Josué nascimento dos santos

INFO
STADISTICS
RECORDS
Title of test:
Josué nascimento dos santos

Description:
prova de marinha cap 8 - 14

Author:
AVATAR

Creation Date:
09/10/2018

Category:
Others
Click 'LIKE' to follow the bests test of daypo at facebook
Last comments
No comments about this test.
Content:
O que é a resistência real do dispositivo? É a resistência do componente mais fraco dos elementos do dispositivo de reboque. é a resistência do componente da máquina de suspender É a resistência do componente mais forte dos elementos do dispositivo de reboque. É a resistência do tornel e virador.
São normalmente informados pelos fabricantes dos cabos, cujas tabelas devem existir a bordo. Valores de carga de ruptura valores do coeficiente de tração valores do peso valores de manilha.
As manilhas e amarras possuem suas características tabeladas verdadeiro falso.
Caso não sejam informados, as características de alguns cabos e amarras, existem recursos que permitem avaliar suas resistências com razoável segurança. verdadeiro falso.
Nome dado na Inglaterra ao aço de alta qualidade, originalmente na confecção dos cabos de arame utilizado nos trabalhos de arar? aço de arado aço alado aço doce aço de coisar.
Cabo normalmente usado como cabo de reboque orgânico dos rebocadores cabo de aço arado 6x37 cabo de aço arado 6x6 cabo de aço arado 6x36 cabo de aço arado 6x16.
Quais são os elos especiais que a amarra possui? Elo alongado com malhete, elo sem malhete e elo alongado sem malhete. Elo alongado com molinete, elo sem malhete e elo alongado sem malhete. Elo alongado com malhete, elo sem manivela e elo alongado sem malhete. Elo alongado com malhete, elo sem malhete e elo alongado sem molinete.
É o elo empregado na extremidade das amarras e destina-se a receber o "manilhão" de reboque? Elo alongado com malhete elo sem malhete elo alongado sem malhete. elo alongado sem molinete.
Qual a formula do elo alongado com malhete? CT = 9 x d² ton CT = 6 x d² ton CT = 3 x d² ton CT = 8 x d² ton.
Este elo era utilizado nas extremidades de cada quartel das amarras mais antigas, que empregavam manilhas para a ligação dos quartéis? elo sem malhete Elo alongado com malhete elo alongado sem malhete. elo alongado com molinete.
Qual a formula do elo sem malhete? CT = 6 x d² ton CT = 9 x d² ton CT = 8 x d² ton CT = 2 x d² ton.
Este elo era usado no quartel do tornel, das amarras antigas. elo alongado sem malhete. elo sem malhete Elo alongado com molinete Elo alongado sem bolinete.
Qual a fórmula do elo alongado sem malhete CT = 4 x d² ton CT = 6 x d² ton CT = 8 x d² ton CT = 9 x d² ton.
Os cabos em geral, ao serem submetidos a trabalhos marinheiros, não tem a sua resistência alterada. falso verdadeiro.
Costura em que o cabo permanece com o mesmo diâmetro, destinada a emendar 2 cabos que trabalhem em poleames. costura de laborar costura redonda costura de mão costura de cozer.
Qual a resistência do cabo, com uma costura de laborar? 50% da resistência original 25% da resistência original 75% da resistência original 45% da resistência original.
Costura em que os cordões de um cabo são trançados entre os cordões do outro, utilizada para confecção de estropos e para emendar cabos que não necessitem trabalhar em poleame. costura redonda costura de laborar costura de mão costura de cozer.
Qual a resistência do cabo, com uma costura redonda? 85% da resistência original 75% da resistência original 65% da resistência original 55% da resistência original.
Chicote do cabo é dobrado para formar uma alça e depois, costurado no próprio cabo com uma costura redonda? costura de mão costura redonda costura de laborar costura de cozer.
Qual a costura que menos diminui a resistência original do cabo? costura de mão e fica com 90% da resistência original costura de laborar e fica com 90% da resistência original costura de redonda e fica com 90% da resistência original costura de cozer e fica com 90% da resistência original.
Qual a resistência de um cabo usando a volta da fateixa? 75% do original 65% do original 55% do original 45% do original.
Qual a resistência de um cabo usando a volta da ribeira, volta redonda e dois cotes? 70% da original 60% da original 80% da original 50% da original.
Qual a resistência de um cabo usando o lais de guia e a volta do fiel? 60% do original 50% do original 40% do original 70% do original.
Qual a resistência de um cabo usando o nó de escota? 55% do original 45% do original 65% do original 75% do original.
Qual a resistência de um cabo usando no direito e meia volta? 45% do original 55% do original 50% do original 40% do original.
São acessórios utilizados quando necessários fazer alças provisórias em cabos de aço? grampos cabresteira cabos de 1'' arco.
Os grampos a bordo de _________________ são frequentemente empregados para fazer a _____________ provisória em cabo de ___________________. rebocadores - mão - reboque partido. rebocado - não - reboque singelo. rebocado - mão - reboque singelo. rebocadores - mão - arame.
O uso correto do grampo faz a resistência do cabo cair ? 15% 10% 20% 05%.
Qual a fórmula do nº de grampos a ser usado no cabo de aço? N = (3xd) + 1 N= (2xd) + 1 N= (4xd) + 1 N= (1xd) + 1.
Deve ser utilizar no mínimo 3 grampos em um cabo de aço. verdadeiro falso.
O espaçamento entre _______________ não deve ser inferior a ________________ o diâmetro do cabo. os grampos - 6 vezes o sapatilho - 6 vezes o torniquete - 4 vezes os grampos - 5 vezes.
É necessário ___________________ os grampos após cada passeio da ____________________. reapertar - estralheira. estralheira - reapertar repatriar - estalheiro. recolocar - estralheira.
Os cabos existente no sarilho da máquina de reboque e os eventualmente usados como componentes de dispositivos, devem ser submetidos a inspeções periódicas destinadas as suas condições de conservação. verdadeiro falso.
Reboque indicado para águas restritas e interiores? reboque a contrabordo reboque de pernada singela reboque no cais reboque com cabresteira.
O reboque a contrabordo em mar aberto, não é indicado por causa do movimento das ondas que provocam choques violentos entre o rebocador e rebocado verdadeiro falso.
Como deve ser feita a amarração padrão para reboque em rios? lançante de 7", spring de 8" e través de 8". lançante de 8", spring de 7" e través de 8". lançante de 7", spring de 7" e través de 7". lançante de 8", spring de 7" e través de 8".
é a espia que atuará como responsável pela transmissão dos esforços para o rebocado durante os movimentos de máquina atrás? lançante de 7" lançante de 8'' spring de 7'' spring de 8".
Sai da proa do rebocador e é a espia que será responsável pela transmissão do movimento para avante ao rebocado. spring de 8" spring de 7" lançante de 7" lançante de 8".
Passado para a popa do rebocado, será responsável por manter a popa do rebocado solidária com a do rebocado, principalmente em marcha adiante. través de 8" spring de 8" través de 7" lançante de 8".
a pá inferior sofre um maior esforço lateral que a pá superior verdadeiro falso.
O uso de defensas no reboque é opcional verdadeiro falso.
As defensas deverão estar em _____________ e ______________ em todos os pontos de possível contato entre os navios. boas condições - localizadas ordem - pintadas boas condições - pintadas localizadas - com aspecto marinheiro.
Os cabos de ____________ devem ser passados pela ______________ e não pelo _____________ central das defensas. sustentação - banda de rodagem - orifício adaptação - banda de rodagem - orifício sustentação - banda de rodagem - tamanho ajustamento - banda de rodagem - orifício.
Como deve ser feito o reboque de um submarino? Pelo cabo de reboque orgânico ou pelas amarras. Pelo cabo de sustentação ou pelas amarras. Pelo cabo de reboque orgânico ou pelas manilhas. Pelo cabo de reboque de sisal ou pelas amarras.
Por que os rebocadores devem evitar passar cabos em excesso na água na faina de reboque de submarinos? os cabos quando molhados aumentam o peso e o pequeno espaço na proa do submarino para se trabalhar os cabos quando molhados diminui o peso e o pequeno espaço na proa do submarino para se trabalhar os cabos quando molhados aumentam o peso e o grande espaço na proa do submarino para se trabalhar os cabos quando molhados diminui o peso e o grande espaço na proa do submarino para se trabalhar.
Devido a sua pequena superfície velica, o submarino deverá ter caimento mais lento que o rebocador. verdadeiro falso.
É constituída de uma cabo de nylon torcido de 3,5" (30m) que esta conectado na proa através de uma patola e outra extremidade no piso externo do lado da vela de BB, e o seu seio abotoado ao longo do costado de BB. dispositivo de reboque para submarinos. dispositivo de reboque para NaeSPaulo. dispositivo de reboque para Fragatas. dispositivo de reboque para Corvetas.
A ___________ do dispositivo é constituído de ___________. mão - uma alça. não - um sapatilho. mão - grampos alça - grampos.
Qual o elo de ligação que o rebocador deve possuir em condições de pronto emprego, para talingar o cabo de reboque no rebocador-rebocado? manilhão virador placas retangulares tirador.
Tendo em vista o dispositivo de reboque do submarino, recomenda- se que a aproximação do rebocador seja feita por ________. bombordo boreste sotavento barlavento.
é uma das mais complexas operações de salvamento no mar, exigindo do pessoal de salvamento conhecimento do navio acidentado e do próprio. desencalhe encalhe abarroamento sáida do porto.
Para que uma operação de desencalhe seja bem sucedida, é necessário planeja-la depois de apreciar todos os fatores que podem influência-la. verdadeiro falso.
Quais são as 3 providências iniciais para uma embarcação encalhada? lastrar o navio, espiar ferros e parar emprego de máquinas lastrar o navio, espiar amarrar e parar emprego de máquinas lastrar o navio, espiar ferros e usar emprego de máquinas encher o navio, espiar ferros e parar emprego de máquinas.
Lastrar os tanques da embarcação encalhada na seção em que esta apoiada para evitar choques das obras vivas com o fundo. este fenômeno é Live Lively Line Linely.
Impedir que o navio encalhado, sob a ação das ondas, atravesse em relação a direção do mar e, seja deslocado para a praia espiar ferros ferros a olho ferro pelos cabelos ferro invertido.
Os propulsores do navio encalhado não devem ser utilizados sem que haja uma avaliação antes. verdadeiro falso.
Preenchimento do questionário do acidentado, inspeção do nível do mar e inspeção abaixo do nível do mar, são levantamentos: Situação de uma embarcação encalhada Situação de uma embarcação a matroca Situação de uma embarcação a deriva Situação de uma embarcação navegando em rios.
é o documento preenchido pelo representante do navio encalhado ou o seu comandante relatando o acidente, os meios disponíveis a bordo e auxílio necessário. questionário do acidentado questionário do acidente relatorio do acidente queixas do acidentado.
Conhecido como guia do navio de salvamento? questionário do acidentado questionário do acidente.
manobra utilizada para achar a extensão da área do encalhe? hogging line jogging line rogging line dogging line .
Qual é o coeficiente de atrito da lama ou terreno de aluvião? 0,2 a 0,4 0,4 a 0,6 0,6 a 0,8 0,8 a 1,5.
Qual é o coeficiente de atrito da areia? 0,2 a 0,4 0,4 a 0,6 0,6 a 0,8 0,8 a 1,5.
Qual é o coeficiente de atrito da coral? 0,2 a 0,4 0,4 a 0,6 0,6 a 0,8 0,8 a 1,5.
Qual é o coeficiente de atrito da rocha? 0,2 a 0,4 0,4 a 0,6 0,6 a 0,8 0,8 a 1,5.
Na ausência do armador, quem pode assinar o contrato para dar início ao salvamento? comandante do navio chefe de máquinas chefe do convés mestre do navio.
O que significa a coordenação comando-popa? é a coordenação entre comandante-imediato é a coordenação entre comandante-mestre é a coordenação entre comandante-EGA é a coordenação entre comandante-contramestre.
O ____________ é o responsável pela manobra de aproximação e o _____________ pelas fainas marinheiras. comandante - imediato imediato - comandante comandante - mestre oficial de aproximação - mestre.
Exercerá a supervisão da faina, ocupando um convés mais alto, de onde possa ter uma visão ampla da popa do rebocador, de modo que exerça um efetivo acompanhamento da manobra de cabos e zelar pela observância das medidas de segurança. imediato comandante mestre EGA.
Qual a sequência da passagem material empregado na passagem do cabo de reboque? retinida, mensageiro, cabo de leva e dispositivo de reboque mensageiro, retinida, cabo de leva e dispositivo de reboque cabo de leva, mensageiro, retinida e dispositivo de reboque dispositivo de reboque, retinida, mensageiro e cabo de leva.
é o dispositivo que, a primeira barcaça é ligada ao cabo de reboque do navio rebocador, e a segunda ligada a um cabeço do convés do rebocador. honolulu árvore de natal tandem cabresteira.
método indicado para reboques oceânicos de barcaças, tem mais segurança e necessita de águas profundas árvore de natal honolulu tandem cabestreira.
suporte de eixo corrediço, instalado na proa, onde é talingada a alça do dispositivo de reboque cabresteira ou virador. SMIT´S BRACKET SMIT´S DRACKET SMIT´S PRACKET SMIT´S VRACKET.
Girar em torno do navio avariado, observando o seu ângulo de permanência, seu caimento e seu jogo, é uma regra de : aproximação ao navio à matroca aproximação para a atracação aproximação ao porto aproximação ao convés.
Parar máquinas e observar o seu próprio caimento, é uma regra de : aproximação ao navio a matroca aproximação ao cais aproximação ao porto aproximação para a atracação.
Fazer a aproximação por barlavento, com a menor velocidade possível, dentro do ângulo de permanência do próprio navio de socorro, é uma regra de : aproximação ao navio à matroca aproximação ao cais aproximação ao porto aproximação para a atracação.
Com quantos homens serão necessários para realizar as manobras na popa do rebocador 5 6 4 3.
é constituída por duas seções de cabo de aço de bitola idêntica ao cabo de reboque utilizado, cerca de 15 a 18 metros cabresteira honolulu virador cabrestandem.
Quando o navio a ser socorrido se encontra fundeado, qual sera os 3 métodos de passagem de cabos? com navio à matroca, com atracação a contrabordo e com navio fundeado com navio à matroca, com atracação a contrabordo e com navio ferro invertido com navio à matroca, com atracação no cais e com navio fundeado com navio à matroca, com atracação a contrabordo e com navio com ferro a olho.
à saída do porto, a popa do rebocador, já deverá estar preparada adequadamente para a faina a ser desenvolvida. verdadeiro falso.
Durante a faina de reboque, pode ser utilizado sinais de apito para comunicação rebocador-rebocado. O que significa 2 longos? Dê adiante pare mais rápido entrar o cabo.
Durante a faina de reboque, pode ser utilizado sinais de apito para comunicação rebocador-rebocado. O que significa 1 longo e 2 curtos? pare mais rápido entre com cabo devagar.
Durante a faina de reboque, pode ser utilizado sinais de apito para comunicação rebocador-rebocado. O que significa 2 longos e 1 curto? mais rápido dê adiante devagar aguentar assim.
Durante a faina de reboque, pode ser utilizado sinais de apito para comunicação rebocador-rebocado. O que significa 2 curtos e 1 longo? adiante maquinas atrás aguentar assim entrar com o cabo.
Durante a faina de reboque, pode ser utilizado sinais de apito para comunicação rebocador-rebocado. O que significa 2 longos e 5 curtos? largar o cabo entrar o cabo aguentar assim de adiante.
Durante a faina de reboque, pode ser utilizado sinais de apito para comunicação rebocador-rebocado. O que significa 1 curto e 2 longos? deixar sair mais cabo aguentar assim puxar cabo pare.
Durante a faina de reboque, pode ser utilizado sinais de apito para comunicação rebocador-rebocado. O que significa 2 curtos e 2 longos? aguentar assim pagar cabo recolher cabo pare.
Durante a faina de reboque, pode ser utilizado sinais de apito para comunicação rebocador-rebocado. O que significa 3 séries de 5 curtos? vou largar ( em emergência) entra cabo adiante pare.
As alterações de rumo deverão ser feitas de 5 em 5 graus durante o reboque verdadeiro falso.
de quanto em quanto tempo deverão ser refrescados os cabos e amarras durante a faina de reboque nos rebocadores, corvetas e amarras respectivamente? 4 em 4 horas - 2 em 2 horas - 1 vez ao dia 3 em 3 horas - 2 em 2 horas - 2 vez ao dia 4 em 4 horas - 3 em 3 horas - 1 vez ao dia 4 em 4 horas - 2 em 2 horas - 2 vez ao dia.
Quais são os tipos de dispositivo de reboque? para um rebocador e um rebocado, para um rebocador e vários rebocados, vários rebocadores e um rebocado. para um rebocador e um rebocado, para um rebocador e vários rebocados, vários rebocadores e vários rebocados.
Quando utilizamos o dispositivo de reboque pernada singela, qual sera o seu elemento de fixação? manilha de amarra com seção oval ou cavirão de porca e contrapino manilha de amarra com seção retangular ou cavirão de porca e contrapino manilha de amarra com seção oval ou cavirão de perca e contrapino manilha de amarra com seção oval ou cavirão de porca e prego.
Acessório semelhante à manilha que possui construção das alças onde são passadas os sapatilhos da cabresteira manilha tipo coração manilha plana bunda do coxinha manilhão.
Faz a ligação da placa triangular com a cabresteira e com o cabo de reboque ou virador manilha plana manilha de coração manilhão manilha de amarra.
Usado especialmente quando utilizado um dispositivo misto de reboque, aço ligado a fibra? tornel corno cornel toneleiro.
Report abuse Terms of use
We use cookies to personalize your experience. If you continue browsing you will be accepting its use. More information.