Kernelpan1c.ksd

INFO
STADISTICS
RECORDS
Title of test:
Kernelpan1c.ksd

Description:
The final questions

Author:
Mr Robot
(Other tests from this author)

Creation Date:
12/09/2018

Category:
Others
Click 'LIKE' to follow the bests test of daypo at facebook
Last comments
No comments about this test.
Content:
NUM JOGO DE FERRAMENTAS SOQUETE, SE UMA DAS PEÇAS MEDE 11/16 DA POLEGADA, A PEÇA IMEDIATAMENTE SUPERIOR MEDIRÁ, EM POLEGADA 9/16. 3/4. 13/16. 1/2.
A FORÇA DE ARRASTO É SEMPRE PARALELA AO VENTO RELATIVO E NA MESMA DIREÇÃO. PARALELA AO VENTO RELATIVO E NA DIREÇÃO OPOSTA. PERPENDICULAR AO VENTO RELATIVO E NA MESMA DIREÇÃO. PERPENDICULAR AO VENTO RELATIVO E NA DIREÇÃO OPOSTA.
O COMPONENTE DO SISTEMA HIDRÁULICO, QUE TEM A FINALIDADE DE AMORTECER AS OSCILAÇÕES DE PRESSÃO, MANTENDO A PRESSÃO A UM NÍVEL PRÉ-AJUSTADO, DENOMINA-SE RESERVATÓRIO. REGULADOR DE PRESSÃO. ACUMULADOR UNIDADE DE ATUAÇÃO.
NO SISTEMA DE PRESSURIZAÇÃO, A VÁLVULA QUE IMPEDE QUE A PRESSÃO DA CABINE ULTRAPASSE UMA PRESSÃO DIFERENCIAL PRÉ-DETERMINADA, ACIMA DA PRESSÃO AMBIENTE, É DENOMINADA VÁLVULA DE CONTROLE DE TEMPERATURA. DE ALÍVIO DE PRESSÃO NEGATIVA. SOLENÓIDE. DE ALÍVIO DE PRESSÃO POSITIVA.
AS PARTES MÓVEIS DE UM MICRÔMETRO SÃO ARCO E BAINHA. CURSOR E IMPULSOR. VERNIER E ENCOSTO. TAMBOR E HASTE.
EM UM GERADOR, AS ESCOVAS FICAM SOBREPOSTAS NO(A) EXTREMIDADE DO EIXO. NÚCLEO DA BOBINA. SUPERFÍCIE DO COLETOR. CARCAÇA PRINCIPAL.
EM UM SISTEMA PNEUMÁTICO ACIONADO PELO COMPRESSOR DO MOTOR DA AERONAVE, O SOLENÓIDE DA VÁLVULA DE ALIJAMENTO DA CONDENSAÇÃO É ENERGIZADO E DESENERGIZADO POR UM INDICADOR DE PRESSÃO. REGULADOR DE FLUXO. INTERRUPTOR DE PRESSÃO. MOTOR HIDRÁULICO.
NO SISTEMA DE PRESSURIZAÇÃO, A VÁLVULA QUE IMPEDE QUE A PRESSÃO DA CABINE ULTRAPASSE UMA PRESSÃO DIFERENCIAL PRÉ-DETERMINADA, ACIMA DA PRESSÃO AMBIENTE, É DENOMINADA VÁLVULA DE ALÍVIO DE PRESSÃO POSITIVA. SOLENÓIDE. DE CONTROLE DE TEMPERATURA. DE ALÍVIO DE PRESSÃO NEGATIVA.
O DISPOSITIVO DE PROTEÇÃO DO CIRCUITO ELÉTRICO QUE TEM A FINALIDADE DE SUPORTAR UMA CONSIDERÁVEL SOBRECARGA POR UM CERTO PERÍODO DE TEMPO DENOMINA-SE RELÉ. FUSÍVEL LIMITADOR DE CORRENTE. QUEBRA-CIRCUITO. PROTETOR TÉRMICO.
DE ACORDO COM A NORMA SAE, O AÇO COMUM COM 0,30% DE CARBONO, TEM A DESIGNAÇÃO 1030. 1040. 1010. 1020.
NOS DISPOSITIVOS DE ALARMES INCORPORADOS EM AERONAVES COM TRENS DE POUSO RETRÁTEIS, QUANDO UMA OU MAIS MANETES FOREM RECUADAS, E O TREM DE POUSO ESTIVER EM ALGUMA POSIÇÃO QUE "NÃO" SEJA "BAIXADO E TRAVADO", A LÂMPADA DE INDICAÇÃO DOS TRENS DO POUSO, ESTARÁ ACESA E A BUZINA NÃO SOARÁ. APAGADA E A BUZINA SOARÁ. APAGADA E A BUZINA NÃO SOARÁ. ACESA E A BUZINA SOARÁ.
OS PARAFUSOS UTILIZADOS EM AVIAÇÃO DO TIPO NF, POSSUI(EM) CABEÇA BOLEADA. CABEÇA ACHATADA. SÉRIES DE FILETES GROSSOS. SÉRIES DE FILETES FINOS.
EM UMA AERONAVE DE PEQUENO PORTE, QUANDO UM AILERON MOVE-SE PARA AUMENTAR A SUSTENTAÇÃO NAQUELA ASA, O AILERON DA OUTRA ASA MOVE-SE PARA BAIXO, AUMENTANDO A SUSTENTAÇÃO. CIMA, AUMENTANDO A SUSTENTAÇÃO. BAIXO, REDUZINDO A SUSTENTAÇÃO. CIMA, REDUZINDO A SUSTENTAÇÃO.
UM DOS MÉTODOS PARA ASSEGURAR A FIXAÇÃO DE PARAFUSOS, PORCAS, PINOS E OUTROS ELEMENTOS DE FIXAÇÃO É A UTILIZAÇÃO DE UM ANEL DE PRESSÃO, QUE É CONFECCIONADO DE METAL TEMPERADO E É FIRMEMENTE ASSENTADO NA RANHURA POR AÇÃO DE MOLA. TRAVAMENTO. ENROLAMENTO. ATRITO.
A DISTÂNCIA HORIZONTAL ENTRE EQUIPAMENTO E PLANO DE REFERÊNCIA, DENOMINA-SE BRAÇO. BALACEAMENTO. CENTRO DE GRAVIDADE. MOMENTO.
A TENSÃO DO CABO DE COMANDO DEVE SER AJUSTADA EM FUNÇÃO DOS FATORES DIÂMETRO DO CABO E VARIAÇÃO DA TEMPERATURA. ESFORÇO DO CABO E VARIAÇÃO DA TEMPERATURA. PESO DO CABO E TIPO DE AERONAVE. PESO E DIÂMETRO DO CABO.
Report abuse Terms of use
We use cookies to personalize your experience. If you continue browsing you will be accepting its use. More information.