Jamam lq18

INFO
STADISTICS
RECORDS
Title of test:
Jamam lq18

Description:
JAMAM LQ18

Author:
JAMAJ
(Other tests from this author)

Creation Date:
08/11/2018

Category:
Others
Click 'LIKE' to follow the bests test of daypo at facebook
Last comments
No comments about this test.
Content:
21 Os gerentes de RH devem procurar aliar o planejamento de RH ao planejamento estratégico, pois, uma vez definidos os objetivos estratégicos, eles vão nortear todas as ações da empresa para que os alvos estabelecidos sejam efetivamente alcançados. Isto significa que, para exercer atividades estratégicas de RH, os responsáveis pela área precisam (A) olhar para dentro da empresa e analisar a racionalidade das suas tarefas. (B) detalhar a programação do treinamento dos empregados e avaliar a reação e aprendizagem dos treinados. (C) monitorar o ambiente organizacional, no que tange a mudanças, e avaliar seu impacto no fornecimento externo de pessoal. (D) formular as normas específicas que orientam as atividades dos empregados, no que diz respeito à segurança no trabalho. (E) administrar programas voltados para a assistência social, educativa, recreativa e para a saúde.
22 No Brasil, o sistema de feedback 360º tem sido empregado com êxito por algumas empresas por apresentar a seguinte vantagem: (A) favorecer a avaliação de pessoas exageradamente críticas ou muito benevolentes. (B) permitir o anonimato dos avaliadores, favorecendo a predisposição de realizar uma avaliação honesta. (C) inibir a participação dos níveis mais altos de liderança do sistema, aumentando sua credibilidade. (D) apoiar a concentração de esforços limitados à participação do mercado, colocando em risco a competitividade da empresa. (E) aumentar a resistência à mudança, incentivando o trabalho em equipe dentro da organização.
23 A liderança demanda um poder que deve ser exercido com justiça, sempre visando a objetivos lícitos dentro da cultura organizacional. Esse poder provavelmente acarretará reações conforme o modo como for exercido. Sobre as reações ao poder interpessoal, verifica-se que a(o) (A) obediência só é conseguida pelo poder de competência e pelo poder coercitivo. (B) internalização só é conseguida pelo poder legitimo e pelo poder coercitivo. (C) identificação só é obtida pelo poder de especialização. (D) poder de recompensa e poder de referência levam ao nível de reação de obediência. (E) poder de referência leva ao nível de reação de identificação.
24 O conceito de RH estratégico difere daquele do RH tradicional, por ter um foco em resultados e estratégias em vez de um foco em processos e tarefas. Portanto, são características do RH estratégico as seguintes dimensões: (A) gestão de competências; manutenção de processo e tarefas; foco no operacional e nos procedimentos básicos (B) recrutamento e seleção voltados para o cargo; captação de capital intelectual no mercado para dinamização do negócio; salário fixo (C) processo de recrutamento e seleção focado nas qualificações do cargo, cultura de mudança e inovação; treinamento na função (D) organização do trabalho dentro do modelo comando e controle; relações trabalhistas estagnadas; valorização da diversidade (E) aprendizado e educação continuada; parcerias e negociações; remuneração associada a resultados.
25 No mundo atual, ocorreram transformações profundas que modificaram as relações de trabalho. As relações de trabalho contemporâneas são caracterizadas por (A) produção automatizada, robotização e tecnologia da informação que levaram a um aumento drástico dos postos de trabalho, descortinando um cenário no qual o trabalho se torna um novo status social. (B) globalização, competitividade acirrada e offshoring dos países em desenvolvimento que induzem à transferência de postos de trabalhos e tarefas que requeiram muito conhecimento local para países que apresentam melhores tecnologias. (C) semanas compactadas, emprego formal com carteira assinada, ausência de fronteiras rígidas no ambiente físico de trabalho, favorecendo a centralização do emprego e a flexibilização dos contratos psicológicos. (D) vida profissional centrada no indivíduo, empregabilidade como função do desenvolvimento de novas habilidades, capacidade de aprendizagem constante (E) trabalhos temporários de curta duração com garantias e planos de carreira que fazem com que a lealdade da tarefa seja substituída pela lealdade à empresa, provocando uma vulnerabilidade na retenção de talentos.
26 Os especialistas em motivação distinguem, muitas vezes, recompensas extrínsecas de recompensas intrínsecas. São recompensas intrínsecas: (B) realização pessoal; condições de trabalho; salário (C) benefícios; promoções; gratificações (A) autonomia; seguro de saúde; comissões (D) sensação de competência; responsabilidade; crescimento pessoal (E) salário; ambiente de trabalho; relacionamento com os pares.
27 O índice de trabalhadores sindicalizados varia muito de um país para outro e de organizações públicas para empresas privadas. No entanto, o número de associados a sindicatos é influenciado por alguns fatores. Um dos fatores que levam à decisão de afiliação, ou não, a um sindicato é a (A) imagem do sindicato como uma organização inovadora, imune às notícias de corrupção, que promove o desenvolvimento de seus membros. (B) crença no poder do sindicato, isto é, empregados sindicalizados podem ter mais força nas negociações do que qualquer outro indivíduo. (C) garantia de que os administradores tratam os empregados com respeito e justiça, mantendo a inequidade na alocação de benefícios. (D) preservação do trabalho em equipe e a certeza da implantação de um programa de remuneração por mérito para todos os seus associados. (E) utilização de uma política de portas abertas como canal de comunicação descendente e o aumento dos casos de assédio moral no trabalho.
28 Um colaborador da empresa entrou na faculdade com uma média regular. Seu desempenho no primeiro semestre resultou em três reprovações e uma nota muito baixa. Naquela ocasião, ele trancou o curso por dois anos. Nesse período, conscientizou-se da importância do conhecimento e voltou à faculdade, apresentando desempenho excelente em todas as matérias. Esse exemplo demonstra que (A) uma pessoa pode, literalmente, motivar a outra. (B) as necessidades do indivíduo independem do desejo interior de sobrepujar algum desequilíbrio. (C) motivação não induz comportamentos positivos. (D) motivação é uma janela interna que só a própria pessoa pode abrir. (E) fatores de motivação e fatores de satisfação são a mesma coisa.
29 A atual proliferação de teorias de planejamento e de formas alternativas de organização fornece aos gerentes uma variedade enorme de escolhas. Dentre essas escolhas, destaca-se a recriação radical dos processos organizacionais para alcançar grandes ganhos de custos, tempo e prestação de serviços. Denomina-se essa alternativa contemporânea de planejamento organizacional de (A) adhocracia (B) bootlegging (C) reengenharia (D) rightsizing (E) produção enxuta.
30 Um funcionário quer comprar um carro de luxo, mas acredita que não poderá adquiri-lo por mais que se esforce no trabalho. Dessa forma, ele não mobilizará energia alguma para comprá-lo, porque não tem expectativa de que esse desejo se torne realidade. No entanto, se o funcionário desejasse um carro popular e pensasse que, caso se empenhasse bastante conseguiria comprá-lo, ele colocaria toda a sua energia nessa empreitada. Essa situação permite constatar que (A) grandes prêmios para poucos ajudam a reconhecer o esforço de cada um. (B) para conseguir melhores resultados é preciso fornecer incentivos financeiros ligados ao desempenho. (C) se as expectativas do gerente são baixas, a produtividade pode ser alta. (D) um alto nível de valência funciona como um potente motivador. (E) o tamanho da motivação do funcionário é determinado pelo tamanho dos prêmios.
31 As estruturas burocráticas foram idealizadas de forma a eliminar a variabilidade dos resultados numa organização em que os administradores possuíssem diferentes habilidades, experiências e objetivos. Muitas organizações hoje são burocráticas. Uma burocracia pode ser eficiente e produtiva, entretanto, não é o modelo apropriado para todas as organizações. A estrutura burocrática apresenta algumas limitações, tais como: (A) fatores situacionais e racionalidade dos trabalhadores ignorados; pressupostos motivacionais simplistas; tarefas da alta administração excluídas (B) flexibilidade organizacional limitada; processo de tomada de decisão lento; despersonalização dos relacionamentos (C) conflito entre organização formal e informal; dilema entre coordenação e comunicação livre; dilema entre a necessidade de um planejamento centralizado e a necessidade de iniciativa individual equalização do poder (D) utilização de grupos de trabalho semiautônomos; simplificação do cargo pelo próprio ocupante; (E) reducionismo; pensamento sintético; mecanicismo.
32 A constante e rápida mutação ambiental; a íntima e contínua interação entre a organização e o ambiente; a integração entre as metas individuais e os objetivos organizacionais; e a importância da mudança organizacional planejada são pressupostos básicos da Teoria (A) do Desenvolvimento Organizacional (B) da Contingência (C) dos Sistemas (D) das Relações Humanas (E) de Entropia e Sinergia.
33 Há várias diferenças que são identificadas entre o processo tradicional de desenvolvimento de lideranças e a nova abordagem fundamentada na aprendizagem e no desenvolvimento de talentos denominada Modelo de Aprendizagem. No modelo convencional de desenvolvimento de liderança, tem-se (A) um foco nos outputs e os recursos necessários para desenvolvimento do programa são alocados desproporcionalmente a um grupo menor de líderes de alta alavancagem, ao passo que, no modelo de aprendizagem, o foco está nos inputs (horas em sala de aula, dinheiro alocado, universidade corporativa), e os recursos para o desenvolvimento são amplamente distribuídos. (B) um conjunto universal de competências e características para todos os líderes e a ênfase em treinamento em sala de aula e exposição, ao passo que, no modelo de aprendizagem, há uma identificação dos talentos, habilidades e características pessoais em cada líder individual e uma ênfase na prática deliberada. (C) uma consciência clara de que nem todos podem tornar-se líderes e que a liderança é desenvolvida por meio de prática e autocorreção, ao passo que, em modelos de aprendizagem, sabe-se que existem líderes em todos os níveis organizacionais e, portanto, esses líderes são preparados para uma evolução ascendente, linear e incremental. (D) a criação ou adaptação de atribuições customizadas para as necessidades de desenvolvimento de cada líder, ao passo que, no modelo de aprendizagem, há uma espera pela abertura de vagas e planos de carreira padronizados. (E) os recursos alocados prioritariamente em um grupo menor de líderes de alta alavancagem, e o RH apoia o desenvolvimento das lideranças, deixando para os chefes o papel central do desenvolvimento dos líderes, ao passo que, no modelo de aprendizagem, o desenvolvimento dos líderes é de competência do RH, e os recursos para o desenvolvimento são alocados segundo as necessidades do chefe.
34 Uma importante abordagem da administração foi desenvolvida no início da década de 1930. Ela visava a entender como os processos psicológicos e sociais interagem com a situação de trabalho para influenciar o desempenho, e como a produtividade e o comportamento dos empregados são influenciados pelo grupo de trabalho informal. Essa abordagem de administração foi denominada (A) Psicologia Dinâmica (B) Experiência de Hawthorne (C) Teoria das Relações Humanas (D) Teoria Neoclássica (E) Teoria Comportamental da Administração.
35 As abordagens contingenciais para medir a eficácia organizacional enfocam diferentes partes da organização. Para avaliar tal eficácia, um supervisor deve optar por uma abordagem de (A) metas, avaliando o seu desempenho quanto à lucratividade, ao crescimento, à participação no mercado e ao retorno sobre o investimento. (B) recursos do sistema, identificando as metas de saída da organização e avaliando o quão bem a organização as atingiu. (C) processo interno, utilizando como indicadores de eficácia as habilidades dos tomadores de decisão em perceber o ambiente externo e em responder às transformações ambientais. (D) cultura organizacional, utilizando como indicadores de eficácia a análise da missão, da visão, da estratégia, da estrutura e do ambiente de tarefa. (E) ambiente externo e tecnologia gerencial, com base na análise do trabalho em equipe, do grau de confiança organizacional, do sistema de comunicação, das políticas de reconhecimento e de retenção de talentos.
36 A contratação direta, nos termos da Lei no 13.303/2016, será feita quando houver inviabilidade de competição, em especial na hipótese de contratação do seguinte serviço técnico especializado, com profissionais ou empresas de notória especialização: (A) treinamento de pessoal (B) segurança patrimonial (C) defesa pessoal (D) motorista executivo (E) copa e cozinha.
37 Nos termos da Lei no 13.303/2016, nas licitações, serão consideradas algumas diretrizes, dentre as quais a referente à aquisição de bens e serviços comuns, assim considerados aqueles cujos padrões de desempenho e qualidade possam ser objetivamente definidos pelo edital, por meio de especificações usuais no mercado. Nesse caso, há a adoção preferencial da modalidade de licitação denominada (A) concorrência (B) participação (C) concurso (D) convite (E) pregão.
38 Nos termos da Lei no 13.429/2017, o contrato de trabalho temporário pode versar sobre o desenvolvimento de atividades meio e outras, a serem executadas na empresa tomadora de serviços, pertinentes às atividades (A) intermediárias (B) fim (C) gerenciais (D) acessórias (E) parciais.
39 Entre as responsabilidades do gestor de um projeto, está a execução de processos de gerenciamento de contratos e controle de mudanças que são necessários para desenvolver e administrar contratos e pedidos de compra emitidos. Essas responsabilidades estão associadas ao gerenciamento de (A) custos (B) qualidade (C) aquisições (D) comunicações (E) recursos humanos.
41 As entidades da administração pública elaboram seus orçamentos em bases anuais e prestam contas em períodos menores, para permitir melhor acompanhamento da execução orçamentária. A periodicidade da elaboração e execução orçamentária (A) baseia-se no calendário civil. (B) tem vigência plurianual. (C) coincide com o mandato eleitoral. (D) é definida no decreto de programação financeira. (E) depende do ciclo de atividade financeira da entidade.
42 Considerando as características dos entes que compõem a administração pública indireta, uma das diferenças entre as empresas públicas e as sociedades de economia mista baseia-se na (A) estrutura de propriedade (B) criação por meio de lei (C) regras de admissão de pessoal (D) personalidade jurídica privada (E) possibilidade de falência.
43 O controle contábil da execução orçamentária dos órgãos da administração pública direta é feito pelo regime de caixa para (A) elaboração do fluxo de caixa, apenas (B) receitas extraorçamentárias, apenas (C) receitas orçamentárias, apenas (D) todas as despesas (E) todas as receitas.
44 As funções relacionadas à gestão dos processos necessários para assegurar que um projeto contemple todo o trabalho requerido, e nada mais do que o trabalho requerido, para completar o projeto com sucesso, estão associadas à gerência de (A) avaliação do projeto (B) escopo do projeto (C) integração do projeto (D) monitoramento do projeto (E) qualidade do projeto.
46 A análise de sensibilidade é uma metodologia bastante utilizada para avaliação da viabilidade de projetos. Acerca dessa metodologia, considere as afirmações a seguir. I - A análise de sensibilidade envolve a mensuração dos resultados líquidos de caixa para cada modificação possível nas variáveis de seus fluxos. II - A análise de sensibilidade tem como base principal as estimativas mais prováveis dos retornos associados a um ativo. III - A metodologia da análise de sensibilidade utiliza, basicamente, variáveis relacionadas a cenários controlados pelos interessados no projeto ou no investimento. Está correto APENAS o que se afirma em (A) I (B) II (C) III (D) I e II (E) II e III.
47 Um dos princípios relacionados à condição de mercados em concorrência perfeita é o de (A) acesso regulado ao mercado financeiro (B) inexistência de custo de transação (C) informação assimétrica (D) número reduzido de participantes no mercado (E) uso estratégico de informações.
49 O processo de gerenciamento de produtos e componentes em ciclos de vida múltiplos, da origem da matéria-prima até a fabricação, da fábrica ao ponto de consumo, e do ponto de consumo de retorno até o ponto de fabricação para reciclagem ou manufatura, evitando seu descarte, é conhecido como (A) Logística integrada (B) Logística reversa (C) Logística sustentável (D) Logística verde (E) Economia circular.
Report abuse Terms of use
We use cookies to personalize your experience. If you continue browsing you will be accepting its use. More information.