Kernelpan1c.ksd

INFO
STADISTICS
RECORDS
Title of test:
Kernelpan1c.ksd

Description:
The final questions

Author:
Mr Robot
(Other tests from this author)

Creation Date:
12/09/2018

Category:
Others
Click 'LIKE' to follow the bests test of daypo at facebook
Last comments
No comments about this test.
Content:
NUM JOGO DE FERRAMENTAS SOQUETE, SE UMA DAS PEÇAS MEDE 11/16 DA POLEGADA, A PEÇA IMEDIATAMENTE SUPERIOR MEDIRÁ, EM POLEGADA 9/16. 3/4. 13/16. 1/2.
A FORÇA DE ARRASTO É SEMPRE PARALELA AO VENTO RELATIVO E NA MESMA DIREÇÃO. PARALELA AO VENTO RELATIVO E NA DIREÇÃO OPOSTA. PERPENDICULAR AO VENTO RELATIVO E NA MESMA DIREÇÃO. PERPENDICULAR AO VENTO RELATIVO E NA DIREÇÃO OPOSTA.
O COMPONENTE DO SISTEMA HIDRÁULICO, QUE TEM A FINALIDADE DE AMORTECER AS OSCILAÇÕES DE PRESSÃO, MANTENDO A PRESSÃO A UM NÍVEL PRÉ-AJUSTADO, DENOMINA-SE RESERVATÓRIO. REGULADOR DE PRESSÃO. ACUMULADOR UNIDADE DE ATUAÇÃO.
NO SISTEMA DE PRESSURIZAÇÃO, A VÁLVULA QUE IMPEDE QUE A PRESSÃO DA CABINE ULTRAPASSE UMA PRESSÃO DIFERENCIAL PRÉ-DETERMINADA, ACIMA DA PRESSÃO AMBIENTE, É DENOMINADA VÁLVULA DE CONTROLE DE TEMPERATURA. DE ALÍVIO DE PRESSÃO NEGATIVA. SOLENÓIDE. DE ALÍVIO DE PRESSÃO POSITIVA.
AS PARTES MÓVEIS DE UM MICRÔMETRO SÃO ARCO E BAINHA. CURSOR E IMPULSOR. VERNIER E ENCOSTO. TAMBOR E HASTE.
EM UM GERADOR, AS ESCOVAS FICAM SOBREPOSTAS NO(A) EXTREMIDADE DO EIXO. NÚCLEO DA BOBINA. SUPERFÍCIE DO COLETOR. CARCAÇA PRINCIPAL.
EM UM SISTEMA PNEUMÁTICO ACIONADO PELO COMPRESSOR DO MOTOR DA AERONAVE, O SOLENÓIDE DA VÁLVULA DE ALIJAMENTO DA CONDENSAÇÃO É ENERGIZADO E DESENERGIZADO POR UM INDICADOR DE PRESSÃO. REGULADOR DE FLUXO. INTERRUPTOR DE PRESSÃO. MOTOR HIDRÁULICO.
NO SISTEMA DE PRESSURIZAÇÃO, A VÁLVULA QUE IMPEDE QUE A PRESSÃO DA CABINE ULTRAPASSE UMA PRESSÃO DIFERENCIAL PRÉ-DETERMINADA, ACIMA DA PRESSÃO AMBIENTE, É DENOMINADA VÁLVULA DE ALÍVIO DE PRESSÃO POSITIVA. SOLENÓIDE. DE CONTROLE DE TEMPERATURA. DE ALÍVIO DE PRESSÃO NEGATIVA.
O DISPOSITIVO DE PROTEÇÃO DO CIRCUITO ELÉTRICO QUE TEM A FINALIDADE DE SUPORTAR UMA CONSIDERÁVEL SOBRECARGA POR UM CERTO PERÍODO DE TEMPO DENOMINA-SE RELÉ. FUSÍVEL LIMITADOR DE CORRENTE. QUEBRA-CIRCUITO. PROTETOR TÉRMICO.
DE ACORDO COM A NORMA SAE, O AÇO COMUM COM 0,30% DE CARBONO, TEM A DESIGNAÇÃO 1030. 1040. 1010. 1020.
NOS DISPOSITIVOS DE ALARMES INCORPORADOS EM AERONAVES COM TRENS DE POUSO RETRÁTEIS, QUANDO UMA OU MAIS MANETES FOREM RECUADAS, E O TREM DE POUSO ESTIVER EM ALGUMA POSIÇÃO QUE "NÃO" SEJA "BAIXADO E TRAVADO", A LÂMPADA DE INDICAÇÃO DOS TRENS DO POUSO, ESTARÁ ACESA E A BUZINA NÃO SOARÁ. APAGADA E A BUZINA SOARÁ. APAGADA E A BUZINA NÃO SOARÁ. ACESA E A BUZINA SOARÁ.
OS PARAFUSOS UTILIZADOS EM AVIAÇÃO DO TIPO NF, POSSUI(EM) CABEÇA BOLEADA. CABEÇA ACHATADA. SÉRIES DE FILETES GROSSOS. SÉRIES DE FILETES FINOS.
EM UMA AERONAVE DE PEQUENO PORTE, QUANDO UM AILERON MOVE-SE PARA AUMENTAR A SUSTENTAÇÃO NAQUELA ASA, O AILERON DA OUTRA ASA MOVE-SE PARA BAIXO, AUMENTANDO A SUSTENTAÇÃO. CIMA, AUMENTANDO A SUSTENTAÇÃO. BAIXO, REDUZINDO A SUSTENTAÇÃO. CIMA, REDUZINDO A SUSTENTAÇÃO.
UM DOS MÉTODOS PARA ASSEGURAR A FIXAÇÃO DE PARAFUSOS, PORCAS, PINOS E OUTROS ELEMENTOS DE FIXAÇÃO É A UTILIZAÇÃO DE UM ANEL DE PRESSÃO, QUE É CONFECCIONADO DE METAL TEMPERADO E É FIRMEMENTE ASSENTADO NA RANHURA POR AÇÃO DE MOLA. TRAVAMENTO. ENROLAMENTO. ATRITO.
A DISTÂNCIA HORIZONTAL ENTRE EQUIPAMENTO E PLANO DE REFERÊNCIA, DENOMINA-SE BRAÇO. BALACEAMENTO. CENTRO DE GRAVIDADE. MOMENTO.
A TENSÃO DO CABO DE COMANDO DEVE SER AJUSTADA EM FUNÇÃO DOS FATORES DIÂMETRO DO CABO E VARIAÇÃO DA TEMPERATURA. ESFORÇO DO CABO E VARIAÇÃO DA TEMPERATURA. PESO DO CABO E TIPO DE AERONAVE. PESO E DIÂMETRO DO CABO.
PODE-SE AFIRMAR QUE A TENSÃO AUTO-INDUZIDA É DIRETAMENTE PROPORCIONAL AO(À) INDUTÂNCIA. REATÂNCIA. FLUXO. TEMPO.
COM AUXÍLIO NO CONTROLE DA CONTAMINAÇÃO NO SISTEMA HIDRÁULICO, O SEGUINTE PROCEDIMENTO DE MANUTENÇÃO DEVE SER SEGUIDO AS LINHAS HIDRÁULICAS "NÃO" NECESSITAM SER ENCAPADAS OU FECHADAS LOGO APÓS A DESCONEXÃO. ANTES DE DESCONECTAR AS LINHAS HIDRÁULICAS, LIMPAS-SE A ÁREA AFETADA COM SOLVENTE PARA LIMPEZA A SECO APROVADO. OS ELEMENTOS FILTRANTES "NÃO" NECESSITAM SER INSPECIONADOS QUANTO A CONTAMINAÇÃO. NA REMONTAGEM, OS SELOS E GAXETAS PODEM SER REAPROVEITADOS.
AS CAMADAS DIAGONAIS DE CORDONÉIS DE NYLON COBERTOS POR BORRACHA, MONTADAS EM ÂNGULOS OPOSTOS, CUJA FUNÇÃO É DAR FORMA E RESISTÊNCIA AO PNEU, DENOMINA-SE CARCAÇA. VÁLVULA DE AR. BANDA DE RODAGEM. TALÃO.
A MAIORIA DOS RESERVATÓRIOS EM LINHA DO SISTEMA HIDRÁULICO, SÃO PROJETADOS PARA QUE A BORDA DO GARGALO ABASTECEDOR FIQUE ABAIXO DO TOPO DO RESERVATÓRIO, COM A FINALIDADE DE SE PREVENIR O(A) TURBILHAMENTO DO FLUIDO. EXCESSO DE FLUIDO NO RECOMPLETAMENTO. BAIXO FLUXO DE FLUIDO PARA A BOMBA. ENTRADA DE MATERIAL ESTRANHO NO RECOMPLETAMENTO.
O TAMANHO DO ALICATE É DETERMINADO PELO SEU COMPRIMENTO NO MORDENTE. DO BICO. DO CABO. TOTAL.
UM DENSÍMETRO FOI USADO PARA TESTAR UM DOS ELEMENTOS DE UM ACUMULADOR DE ÁCIDO CHUMBO, A LEITURA QUE SE OBTEVE FOI DE 1120. NESTE CASO, A BATERIA ESTÁ CARREGADA. CARREGADA DE 1/4. CARREGADA DE 1/2. DESCARREGADO.
A MEDIDA À FRENTE OU ATRÁS DA LONGARINA DIANTEIRA DA ASA, PERPENDICULARMENTE À LINHA D'ÁGUA DESIGNADA, É CHAMADA DE ESTAÇÃO DE AILERON. FUSELAGEM. NACELE. FLAPE.
DENTRE AS ESTAÇÕES DE UMA AERONAVE, A LINHA D'ÁGUA É UMA MEDIDA DE: ALTURA. DIÂMETRO. PROFUNDIDADE. LARGURA.
A PROPRIEDADE QUE PERMITE AO METAL RETORNAR A SUA FORMA ORIGINAL, APÓS REMOVIDA A FORÇA QUE A DEFORMA, É CONHECIDA COMO? FUSIBILIDADE. MALEABILIDADE. DUCTILIDADE. ELASTICIDADE.
O CABO DE COMANDO DE ESPECIFICAÇÃO 7 X 19 É FEITO COM ? 7MM DE DIÂMETRO E 19 M DE COMPRIMENTO. 19MM DE DIÂMETRO E 7 M DE COMPRIMENTO. 7 PERNAS DE 19 FIOS. 19 PERNAS DE 7 FIOS.
O SISTEMA DE CICLO DE AR CONSISTE DE COMPRESSÃO DE AR PELAS TURBINAS. AR PRESSURIZADO, TROCADOR DE CALOR E TURBINA. ENTRADA DE AR, DISTRIBUIÇÃO E RETIRADA DE AR. COMPRESSÃO DE AR PELOS COPRESSORES.
NO SISTEMA DE OXIGÊNIO DE FLUXO CONTÍNUO, O OXIGÊNIO FLUI DO CILINDRO CARREGADO ATÉ A LINHA DE ALTA PRESSÃO E, POSTERIORMENTE, PASSA POR UMA VÁLVULA QUE REDUZ A PRESSÃO PARA AQUELA REQUERIDA NA SAÍDA DAS MÁSCARAS. ESTA VÁLVULA DENOMINA-SE: REDUTORA DE PRESSÃO. REGULADORA DE PRESSÃO POR DEMANDA. DE LINHA. DE CARGA.
A CAIXA DE ACIONAMENTO DO ROTOR DE CAUDA TEM A FINALIDADE DE ELIMINAR A TRANSMISSÃO DAS VIBRAÇÕES PARA O ROTOR DE CAUDA. LUBRIFICAR AS HASTES DE COMANDO DO ROTOR DE CAUDA. EQUALIZAR A RPM DO ROTOR PRINCIPAL COM A DO ROTOR DE CAUDA. MODIFICAR A DIREÇÃO DE ACIONAMENTO DO EIXO QUE VEM DA TRANSMISSÃO PRINCIPAL.
PARA SE EVITAR QUE O ÓLEO ESPUME E ENTRE AR NA BOMBA, NO RESERVATÓRIO HIDRÁULICO, SÃO INCORPORADOS(AS) ALETAS DEFLETORAS. VÁLVULAS DE ALÍVIO. RETENTORES. SUSPIROS.
NOS MOTORES ELÉTRICOS DE CORRENTE CONTÍNUA, O SENTIDO DO CAMPO DEPENDE DO(A) VARIAÇÃO DE CORRENTE NOS ENROLAMENTOS. NÚMERO DE ESPIRAS NA BOBINA. SENTIDO DO FLUXO DE CORRENTE. VELOCIDADE DO INDUZIDO.
A EFICIÊNCIA DE UMA ASA É A MEDIDA EM TERMOS DE RAZÃO ENTRE A SUSTENTAÇÃO E O ARRASTO. TRAÇÃO E O ARRASTO. SUSTENTAÇÃO E O PESO. TRAÇÃO E A SUSTENTAÇÃO.
É CHAMADO DE "VERNIER" DO PAQUÍMETRO A ESCALA MARCADA NO TENSOR. CURSOR. IMPULSOR. TAMBOR.
DENTRE AS ALTERNATIVAS ABAIXO, A ÚNICA QUE "NÃO" FAZ PARTE DA MANUTENÇÃO DE UM FREIO A DISCO, É A SANGRIA DE AR. LUBRIFICAÇÃO DAS PASTILHAS E DISCOS. SUBSTITUIÇÃO DAS PASTILHAS DEFEITUOSAS. INSPEÇÃO QUANTO A VAZAMENTOS.
ALGUMAS AERONAVES DE TRANSPORTE TÊM FREIOS INSTALADOS NA RODA DO NARIZ, SENDO ACIONADOS PELA(O) APLICAÇÃO DA PARTE SUPERIOR DE AMBOS OS PEDAIS. VOLANTE DE COMANDO DE DIREÇÃO DA RODA DO NARIZ. BRAÇO DE TORQUE, AUTOMATICAMENTE, COM O RECUO DAS MANETES DE POTÊNCIA. APLICAÇÃO DA PARTE SUPERIOR DO PEDAL ESQUERDO OU DIREITO.
AS LINHAS DE FORÇA INVISÍVEIS QUE DEIXAM UM ÍMÃ EM UM PONTO E ENTRAM EM OUTRO PONTO SÃO CONHECIDAS COMO LINHAS DE FORÇA. POLOS MAGNÉTICOS. DENSIDADE DE FLUXO. LINHAS DE REPULSÃO.
QUANDO AS RODAS ESTÃO NA POSIÇÃO DE POUSO, UMA PARTE MAIS PESADA DA RODA TEM TENDÊNCIA A SE MANTER PARA BAIXO E SEMPRE TOCA NO SOLO EM PRIMEIRO LUGAR, RESULTANDO EM SEVERO DESGASTE. PARA CORRIGIR ESTE PROBLEMA DEVE-SE FAZER O(A) ALINHAMENTO DO CONJUNTO DE RODAS. RECAUCHUTAGEM DO PNEU. CORRETA CALIBRAGEM DO PNEU. BALANCEAMENTO DO CONJUNTO DA RODAS.
EM UM TRANSFORMADOR, A PERDA CAUSADA PELA RESISTÊNCIA DO CONDUTOR, ENVOLVENDO AS ESPIRAS DA BOBINA, É DENOMINADA PERDA POR HISTERESE. DO COBRE POR EDDY CURRENT. DO FERRO.
O DISPOSITIVO USADO NOS SISTEMAS DE COMANDO DE VOO, COM A FINALIDADE DE AJUSTAR A TENSÃO DOS CABOS, DENOMINA-SE GUINHOL. TUBO DE TORQUE. ESTICADOR. CONECTOR.
DENTRE AS ALTERNATIVAS ABAIXO, INDIQUE O PROCEDIMENTO CONTRA INDICADO NUM TRABALHO DE PINTURA COM PULVERIZAÇÃO À PISTOLA MANTER A PISTOLA EM ÂNGULO RETO COM A SUPERFÍCIE. ALIVIAR O GATILHO ANTES DE COMPLETAR A PASSADA. VARIAR A DISTÂNCIA DA PISTOLA À SUPERFÍCIE, NA PASSADA. MANTER A PISTOLA DISTANTE DA SUPERFÍCIE, DE 6 A 10 POLEGADAS.
QUANDO A PRESSÃO EXCEDE A UM MÁXIMO PRÉ-DETERMINADO PARA O QUAL A VÁLVULA DE ALÍVIO DE PRESSÃO DO SISTEMA HIDRÁULICO FOI AJUSTADA, O FLUIDO DA LINHA DE PRESSÃO É DESCARREGADO PARA O(A) ENTRADA DA BOMBA. LINHA DE RETORNO DO RESERVATÓRIO. ACUMULADOR. DRENO.
EM UM SISTEMA DE EXTINÇÃO DE FOGO QUE UTILIZA GARRAFAS DE DIÓXIDO DE CARBONO, EQUIPADAS COM TUBOS SIFÃO RETO E RÍGIDO, DEVEM SER INSTALADAS NA POSIÇÃO HORIZONTAL SEM TOLERÂNCIA DE INCLINAÇÃO. HORIZONTAL COM TOLERÂNCIA DE INCLINAÇÃO DE 30 GRAUS. VERTICAL COM TOLERÂNCIA DE INCLINAÇÃO DE 90 GRAUS. VERTICAL COM TOLERÂNCIA DE INCLINAÇÃO DE 60 GRAUS.
EM UM SISTEMA ONDE O PITOT E A FONTE DE PRESSÃO ESTÁTICA ESTÃO SITUADOS EM POSIÇÕES DIFERENTES DA AERONAVE, CASO O TUBO DE PITOT SEJA BLOQUEADO EM VOO, O INSTRUMENTO QUE NÃO TERÁ INDICAÇÃO É O HORIZONTE ARTIFICIAL. VELOCÍMETRO. ALTÍMENTRO. RAZÃO DE SUBIDA.
A FORÇA DE SUSTENTAÇÃO SEMPRE AGE NA DIREÇÃO OPOSTA À FORÇA RESULTANTE. NA DIREÇÃO DA FORÇA RESULTANTE. PERPENDICULARMENTE AO ÂNGULO DE ATAQUE. PERPENDICULARMENTE AO VENTO RELATIVO.
NA APLICAÇÃO DA REGRA DA MÃO ESQUERDA PARA GERADORES, O DEDO POLEGAR APONTARÁ NA DIREÇÃO DO MOVIMENTO DO CONDUTOR ATRAVÉS DO CAMPO. DAS LINHAS DE FORÇA MAGNÉTICA. DA FORÇA ELETROMOTRIZ INDUZIDA. DO FLUXO DE CORRENTE.
EM UMA REBITAGEM UTILIZOU-SE UMA BARRA ENCONTRADORA, PODE-SE AFIRMAR QUE O REBITE USADO É DO TIPO PULL-THRU. AUTO-CRAVAÇÃO. SÓLIDO. CEGO.
O COMPONENTE DO SISTEMA DE OXIGÊNIO QUE FORNECE OXIGÊNIO AO USUÁRIO, EM RESPOSTA À SUCÇÃO DE SUA PRÓPRIA RESPIRAÇÃO, É O(A) REGULADOR DILUIDOR DE DEMANDA. REGULADOR DE FLUXO CONTÍNUO. VÁLVULA DE CORTE. VÁLVULA DE ABASTECIMENTO.
QUANDO O MOTOR DE UMA AERONAVE NÃO ESTIVER FUNCIONANDO, O INDICADOR DA PRESSÃO DE ADMISSÃO "NÃO" TERÁ INDICAÇÃO. INDICARÁ O ÚLTIMO REGISTRO, ANTES DO CORTE DO MOTOR. REGISTRARÁ A DIFERENÇA ENTRE AS PRESSÕES ESTÁTICA E DINÂMICA. INDICARÁ A PRESSÃO ATMOSFÉRICA.
O LIQUIDÔMETRO QUE É CONECTADO A UMA BÓIA FLUTUANTE, TAMBÉM DENOMINADO INDICADOR DE LEITURA DIRETA, ESTE É UM INSTRUMENTO DO TIPO ELETRÔNICO. ELÉTRICO. MECÂNICO. CAPACITIVO.
O DISPOSITIVO ELETROMECÂNICO DE PROTEÇÃO USADO ONDE SE DESEJA OBTER UMA REDUÇÃO DE TAMANHO E PESO TOTAL DO CIRCUITO É O RELÉ. FUSÍVEL. DISJUNTOR. DIFERENCIAL. .
Report abuse Terms of use
We use cookies to personalize your experience. If you continue browsing you will be accepting its use. More information.