais.
LQ 2014.1 Q65 - Data Warehouse pode ser conceituado como uma coleção de dados orientada por assuntos, integrada, assim como (A) não variante no tempo e volátil. (B) não variante no tempo e não volátil. (C) pouco variante no tempo e volátil. (D) variante no tempo e volátil. (E) variante no tempo e não volátil.
LQ 2014.1 Q66 - As empresas possuem grandes quantidades de dados. Em geral, a maioria delas é incapaz de aproveitar plenamente o valor que eles têm. Com o intuito de melhorar essa situação, surgiu o data mining, que se caracteriza por (A) desenhar padrões já conhecidos. (B) extrair padrões ocultos nos dados. (C) tomar decisões para os gestores. (D) não trabalhar com tendências. (E) não trabalhar com associações.
LQ 2014.1 Q67 - Existem cinco orientações concorrentes com base nas quais as organizações conduzem suas atividades de marketing. A orientação que sustenta que os consumidores dão prioridade a produtos de baixo custo e fáceis de ser encontrados é conhecida como orientação de (A) marketing (B) marketing holístico (C) produção (D) produto (E) vendas.
LQ 2014.1 Q68 - A avaliação de oportunidades de crescimento envolve o planejamento de novos negócios, assim como a redução ou a extinção de negócios superados. A decisão de identificar oportunidades para conseguir crescimento adicional dentro dos negócios atuais está associada a uma estratégia de crescimento (A) downsizing (B) integrado (C) intensivo (D) por diversificação (E) por retrointegração.
LQ 2014.1 Q69 - O sucesso de uma empresa não depende apenas do grau de excelência com que cada departamento trabalha, mas também do nível de excelência com que as diversas atividades departamentais são coordenadas para conduzir os processos centrais de negócios. O processo que melhor retrata todas as atividades relacionadas à pesquisa, ao desenvolvimento e ao lançamento de produtos de alta qualidade, com rapidez e dentro do orçamento, é o de (A) aquisição de clientes (B) compreensão do mercado (C) gerência do processo do pedido (D) gerência de relacionamento com os clientes (E) realização de uma nova oferta.
LQ 2014.1 Q70 - Um plano de marketing é um documento escrito que resume o que o profissional de marketing sabe sobre o mercado e que indica como a empresa planeja alcançar seus objetivos. O plano de contingência, quando abordado no plano de marketing, é apresentado na seção: (A) análise da situação (B) controles para monitoramento (C) estratégia de marketing (D) projeções financeiras (E) resumo executivo.
LQ 2013 Q21 - A gestão contemporânea de pessoas reconhece os diversos atores como parceiros da organização, os quais esperam retornos diferenciados e, para tal, trazem contribuições de diferentes naturezas. Nesse sentido, os empregados contribuem, dentre outras coisas, por meio de (A) capital de risco e investimento (B) compra e consumo do produto final (C) conhecimento e competência (D) insumo básico e tecnologia (E) matéria-prima.
LQ 2013 Q22 - Um diretor de recursos humanos pretende modificar a abordagem pela qual as pessoas são vistas na organização. Dentre os aspectos fundamentais que se apresentam na moderna gestão de pessoas, ele optou por valorizar a percepção de que as pessoas são “o principal ativo organizacional que agrega inteligência ao negócio”. Ele decidiu valorizar a abordagem que considera as pessoas como (A) ativadores de recursos organizacionais (B) capital humano da organização (C) parceiros da organização (D) recursos organizacionais (E) talentos fornecedores da organização.
LQ 2013 Q23 - A avaliação de desempenho é um importante mecanismo para o desenvolvimento da gestão de pessoas. Tal avaliação possui seus objetivos, mas a sua condução também pode apresentar pontos fracos e, por isso, receber críticas de diversas naturezas. As críticas devem ser analisadas cuidadosamente uma vez que algumas podem ser verdadeiras devido à má utilização dos métodos. É um objetivo da avaliação de desempenho e não uma crítica à sua condução (A) reduzir a incerteza do colaborador em busca de consonância organizacional. (B) promover situações de recompensa ou punição pelo desempenho. (C) produzir resultados inócuos cujo valor agregado está baseado em fatores alheios à organização e às pessoas. (D) garantir a efetividade pelo processo de preenchimento de formulários. (E) desenvolver o processo de forma a permitir a iniquidade e a tendenciosidade.
LQ 2013 Q24 - Uma empresa decidiu adotar a Avaliação Participativa por Objetivos (APPO) visando à superação das críticas aos métodos tradicionais de avaliação de desempenho, como por exemplo, considerar as pessoas como homogêneas e padronizadas ao estabelecer as etapas e os procedimentos no processo de avaliação. Nesse sentido, NÃO é uma etapa da APPO a(o) (A) formulação de objetivos consensuais (B) retroação intensiva, contínua e conjunta (C) negociação com gerente sobre alocação de recursos e meios (D) incorporação de percepções de clientes e fornecedores internos (E) comprometimento pessoal com objetivos formulados conjuntamente.
LQ 2013 Q25 - Um gestor de recursos humanos elencou uma série de recompensas a serem oferecidas aos empregados ao longo do próximo ano. Tais recompensas já foram aprovadas pela presidência da empresa. A esse respeito, considere as afirmações a seguir. I – A oportunidade de desenvolvimento é uma recompensa não financeira. II – A comissão por produtividade é uma recompensa financeira. III – As promoções são consideradas recompensas financeiras É correto o que se afirma em (A) I, apenas. (B) III, apenas. (C) I e II, apenas. (D) II e III, apenas. (E) I, II e III.
LQ 2013 Q26 - Uma empresa de consultoria em tecnologia da informação está redesenhando seus cargos, de forma a abandonar o modelo clássico ou tradicional de desenho de cargos e adotar o modelo contingencial. Nesse caso, passa a ser uma orientação central para o desenho de cargos a (A) busca pela eficiência via regras e procedimentos estabelecidos (B) dinâmica de desenvolvimento pessoal do ocupante e da tecnologia (C) divisão e especialização do trabalho ao longo do processo produtivo (D) garantia da racionalidade técnica e lógica de produção (E) relevância do contexto do cargo, das pessoas e grupos sociais.
LQ 2013 Q27 - José recentemente tomou posse no cargo de Administrador Júnior em uma empresa pública. No primeiro dia, José procurou descobrir, em termos gerais, o conjunto de tarefas ou atribuições que o ocupante do cargo deve desempenhar. Nesse caso, José procurou compreender o cargo sob o prisma de (A) autoridade (B) conteúdo (C) método (D) relações horizontais (E) relações verticais.
LQ 2013 Q28 - Uma empresa da área de petróleo e gás reconheceu recentemente que estava perdendo talentos, pois a remuneração média na empresa estava abaixo daquela praticada pelo mercado. Nesse caso, a possível recomposição dos salários considera um fator externo, relacionado à (A) capacidade financeira e desempenho da organização (B) conjuntura econômica de baixo crescimento do PIB (C) pressão do sindicato e negociação coletiva (D) situação demandante do mercado de trabalho (E) tipologia inadequada dos cargos na organização.
LQ 2013 Q29 - Com o surgimento de novas indústrias e novos formatos de serviços, observa-se o desaparecimento de certas profissões e o aparecimento de outras. Isso faz com que a noção de carreira esteja modificando-se e, atualmente, seja muito importante que o indivíduo tenha a condição de manter-se sempre empregado e constantemente procurado por outras organizações. Essa situação, em relação à carreira, envolve o conceito de (A) planejamento de carreira (B) mapeamento de talentos (C) gestão da carreira (D) empregabilidade (E) autogerenciamento.
LQ 2013 Q30 - João precisou explicar a seu filho como, conceitualmente, é manter o padrão de vida da família devido ao fato de não ter recebido aumento que recuperasse a inflação dos últimos dois anos. Em relação ao conceito de salário, a denominação que diz respeito à quantidade de bens que o empregado pode adquirir com o volume de dinheiro que recebe mensalmente é salário (A) real (B) tarefa (C) indireto (D) nominal (E) por resultado.
LQ 2013 Q31 - Um banco de investimento adota um sistema de incentivo, para os níveis de gerência e direção, baseado em participação nos resultados anuais. O caso em questão envolve um sistema de incentivo que relaciona recompensas a (A) desempenho individual (B) mérito excepcional (C) objetivos empresariais (D) resultados departamentais (E) tempo de serviço.
LQ 2013 Q32 - Os Sistemas de recompensa, frequentemente, pautam-se no conceito de condicionamento operante de Skinner e no destaque dado ao reforço positivo. A esse respeito, considere as afirmações a seguir. I – Todo comportamento é determinado por suas consequências. II – É central a forma como as pessoas percebem e definem as consequências, ao invés das consequências em si. III – Um comportamento recompensado tende a ser reproduzido na expectativa de que a recompensa se repita. É correto APENAS o que se afirma em (A) I (B) II (C) III (D) I e II (E) I e III.
LQ 2013 Q33 - A tecnologia tem influenciado fortemente os métodos de treinamento e reduzido os custos de implementação. Cada vez mais empresas têm investido em treinamentos assíncronos, realizados pela internet, de forma que o treinando possa estudar a qualquer hora e em qualquer lugar ao acessar uma plataforma virtual que disponibiliza materiais didáticos e mecanismos de interação com o tutor e a turma. Nesse caso, a tecnologia descrita caracteriza a atividade conhecida como (A) comunicações eletrônicas (B) recursos audiovisuais (C) tecnologia multimídia (D) teleconferência (E) e-learning.
LQ 2013 Q34 - Um consultor de RH decidiu modificar a estratégia de treinamento de uma organização. Ele propôs que as necessidades de treinamento fossem identificadas a partir do perfil das pessoas para determinar comportamentos, atitudes, conhecimentos e competências necessários. A situação descrita envolve a análise (A) da operação (B) da organização (C) da estrutura de cargos (D) do treinamento (E) dos recursos humanos.
LQ 2013 Q35 - Imagine um conflito ocorrendo na área de treinamento de uma empresa, entre dois funcionários, tendo como foco da disputa o conteúdo e os objetivos do trabalho. O analista 1 entende que o treinamento deve ser presencial para favorecer a integração das pessoas, enquanto o analista 2 entende que o treinamento deve ser a distância por ser menos custoso. Após amplo debate, eles entraram em um acordo, positivo para a organização, após mediação do supervisor da área de treinamento. A situação descrita envolve um conflito (A) de tarefa (B) de processo (C) de relacionamento (D) disfuncional (E) tradicional.
LQ 2013 Q36 - Um gerente, recentemente, negociou e solucionou um conflito entre as áreas de marketing e finanças ao redistribuir o espaço físico de trabalho no edifício sede da empresa de forma a evitar que as duas áreas permanecessem compartilhando o mesmo andar. A resolução do conflito adotou a técnica de (A) comando autoritário (B) expansão de recursos (C) inclusão de estranhos (D) metas superordenadas (E) alteração de variáveis humanas.
LQ 2013 Q37 - João, um gerente de logística, percebeu ao longo dos anos na empresa, que sentia especial motivação quando estava em postos de comando, com mais prestígio e influência. Ele percebeu que se sentia motivado por um desejo de impactar, de ter influência e de controlar outras pessoas. Qual é a teoria contemporânea de motivação que explica a situação descrita? (A) Teoria da equidade, de Pearson (B) Teoria da expectativa, de Vroom (C) Teoria da fixação de objetivos, de Locke (D) Teoria das necessidades, de McClelland (E) Teoria do reforço, de Skinner.
LQ 2013 Q38 - Estudos recentes em comportamento organizacional indicam o conceito de confiança como pedra fundamental da liderança. O conceito de confiança pauta-se em cinco dimensões básicas, dentre as quais destaca-se uma que é definida como: “a segurança, a previsibilidade e a capacidade de julgamento que um líder demonstra nas situações sem gerar discrepâncias entre o que prega e o que pratica”. Essa dimensão refere-se a (A) abertura (B) competência (C) consistência (D) integridade (E) lealdade.
LQ 2013 Q39 - Em uma perspectiva sociotécnica, as organizações podem ser pensadas em termos de um sistema de conjunto de papéis que se sobrepõem e se ligam, alguns saindo dos limites da própria organização. Nesta visão, cada indivíduo exerce na organização determinadas ações para relacionar-se com os demais, e tais ações compõem o comportamento do papel. Assim, cada indivíduo percebe e interpreta determinadas expectativas quanto ao seu papel e dos demais indivíduos, no sentido de alterar ou reforçar o seu comportamento. Nessa teoria organizacional é central o conceito de homem (A) econômico (B) social (C) complexo (D) organizacional (E) funcional.
LQ 2013 Q40 - Uma empresa de serviços, no processo de redesenho de layout, levou em consideração a preferência dos supervisores sobre os locais onde preferiam permanecer. Alguns relataram que: “eu prefiro ficar aqui, pois vejo quem passa no corredor”; “não falo com fulano e prefiro ficar longe dele”; “detesto ficar próximo à entrada, pois tira minha concentração”. Ao levar em consideração essas questões, a empresa acabou por desenvolver um layout que gerou insatisfação entre as pessoas, além de aproveitamento ineficiente. A situação descrita envolve um indicador de mau aproveitamento de espaço, caracterizado por (A) projeto inadequado dos locais de trabalho. (B) perda de tempo em deslocamentos. (C) fluxo confuso de trabalho. (D) excessiva acumulação de pessoas e documentos. (E) demora elevada nos processos.
LQ 2013 Q41 - Qual o valor aproximado, em reais, a ser recebido pelo cliente de uma aplicação de R$ 10.000,00, com prazo de 6 meses, aplicados à taxa de juros simples de 20% a.a., se for recolhida pela instituição financeira uma alíquota de imposto de renda igual a 20% dos rendimentos no resgate da aplicação? (A) 8.800,00 (B) 9.600,00 (C) 10.800,00 (D) 11.000,00 (E) 11.600,00.
LQ 2013 Q43 - Uma empresa fez uma aplicação no mercado financeiro de R$ 500,00, pelo prazo de um ano, à taxa de 10% a.s. sob regime de juros compostos. Qual a taxa de juros, ao ano, que resultaria no mesmo valor de resgate no mesmo prazo? (A) 20% (B) 21% (C) 22% (D) 23% (E) 24%.
LQ 2013 Q46 - Os certificados de depósitos bancários (CDB) são títulos nominativos emitidos pelos bancos e vendidos ao público como forma de captação de recursos. Em relação aos impostos incidentes sobre seus rendimentos, verifica-se que o (A) IR tem alíquota progressiva, e o IOF tem alíquota regressiva com o tempo de aplicação. (B) IR tem alíquota constante, e o IOF tem alíquota regressiva com o tempo de aplicação. (C) IOF e o IR têm alíquotas constantes. (D) IOF e o IR têm alíquotas regressivas com o tempo de aplicação. (E) IOF tem alíquota constante, e o IR tem alíquota regressiva com o tempo de aplicação.
Report abuse Terms of use
We use cookies to personalize your experience. If you continue browsing you will be accepting its use. More information.