Coordenação endócrina: hipófise, pineal, tireoide e parati

INFO
STADISTICS
RECORDS
Title of test:
Coordenação endócrina: hipófise, pineal, tireoide e parati

Description:
Biologia

Author:
Helissom
(Other tests from this author)

Creation Date:
06/10/2019

Category:
Others
Click 'LIKE' to follow the bests test of daypo at facebook
Last comments
No comments about this test.
Content:
Os hormônios do crescimento, da regulação da glicemia, da regulação de metabolismo basal e da regulação do cálcio, são produzidos, respectivamente, pelas seguintes glândulas endócrinas. Hipófise, pâncreas, tireoide e paratireoide. Tireoide, pâncreas, hipófise e paratireoide. Hipófise, tireoide, pâncreas e paratireoide. Tireoide, paratireoide, pâncreas e hipófise. Hipófise, pâncreas, paratireoide e tireoide.
A hipófise produz e secreta uma série de hormônios que têm ação em órgãos distintos, sendo, portanto, considerada a mais importante glândula do sistema endócrino humano. Sobre os hormônios hipofisários, é correto afirmar que: O FSH, produzido na hipófise anterior, facilita o crescimento dos folículos ovarianos e aumenta a motilidade das trompas uterinas durante a fecundação. A vasopressina, secretada pelo lobo posterior da hipófise, é responsável pela reabsorção de água nos túbulos renais. O hormônio adrenocorticotrópico (ACTH) é um esteroide secretado pela adenohipófise e exerce efeito inibitório sobre o córtex adrenal. O comportamento maternal e a recomposição do endométrio, após o parto, ocorrem sob a influência do hormônio prolactina. O hormônio luteinizante atua sobre o ovário e determina aumento nos níveis do hormônio folículo estimulante (FSH) após a ovulação. .
A glândula tireoide produz os hormônios triiodotironina (T3), tiroxina (T4) e calcitonina. O excesso dos hormônios T3 e T4 causa uma doença que apresenta sintomas como irritabilidade, pele quente e úmida, insônia, perda de peso e exoftalmia. Essa doença é denominada de: Hipotireoidismo. Hipertireoidismo. Anemia. Nanismo. Acromegalia.
A hipófise produz e secreta uma série de hormônios que têm ação em órgãos distintos, sendo, portanto, considerada a mais importante glândula do sistema endócrino humano. Sobre os hormônios hipofisários, é CORRETO afirmar que: o FSH, produzido na hipófise anterior, facilita o crescimento dos folículos ovarianos e aumenta a motilidade das trompas uterinas durante a fecundação. a vasopressina, secretada pelo lobo posterior da hipófise, é responsável pela reabsorção de água nos túbulos renais. o hormônio adenocorticotrópico (ACTH) é um esteróide secretado pela adeno-hipófise e exerce efeito inibitório sobre o córtex adrenal. o comportamento maternal e a recomposição do endométrio, após o parto, ocorrem sob a influência do hormônio prolactina. o hormônio luteinizante atua sobre o ovário e determina aumento nos níveis do hormônio folículo estimulante (FSH) após a ovulação.
A adrenalina é extremamente importante para a sobrevivência de muitos organismos em variadas situações de estresse. Sobre este hormônio, podemos afirmar: É produzido pelas glândulas supra-renais e intervém na função glicogênica do fígado. É produzido pela hipófise e produz taquicardia e eriçamento de pelos. É produzido pela mesma glândula exócrina que produz a sudorese. É produzido pela hipófise e intervém na velocidade dos movimentos musculares. É produzido pelo timo e provoca uma redução na velocidade dos atos reflexos.
Três pacientes com disfunções hormonais apresentam os seguintes sintomas: paciente 1: contração da musculatura do útero; paciente 2: elevado nível de cálcio no sangue e estímulo de liberação de cálcio nos ossos; paciente 3: aceleração dos batimentos cardíacos. As glândulas e os hormônios envolvidos na sintomatologia apresentada pelos pacientes 1, 2 e 3 são, respectivamente, tireoide e calcitonina – pâncreas e insulina – pineal e melatonina hipófise e ocitocina – paratireoides e paratormônio – adrenal e adrenalina. ovário e progesterona – tireoide e calcitonina – hipófise e luteinizante. hipófise e luteinizante – ovário e progesterona – tireoide e calcitonina. hipófise e tiroxina – tireoide e calcitonina – adrenal e adrenalina.
Os distúrbios por deficiência de iodo (DDI) são fenômenos naturais e permanentes amplamente distribuídos em várias regiões do mundo. Populações que vivem em áreas deficientes em iodo tem o risco de apresentar os distúrbios causados por essa deficiência, cujos impactos sobre os níveis de desenvolvimento humano, social e econômico são muito graves. No Brasil, vigora uma lei que obriga os produtores de sal de cozinha a incluírem em seu produto certa quantidade de iodeto de potássio. Essa inclusão visa prevenir problemas em qual glândula humana? Hipófise Tireoide Pâncreas Suprarrenal Paratireoide.
Report abuse Terms of use
We use cookies to personalize your experience. If you continue browsing you will be accepting its use. More information.